Bronquite Seguir historia

ohhtrakinas Sasah Trakinas

Joseph nunca pensou que um dia iria passar por esta situação; era agonizante! Ainda bem que Caesar estava ali para ajudá-lo.


Fanfiction Todo público.

##shonen-ai ##ohhtrakinas ##jojo bizarre's adventure ##JJBA ##josecae ##joseph ##jojo
Cuento corto
3
6.7mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

one-shot

Maldita seja Lisa-Lisa que colocou aquela mascara estúpida em si. Joseph à amaldiçoava a todo momento que puxava o ar com força, procurando oxigênio. Sabia que não sofria de bronquite, mas parece que seus pulmões faltaram com a saúde naquela noite, e deitado na cama, sentia o forte incômodo.

Estava com sono, queria descansar e dormir, aproveitar a noite, já que de dia sofreu o árduo treinamento da mulher; porém não conseguia. Sentia seus pulmões fazerem chiado, como se houvesse esponjas nos seus órgãos respiratórios, puxando o ar com dificuldade, sugando-o.

-Merda... –Virou-se na cama mais uma vez, sentindo o suor da testa escorrer. Sabia que não fazia calor, mas seu corpo estava quente. Queria arrancar aquela mascara de uma vez, mas e se Lisa-Lisa aparece do nada? Nunca se sabe, para Joseph aquela mulher era louca.

Cansado de tentar se concentrar para dormir, levanta-se da cama irritado. Assim que se levantou, tossiu. Estava ficando com medo, pensava que iria morrer! Seu coração batia rápido, era agonizante!

-Caesar... –Disse a si mesmo saindo de seu quarto, iria para o quarto de Caesar. Não sabia o que iria fazer lá naquele horário, mas precisava de um alívio, algum conforto, alguém que encarasse seu sofrimento e de alguma forma o ajudasse, ou quem sabe sofresse consigo. Não iria virar á noite sozinho agonizando.

Não iria bater na porta, pois sabia que provavelmente o loiro estaria dormindo, então como se fosse uma criança querendo dormir com os pais, abriu a porta timidamente e enfiou a cabeça para dentro, o chamando baixinho: -Caesar...

Lá estava ele, dormindo pesadamente como se fosse um anjo. O mesmo não escutava seus chamados sôfregos, estava sossegado demais, e Joseph sentiu uma pontada de inveja com tal tranquilidade, diferente dele, estava passando mal! –Caesar! –Chamou mais uma vez, vendo o italiano se revirar na cama.

-Hm... –Com sono, abriu os olhos lentamente, piscando algumas vezes. –Jojo?

Assim que escutou seu nome, o moreno entra no quarto, fechando a porta em silêncio. Em seguida acende a luz, sem aviso prévio: -FIGLIO DI UNA CAGNA, MEUS OLHOS, MERDA! –Gritou Caesar tapando os olhos, reclamando da súbita claridade.

-Ahh, sorry, sorry!!!-Se desculpou, colocando as mãos em frente ao corpo como forma de rendição.

-O que faz aqui!?

O moreno deu uma pausa, puxando ar. Não queria ser dramático, queria explicar o que estava acontecendo consigo de forma que Caesar entendesse.

-Estou morrendo.

-O QUE!? –Caesar se levantou rapidamente da cama preocupado, correndo em direção ao maior –O QUE SE PASSA? SÃO OS ANÉIS!? MAS O VENENO NÃO FARIA EFEITO DAQUI ALGUNS DIAS!?

-Calma, calma, Caesarino! –O chamou com o apelido carinhoso.

-Calma o cacete, está morrendo! –Iria abrir a porta –Vou chamar a mestra!

-ESPERA, PORRA! –Gritou, puxando seu braço para que o encarasse –Não é isso!

-Então o que é!?

-Estou passando mal, só isso! Digo, é horrível, não consigo respirar direito, meus pulmões doem –Deu uma pausa, respirando fundo, fazendo com que Caesar escutasse o chiado –Acho que é essa merda de máscara!

-Dios mio, Jojo! –O loiro respira fundo colocando uma mão no peito –Então é só isso? Achei que tinha algo haver com os Homens dos Pilares.

E em resposta, o moreno balança a cabeça negativamente.

-Então venha cá –Caesar e Joseph seguram para a cama, sentando-se na mesma. –Não está conseguindo respirar? –Poupando palavras para não se cansar mais, Joseph responde balançando a cabeça. Apenas de encarar, o italiano via o desconforto do amigo.

-Será que é bronquite?

-Não sei, nunca tive –Deu de ombros.

-Tire a máscara. –Disse, fazendo o Joestar se surpreender.

-O-o que!?

-Vamos, tire a máscara! Estar com falta de respiração, e usando isso daí não vai ajudar!

Seu maior desejo era tirar aquela porcaria, e ao escutar as ordens do loiro, não pensou duas vezes. Tirou a máscara rapidamente, a jogando na cama com certo ódio. Respirava com a boca aberta, fazendo com que os chiados ficassem mais audíveis; Caesar o encarava com um olhar de pena; deveria ser horrível a sensação de querer respirar e ter dificuldades.

-É-é horrível... hn! –Tossiu mais uma vez, respirando fundo.

-Ok, vamos tentar uma coisa... Deite-se.

-O que vai fazer? –Perguntou, desconfiado.

-Andiamo, deite-se!

E por fim, Joseph se deita. Olhava para Caesar um pouco curioso em saber o que diabos o loiro iria fazer. O italiano se aproxima.

-Caesarino?

Joseph sentiu seu nariz ser apertado pelas mãos do italiano, iria protestar, mas fora surpreendido quando sua boca fora tomada. Bom, não era o que estava pensando mas...

OH MY GOD!!!” Pensou Joseph desesperadamente, sentindo suas bochechas esquentarem rapidamente, parecendo uma garotinha! Caesar estava fazendo respiração boca a boca, e não estava acreditando nisso.

Sempre achou que iria beijar Caesar de forma mais romântica, esperava que fosse algo bonito, pois estavam na Itália! Um jantar a luz de velas seria magnífico para roubar o beijo de Caesarino, mas aconteceu de uma maneira que não esperava... E não estava sendo nada romântico. E nem era um beijo!

E o loiro se afasta, com a respiração um pouco afobada, assim como a de Joseph –Como se sente?

-... –Estava sem palavras, continuava estático, sem reação. A única coisa que pode fazer era piscar algumas vezes e respirar, porém ainda sentindo dificuldade. Ainda escutava-se os chiados, mas Caesar sabia que estava melhorando.

-Então mais uma vez –Se abaixou mais uma vez, tapando o nariz de Joseph e juntando os lábios. O moreno fora pego de surpresa mais uma vez, não estava esperando o segundo round.

Apesar de todo o nervosismo, o americano sentia que estava melhorando aos poucos, tudo graças a Caesar. Poucos minutos depois, os lábios se separam mais uma vez, frustrando Joseph. Queria continuar com aquela respiração boca a boca...

-Agora está bem melhor –Sorriu Caesar ao encarar Joseph e ver que o mesmo estava respirando bem melhor.

-Obrigado, Caesarino... –Disse se levantando, coçando a nuca um pouco envergonhado.

Ao perceber o rosto rubro de Joseph não por causa da falta de respiração que estava tendo, mas sim possivelmente pelo fato de estarem com as bocas juntas, o fez ficar constrangido na hora. Joestar teve a sorte de ver o loiro envergonhado, com o rosto corado e os olhos grandes.

-E-EU SÓ ESTAVA AJUDANDO, IDIOTA!

-MAS EU NÃO DISSE NADA!

Caesar desviou o olhar, envergonhado. Não fez aquilo para se aproveitar, estava ajudando Joseph! Em nenhum momento pensara malícia –Imbecille...

Vendo o constrangimento do loiro, Joseph soltou uma risada descontraída, pegando sua mascara e a colocando de volta –Ahh, me sinto bem melhor! Good, good~ -Deu uma pausa –Estou voltando pra cama, Caesarino.

-Va bene, saia daqui... –Sem olhar novamente para o moreno, deitou-se na cama e escutou o barulho da porta fechar. Porém, algo faltava... Uma veia saltou de sua testa, tamanha a irritação: -DESLIGUE A LUZ, SEU FILHO DE UMA -

E do corredor, Joseph pode escutar os vários xingamentos direcionados á si. Riu divertido, correndo para o quarto, temendo que o loiro saísse para lhe agredir.

-Good night, Caesarino.  

28 de Febrero de 2018 a las 02:42 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Sasah Trakinas Alcoólatra triste.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~