7
6.6mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Lute

“Você não vai conseguir” “Você precisa largar esse emprego pra cuidar da sua filha” “Sakura você precisa achar um homem m pra cuidar de você e da Sarada” “Você não vai conseguir criar ela sendo medica deixa que eu te ajudo”, essas foram algumas das frases que eu ouvi nesses anos depois que Sasuke se foi, ele foi o grande amor da minha vida, crescemos juntos, tivemos as primeiras experiências juntos, como toda bom romance nos separamos por um tempo na vida adulta, mas assim como todo bom romance nos casamos e tivemos uma filha, mas como todo bom filme de drama no aniversario de um ano da minha filha Sasuke sofreu um acidente de carro e morreu na mesa de cirurgia do hospital que eu trabalhava, não vou mentir fiquei destruída por dentro era como se os dias fossem torturas, eu pensei coisas realmente ruins nesses tempos estive no fundo do poço , mas depois de um tempo eu percebi com a ajuda da minha segunda mãe como gosto de chamar a dona Tsunade que essa dor era ruim sim, mas não devia me parar, eu devia seguir em frente forte como sempre fui em olhar para trás, não só pela minha filha, mas por mim eu não podia deixar a morte dele me fazer parar eu não ia desistir do meu sonho ser a diretora geral do hospital da minha cidade, não podia ser quem eu nunca fui uma pessoa fraca que culpa o passado sem olhar para o futuro e ver oque eu posso fazer e foi ali que eu decidi que nada me faria parar.


Mas nessa mesma época os “amigos” e alguns familiares tanto meus como de Sasuke vieram com essas conversas de eu não ser capaz, me lembro até hoje do pai de Sasuke me falando para eu dar a minha filha para ele cuidar, pois segundo ele uma mulher não podia trabalhar e cuidar bem da filha, foi o dia que eu mais me irritei na minha vida, quando eu era a coitada que chorava a todo momento eles me apoiavam dizendo “Sakura sai dessa você vai conseguir” e agora que eu superei a dor e estou firme e recuperei a minha força as palavras são de desânimo? Hipócritas, querem que eu seja mais uma submissa a sociedade, submissa a conceitos tão arcaicos de mulher não vive sem um homem ou mulher não pode trabalhar e ser mãe, pro inferno com todos eles, eu sou forte eu sou poderosa, eu não preciso de ninguém para ser assim, não preciso que me abram as portas para mim eu mesma as derrubo com um chute.


Então Sarada cresceu eu me desdobrava em mil para estar lá com ela e seguir o meu sonho, não ia abandonar nem um nem outro, porque eu sou capaz assim como muitas mãe que fazem de tudo pelos filhos e mesmo assim não deixam de crescer não deixam de avançar em busca do que sonham, todas ouvimos “você precisa de alguém na sua vida” sim precisamos de pessoas que entendam que não precisamos de relacionamentos para sermos fortes, precisamos de amigos que estejam nos apoiando por sermos boas profissionais não pobres mulheres que precisam de ajuda.


Sabe ser mulher é difícil por natureza, precisamos sempre nos provar, parece que sempre somos inferiores que se não fizermos não acreditam no nosso potencial, em qualquer área a mulher é a hiposuficiente que precisa ser ajudada por causa de algum conceito antigo, mas não somos forte para sermos tudo que queremos, médicas, engenheiras, professoras escritoras, mães dentre tudo que uma mulher pode ser, não acredite no “Você não pode” pegue isso e jogue na fornalha da sua alma para te impulsionar e provar que eles estão errados, se você quer trabalhar trabalhe mostre a todos a sua força, quer mudar de visual mude ninguém é seu dono, se quiser viajar viaje você é livre, sim livre como todos os seres humanos, não deixe ninguém dizer que você não é livre.


São esses pensamentos que eu quero que todas tenham são esses pensamentos que eu orgulho de ter passado para minha filha, agora adulta, física formada referencia mundial no meio, ela também ouviu os “você não consegue por ser mulher” travestidos de nãos, sim ela ouviu toda essa baboseira e pegou tudo e usou como combustível, eu vejo isso no orgulho nos olhos dela em ver seus professores, colegas e amigos as aplaudindo depois de apresentar seu projeto, orgulho de ser forte e de ter se realizado, mas principalmente de ter vencido tudo.


Uma vez eu ouvi um garoto caçoando de outro, dizendo “você luta como uma garota”, isso devia ser um elogio, sim lute como uma garota, nunca se entregue nunca para de lutar, quando todos disserem que você não consegue lute como uma garota, derrube barreiras não ligue para padrões lute por você lute para que você seja feliz e realizada, lute para que ninguém diga o contrário das suas vontades, lute sempre como uma garota.

8 de Marzo de 2018 a las 19:29 0 Reporte Insertar 5
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~