Relacionamentos Amorosos Seguir historia

megawinsone Megan W. Logan

A vida de Marin sofre uma grande reviravolta, após ela descobrir o sofrimento de seu amigo Afrodite. Assim como ela, o cavaleiro de peixes também enfrenta problemas com seu companheiro. Quais problemas serão esses? Será que um amor poderá nascer de uma amizade? O que eles enfrentaram juntos? Será que o passado poderá ser esquecido?


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18. © Todos os personagens de cavaleiros do zodíaco pertencem a Masami Kurumada, e não a mim.

#romance #drama #yaoi #sexo #violência #cdz #Afrodite #Heterossexualidade #bissexualidade #marin #aiolia #Cavaleiros-do-zodiáco #máscara-da-morte
7
5861 VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 30 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Relacionamentos complicados

-


Já fazia um ano que Aiolia e Marin estavam morando juntos, ela nunca pensou que seria tão bom, porém depois de um tempo começou a ter conflitos com ele, bem na época do treinamento dos novos discípulos. Percebeu que a atitude dele mudou em relação ao relacionamento, o rapaz pareceu distante.


A amazona apenas queria que seu namorado lhe desse à atenção que dava no início do namoro, infelizmente isso mudou, a fazendo desconfiar que ele talvez tivesse outra pessoa, porque o campo de treinamento ficava muito afastado do santuário. Sua desconfiança somente aumentou quando o guerreiro chegou em casa três horas da manhã, quando normalmente sempre chegava às dez da noite. Naquela madrugada, a moça discutiu com o cavaleiro de leão, porque não agüentava mais aquele clima de indiferença entre os dois. O leonino simplesmente virou as costas e saiu, a deixando sozinha no quarto.


Como a jovem sentiu-se desprezada e ignorada naquele momento, se pelo menos suas amigas estivessem morando no santuário poderia pedir conselhos e desabafar, mas elas se casaram e foram morar em outros lugares, isso tudo aconteceu cinco anos depois da derrota sobre Hades, foi quando Saori aboliu o uso da máscara pelas amazonas. Depois disso tudo, Marin fizera amizade com o cavaleiro de peixes, já fazia sete meses que eram amigos, contava a ele quase tudo, menos como estava o relacionamento com seu parceiro. Seu amigo Afrodite vivia junto com Máscara da Morte, que era seu namorado, os dois moravam a seis meses juntos. E pelo que ela sabia, o relacionamento do casal não estava muito bem, porque viviam discutindo, pois MM tinha ciúmes da amizade de seu amado com Shura.


No dia seguinte, a guerreira de Athena acordou cheia de olheiras, por causa da noite mal dormida e percebeu que seu consorte não tinha dormido ao seu lado, depois daquela terrível briga. Levantou-se da cama, olhou pela janela desanimada, o dia estava nublado, ventava um pouco e uma idéia lhe passou pela cabeça, precisava conversar com alguém. Então, a garota de madeixas ruivas resolveu subir os degraus em direção a casa de peixes, seu semblante somente refletia a tristeza que sentia. Após algum tempo, chegou à porta de entrada e assustou-se ao ouvir o choro de seu amigo, movida pela preocupação correu até o quarto dele.


- Afrodite, o que está acontecendo aqui? – A amazona pediu preocupada, pois o rapaz estava em cima da cama chorando copiosamente e os lençóis estavam com manchas de sangue. Seu rosto estava muito machucado, havia sangue até em seu cabelo azul.


- Um desastre, o meu namorado foi embora e ainda me bateu. Eu sou inocente, eu não tenho nada com o Shura – O cavaleiro de peixes abraçou o travesseiro.


A jovem se aproximou de seu amigo e o abraçou, ela estava com muita pena dele, porque nunca o tinha visto daquele jeito.


- Ele não acreditou em mim, me bateu com muita raiva, eu podia ter reagido a agressão dele, mas estava em choque – O rapaz falou com a voz tremula.


- Calma, me conta como que começou essa briga – Pediu muito preocupada.


- Foi ontem à noite, quando eu estava ensinando ao Shura como se podava as rosas de seu jardim. Aconteceu tudo muito rápido, de repente ele surgiu de surpresa, pensando que nós estávamos nos agarrando. Na realidade eu só tinha pegado na mão do espanhol, estava por de trás dele, bem coladinho, só mostrando como se podava as rosas. Máscara da Morte ao ver isso entendeu tudo errado, deu um soco em Shura, me pegou pelos cabelos e arrastou-me até aqui, logo em seguida me deu uma surra, que nunca vou esquecer. Após o ocorrido, ele arrumou as coisas dele e voltou para a casa de câncer – Afrodite relatava tudo o que aconteceu em meio de soluços e lágrimas.


- Nossa que cara mais ciumento e violento, você não merecia apanhar, ninguém merece – Falou indignada a ruiva.


- Você também não está com uma cara muito boa – O jovem falou bem sério.


- Estou com problemas com meu namorado, acho que ele tem outra mulher – A amazona olhou desanimada para seu amigo.


- Só se ele é burro, porque você é uma ótima pessoa – O cavaleiro de peixes passou a mão no rosto de sua amiga.


