A luz do teu olhar Seguir historia

ariane-munhoz Ariane Munhoz

Konoha é uma cidade acompanhada por desastres. Após o último ataque terrorista que deixou uma grande escala de mortes, um centro de reabilitação foi erguido, o centro de reabilitação Mokuton, com o intuito de ajudar as pessoas sequeladas a seguirem em frente. As coisas não são simples, principalmente para um garoto cego que teria que reaprender a ver o mundo. Mas graças à Kiba, um dos voluntários que trabalhava no local, isso talvez se tornasse mais simples e ele pudesse reencontrar a felicidade outra vez. "Pois através dos seus olhos vejo o mundo do qual me esqueci em cores maravilhosas." "E através da sua música e dos seus ensinamentos, aprendi mais sobre a dor dos outros e sobre como me reescrever."


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18.

#hetero #naruto #fns #shiba #konohana #naruhina #kakagai #gaalee #KawaPain #hashimito #inosaku #romance #yaoi #yuri #lgbt #superação #dor #terrorismo #drama #angst #violência
16
5.5mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 15 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Nuances da Melodia

- Naruto é um mangá que se tornou anime e não me pertence;
- Nem os personagens da obra;
- No entanto, essa é uma fanfic feita de fãs para fãs e me pertence;
- Os casais a serem abordados estão nas tags iniciais, mas o foco é ShinoKiba;
- Presente para a Tia Tatu que me presenteou com o prompt que deu origem a essa história;
- Capa feita pela Anime Design, pelas capistas Karvie e Retrive. Muito obrigada, suas lindas! Eu fico fascinada com o trabalho de vocês!
- Anime Design: https://animesdesign-ad.blogspot.com.br/
- Essa fanfic trata de superações após eventos desastrosos, então abordará temas como cegueira adquirida, paraplegia, recuperação após perda de membros, traumas e fobias. Desde já peço perdão se algo parecer infiel e conto com a ajuda de vocês para melhorar;
- Postagens quinzenais serão feitas aos domingos.


***

Como o prólogo é pequeno, resolvi fazer a postagem dele hoje, que foi o dia em que a capa linda foi liberada. Este domingo teremos capítulo, e, contando a partir desse, as postagens serão quinzenais por conta de outros projetos que venho trabalhando. Boa leitura a todos!


***


Ainda me lembro da primeira vez em que escutei aquela melodia. Devia ter uns 13 ou 14 anos, sei lá. Nunca fui muito bom com datas, de toda forma. Mas eu era bom com lembranças. De um jeito que às vezes não gostaria de ser.

A música penetrou em mim. Senti me envolver por completo, como se vibrasse dentro do meu corpo. Como se de repente eu fosse o piano e a composição tocada reverberasse em mim. Reverberasse de mim.

Nunca fui um adepto de música clássica ou de qualquer coisa clássica. Mas soube apreciar de imediato aquela melodia que me arrebatou por inteiro.

Foi assim da primeira vez, quando eu era mais novo.

Naquela época, não era capaz de compreender as nuances da melodia. Não conseguia sentir a tristeza que era transmitida através de cada nota. Não sabia o que era aquele sentimento que me assomava o peito de maneira tão devastadora, fechando minha garganta e trazendo lágrimas aos olhos.

Queimava por dentro como fogo corroendo as entranhas, fazendo-me sentir tão pequeno como se apenas naquele momento o mundo fizesse sentido. E fez. Pelo tempo que durou a canção cujo compositor nunca fui capaz de encontrar.

Pois àquela altura, quando alcancei a sala de música do meu colégio, não vi ninguém.

Mas agora, diante de uma sala de música completamente diferente, em um lugar onde nunca imaginei estar até que a vida arrancasse de mim o que me era mais precioso, senti-me impactado diante daquela música novamente.

Era capaz de enxergar nela cores, a vida de uma maneira completamente diferente, como se meus olhos fossem descamados.

Meu coração aqueceu-se, enquanto tocava a porta, sentindo que minha vida mudaria completamente quando a abrisse. Quando meus olhos me revelassem quem era o compositor de tamanha beleza. Pois eu tinha certeza: essa pessoa era a mesma que havia me arrebatado naquele dia.

Naquele dia em que, mesmo sendo um moleque, eu havia me apaixonado pela primeira vez. Por uma canção, pelo compositor fantasma que nunca conheci e por todo o mistério acerca desta pessoa que me envolvia.

Novamente, as sensações me envolviam como se mesclassem em meu interior tudo aquilo de novo. Como se uma janela para o passado de abrisse e eu fosse um telespectador do meu próprio eu mais jovem buscando pela fonte daquela melodia mágica que tomava conta de mim. Senti as mãos suarem, as pontas dos dedos frias enquanto tocava a madeira. Meu coração martelava dentro do peito como se fosse escapar pela garganta. Tudo isso por uma música. Não. Pelo compositor fantasma.

Criei coragem para finalmente conhecer a pessoa que tanto admirava e abri a porta.

Sem saber o que dizer quando aquela imagem se formou diante de mim.

Notas:

O prólogo vem no ponto de vista do Kiba, mas a fic é toda em terceira pessoa. No próximo, que será postado domingo, saberemos um pouco do que aconteceu que é citado na sinopse. Por enquanto fica só esse gostinho de fruta mordida pra vocês!

Ju, eu espero que esteja do seu agrado. Eu vou me esforçar muito pra essa fic ser a melhor obra que eu já fiz!

E aí, o que acharam? Nos vemos nesse domingo! Até lá!

24 de Abril de 2018 a las 21:13 6 Reporte Insertar 4
Leer el siguiente capítulo O primeiro passo

Comenta algo

Publica!
Leticia Beatriz Leticia Beatriz
15 de Enero de 2019 a las 02:35
Leticia Beatriz Leticia Beatriz
14 de Enero de 2019 a las 20:49
Hasashi Rafaela Hasashi Rafaela
ESSE HINO QUE VOCÊ NEM COMEÇOU A POSTAR E EU JÁ CONSIDERO PAKAS, NÉ? MDS QUE AMOR. SOCORRO te amo, me da mais
24 de Abril de 2018 a las 23:58

  • Ariane Munhoz Ariane Munhoz
    Esse hino que vai ter HashiMito porque não dá pra não ter, neném! Fico feliz que você tenha gostado, Rafa! Espero continuar agradando! E ainda vou precisar da sua ajuda <3 Te amo, nenê! 25 de Abril de 2018 a las 05:53
Mandy Mandy
Se tá do meu agrado? SE TA DO MEU AGRADO? SE ME AGRADAR MAIS EU VOU EXPLODIR EU NÃO ACREDITO QUE TO CHORANDO NUM PRÓLOGO OLHA LA EU JÁ TOMANDO TIRO MULHER TUDO QUE VOXE TOCA VIRA OURO EU JA QUERO UM LIVRO DESSA FIC É ELA MAL COMEÇOU CARALHO EU TO FORA DE MIMMMM
24 de Abril de 2018 a las 16:46

  • Ariane Munhoz Ariane Munhoz
    BERRO, COMO ASSIM QUER UM LIVRO?! Nossa, eu to muito fora de mim com esse seu comentário! Esse prólogo veio de uma inspiração sem igual. Espero que a fic não desaponte depois disso! Obrigada pelo comentário lindo, Mandy! 24 de Abril de 2018 a las 17:04
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 7 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión