Cativeiro Seguir historia

tamiresvargas Tamires Vargas

A estrada mais radiante ainda é cinza perante os olhos de quem só enxerga a escuridão.


Cuento Todo público. © Todos os direitos reservados

#Drama
Cuento corto
0
6509 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Dentro da cadeia de pensamentos


Ela exibe sorrisos quebrados em tempos de felicidade plena, encontra estilhaços no que está inteiro, enxerga pedras no caminho limpo. No fundo está sempre esperando a próxima dor como se o universo conspirasse contra sua vida.

Ela sabe que isto é irreal e tenta afugentar os pensamentos negros. Consegue momentos claros e brilhantes. Volta a encontrar o medo na esquina seguinte.

Ela o sente empurrar sua alma para o abismo e o desespero é tamanho que a faz desejar retornar à cegueira.

Ela escreve os sentimentos que não entende para clareá-los. Acaba preenchendo o branco com um punhado de linhas igualmente sem sentido.

Ela está vigiando a morte. Temendo e se escondendo do inevitável todos os dias. Acha que pode ser colhida a qualquer instante.

Ela tem um coração espremido no peito feito um feto no ventre da mãe. Seu soluço assustado a mantém acordada até tarde da noite.

Ela se sente tragada pelo chão quando se deita nele. Perde um pouco do sono e do sossego a cada vez que vai dormir.

Ela teme perder tudo que ama, inclusive a si mesma. Não aceita a possibilidade de deixar o mundo.

Ela não está doente do corpo, mas a mente parece viciada em aflição. Bebe goles e goles de angústia até convertê-los em pânico. Então ela suporta sozinha. As pontadas, os tremores, o choro. Afunda no medo, engolindo suas águas, nada o máximo que pode para chegar à borda.

Ela não tem do que se queixar, mas cada segundo de realização e alegria também é um segundo de agonia. E, novamente, ela está tentando deixar seus sentimentos destrutivos para trás, porém toda tentativa de fixar sua mente em esperança e tranquilidade é derrubada por uma enxurrada de ideias negativas.

Ela não entende por que isso acontece numa época de conquista e felicidade.

2 de Marzo de 2018 a las 00:03 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~