- Sabe Afrodite, eu estou cansada, pois ele não me dá mais aquela atenção como me dava no inicio do namoro, parece que o nosso relacionamento esfriou. Eu já tentei de tudo, mas o Aiolia não repara mais em mim, quando eu brigo com ele é horrível, parece que estou falando com a parede. A última briga foi pior, pois ele saiu do quarto e me deixou falando sozinha, sabe que horas ele chegou em casa? – Os olhos da amazona começaram a ficar cheios de lágrimas.


- De madrugada? – O cavaleiro de peixes perguntou com muita pena de sua amiga.


- Sim, às três horas da manhã, eu me sinto uma inútil – A moça não conseguiu se segurar e chorou.


- Por que você não me contou que seu relacionamento estava ruim? – Murmurou indignado com a situação de Marin.


- Porque eu tive vergonha, me faltou coragem, não queria incomodar você com meus problemas, porque você já tinha os seus.


- Na precisa ter vergonha, eu sou seu amigo e quero te ajudar – O rapaz pegou na mão da ruiva.


- Obrigado Afrodite, agora você precisa de um banho para ficar limpo. Enquanto isso, eu tiro esses lençóis sujos de sangue e os coloco para lavar.


A amazona se levantou da cama e se dirigiu até o banheiro, onde começou a encher a banheira de hidromassagem para seu amigo tomar banho. Logo em seguida, escolheu umas roupas, uma tolha de banho e depois quando verificou que a água já estava em uma temperatura agradável, levou o cavaleiro de peixes até a banheira. Após isso, voltou ao quarto, começando assim a tirar os lençóis sujos de sangue, em seguida tirou do guarda-roupa um jogo de lençóis novos para colocar na cama.


- Pronto! Já está tudo limpo e arrumado – A amazona sussurrou e sentou-se.


De repente, Afrodite saiu do banheiro já todo limpinho, com um pijama azul de seda e se deitou no colchão.


- Obrigado Marin, você é um anjo, não saberia o que fazer se não fosse você – O jovem deu um beijo na mão de sua amiga, que estava sentada na cama.


- Afrodite, você merece isso tudo que estou fazendo por você, pois nós somos amigos e sempre estarei ao seu lado – Ela abraçou o cavaleiro.


O interesse, a preocupação, o carinho e aquele sentimento de amizade entre eles estava se tornando uma paixão, que talvez fosse revelada mais rápido que ambos pensavam.


- Afrodite, agora eu tenho que ir para casa, o Aiolia já deve ter chegando, mas logo volto – A garota deu um beijo no rosto de seu melhor amigo.


- Volta sim, estarei esperando por você – Declarou com um sorriso.


Marin saiu do quarto muito pensativa, desceu as escadarias que levavam até a casa de leão. Nessa trajetória ela foi refletindo sobre várias coisas e uma delas era um sentimento diferente que surgiu em seu coração pelo seu amigo, porém não tinha dado muita bola no inicio. Já fazia dois meses que percebera que algo entre os dois tinha mudado, sua mente estava confusa.


Afrodite também estava muito confuso com seus sentimentos em relação a sua amiga, pois sentia em seu coração que a amizade tinha mudado e que talvez estivesse apaixonado pela linda ruiva. O que o confundia mais era o fato dele também amar MM, como ele podia amar duas pessoas ao mesmo tempo e da mesma forma?


Algum tempo depois a amazona finalmente chegou à casa de leão e encontrou seu namorado a esperando na sala, ele estava super sério, ao seu lado no sofá tinha duas malas. Ao ver isso a amazona ficou preocupada.


- O que está acontecendo Aiolia? – A moça olhou confusa para seu amante.


- Marin, eu preciso de um tempo para pensar em nossa relação, para que isso ocorra você precisa morar em outro lugar, preciso ficar sozinho – O cavaleiro de leão falou friamente.


- Por que você está fazendo isso? Para onde eu vou? Você não me ama mais? – A jovem colocou as mãos no rosto e começou a chorar desesperada.


- Não chore, isso vai ser até bom para nós, ambos poderemos pensar em nosso relacionamento. Você poderá voltar a morar com a Saori lá no santuário, fale com ela ou vá morar com seu amigo, agora que ele não está mais morando com o Máscara da Morte. Isso não é definitivo Marin, não precisa ficar triste, eu estou agindo desse jeito porque lhe amo.


- Mas não parece, acho você quer se livrar de mim! – A amazona falou com muita raiva nos olhos e pegou as malas do lado dele e saiu furiosa da casa de leão.


-

Continua

-

7 de Abril de 2018 a las 20:13 2 Reporte Insertar 4
Leer el siguiente capítulo Descobertas

Comenta algo

Publica!
kamerom Versalles kamerom Versalles
que foi isso. estou muito curiosa pela continuação. que babado... nossa, pegou mal Mask, machucou a rosa. Perdeu... bem feito. Aiolia gatinho, foi cruel mesmo. Notou pra fora a guria sem preparo.. Vai para peixes Águia. Ka está seu destino. bjs parabéns.
21 de Abril de 2018 a las 13:22

  • Megan W. Logan Megan W. Logan
    Muito obrigado pelo seu comentário, fico muito feliz que você gostou da história! Pois é, o Mask foi muito insensível com Afrodite e o Aiolia cruel com a pobre Marin, é de cortar o coração! Vou postar um capítulo novo daqui a pouco. Beijos! 21 de Abril de 2018 a las 16:26
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 2 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión