Cuento corto
7
5.0mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Have you ever met a motherfucker fresh like me?


Nada importava quando você me tocava, Yoongi.


Eu podia ouvir de Chopin até aqueles acordes gritantes de guitarra de My Chemical Romance e os guturais de Marilyn Manson, desde que você estivesse me beijando. Eu podia aguentar 6 ou 7 cervejas, daquelas de um litro desde que você estivesse com seus braços ao meu redor enquanto sorria pra mim e ficava sussurrando putarias no meu ouvido, tão alto quanto eu estaria depois de chapar o especial do Joon, enquanto a gente ouvia aquela droga de música ensurdecedora que você e seus amigos ouvia.

Eu não ligava de chegar em casa tarde com cheiro de cigarro e bebida, não ligava de deixar minha mãe preocupada e estava pouco me fodendo pras surras que meu pai me dava por acabar com a imagem da família como eu estava fazendo porque eu sabia que você estaria lá, pra mim, no dia seguinte. Cuidando de mim, passando a porra do álcool em gel que o Taehyung sempre tinha na mochila nos meus ferimentos e pontos abertos.

Eu nunca havia conhecido um filho da puta tão excitante quanto você Yoongi. E você sabe que eu não estava falando do jeito que você me provocava, empurrando o quadril contra o meu no ritmo das músicas daquele maldito CD, ou de como você gemia no meu ouvido quando eu te fazia gozar sem nem ao menos te tocar. Não.

Você me fez conhecer as estrelas nos seus olhos e as estrelas de verdade também. Você me mostrou a alegria das cores e de quantas maneiras diferentes eu podia preencher o vazio do meu coração. Você me fez largar minha vida perfeita, na escola perfeita, com um futuro brilhante á minha espera pra podermos construir nosso futuro juntos. Você me fazia sentir cheio de luz como se meu corpo fosse feito de vagalumes e me fazia quente. Eu te amava, eu te amo ainda.

E é por isso que eu não consigo seguir em frente.

O Joon insiste em dizer que eu tenho que te esquecer, que eu tenho de me dar um tempo, jogar fora todas as cartas que nós trocávamos durante o ensino médio, jogar fora os CDs que gravamos um para o outro e deveria me livrar das fotos e vídeos nos quais tínhamos trabalhado tanto. Você sempre fora talentoso pro audiovisual, Yoongi, então eu me senti lisonjeado por ter posado pras suas lentes.

Mas eu não podia, porque eu não estaria jogando fora apenas CDs, fotos ou cartas. Eu estaria jogando fora uma parte de mim, também. E se fosse pra alguém me jogar fora, eu só deixaria que você fizesse isso.

Ao invés disso, eu resolvi escorrer pra fora de mim.

Você amava aquela música, Fresh do Artist Vs Poet, e ficava cantarolando aquela droga de refrão por horas a fio sem perceber enquanto fazia alguma coisa.


Have you ever met a motherfucker fresh like me?


E eu vou te responder, Yoongi. Depois que você se foi, conheci tantos filhos da puta que eu não consigo nem contar nos dedos, mas nenhum deles era como você. Nenhum deles tinha o seu cheiro, o seu sorriso ou o jeitinho fofo de falar coisas sacanas. Eles me tocaram de jeitos que você nem cogitaria, eles me foderam a razão e eu posso afirmar que eu não sou mais o seu Gukkie-ah, que eu sou apenas um espectro do namorado que sua mãe tanto adorava.

Mas, por favor, não os culpe. Eu fui o errado. Eu que procurei você em todos os garotos com quem me relacionei depois, eu que os tratei feito lixo, feito objeto quando eles não me abraçavam em um momento que eu sabia que você me abraçaria, quando eles não tinham o seu gosto ou quando não me faziam cafuné na orelha, como você fazia.

Por isso, enquanto eu ainda não caio no sono depois das loratadinas, dramins e outras dezenas de histamínicos que todo infeliz com rinite alérgica conhece alguma vez na vida, eu te escrevo, porque não tenho razões pra acordar. Você era minha vida, minha metade e o meu alicerce, meu melhor amigo e meu namorado – o melhor namorado que alguém pode ter, por sinal. E mesmo que ninguém aceite isso, você era a pessoa que melhor me ensinava nesse mundo de merda.

Como a estrela guia dos três magos, você me guiou. E é aqui que eu encerro minha jornada. Vou me encontrar com o salvador, meu salvador. Você.


​   Min Yoongi.

3 de Mayo de 2018 a las 19:21 0 Reporte Insertar 4
Fin

Conoce al autor

Kris Cerdeira * • . amor fati ¸. | bts & stray kids 🌻 . * • . yoonkook & yoonmin & jihope 💫

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

Historias relacionadas