Like I Love You Seguir historia

luhander Luh Hander

Depois de separados pelo destino, um acidente tende a junta-los novamente. A vida separa e o amor junta.


Fanfiction No para niños menores de 13.

#romance #Naruto #Gay #lgbt #Sasunaru #SNS #Narusasu #Oneshot
41
7.4mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único

      Sasuke Uchiha e Naruto Uzumaki são amigos desde a infância. Com a morte precoce de seus pais, foram morar com Itachi Uchiha, irmão mais velho de Sasuke. No início os dois se odiavam, não suportavam a presença um do outro por mais de cinco minutos. Com o tempo foram vendo que os dois partilhavam da mesma dor e com isso, se ajudaram e se reergueram. Agora, como melhores amigos, tentam se apoiar o tempo inteiro.

      No ensino médio, o Uzumaki almejava terminar os estudos e abrir um negócio próprio, um negócio de tortas. Uma confeitaria. Passou seus três anos do ensino médio no curso de culinária e logo depois passou para a faculdade, mesmo que com bastante dificuldade.

    O Uchiha jogava futebol como um hobby*, mas depois de um tempo sua paixão foi aumentando. Com sua capacidade sobre-humana de jogar bola, ganhou uma bolsa de estudos em uma faculdade fora do país e foi aí que tudo mudou.Aceitando a bolsa de estudos, tinha apenas dois meses para fazer as malas e se mudar para Bryan College*, nos Estados Unidos.

      -Sasuke! Chegou uma carta pra você! - Uzumaki gritou da sala. Os dois ainda moravam juntos, porém o Uchiha mais velho teve que se mudar para outro estado, para cuidar de um dos negócios de seus pais, deixando o apartamento para os dois. Não os tinha abandonado, todos os meses depositava uma grande quantia de dinheiro para que os dois pudessem sobreviver até arrumarem um emprego, além de que sempre se falavam. Seja pra contar ocorridos graves e os mais bobos.

      -Não grite!- Disse chegando perto do loiro em passos preguiçosos. - E se for da agência telefônica, pode rasgar. Eu já paguei, mas aquela mulher vive me telefonando.

      -É porque ela gostou de ouvir o tom rouco e seduzente de sua voz. - O loiro ironizou dando um largo sorriso no final.- Mas não, eu acho que essa carta você vai querer ler. - Disse o mais novo entregando a carta para o de cabelos escuros.

      Sasuke pegou a carta em mãos e quando leu o nome do remetente seu coração parou e achou que o ar estava ficando mais difícil de se respirar.

     -N-Naruto. - Chamou a atenção do loiro e olhou para o mesmo dando um sorriso gigante, um sorriso que o mais novo só via quando algo realmente o agradava, ou seja, quase nunca.

      -O que está esperando? - Perguntou o outro com um sorriso maior ainda.- Abra logo a carta!

      Sasuke abriu o envelope o mais rápido possível e tratou de ler calmamente. Naruto que o observava estava inquieto, queria saber logo se o amigo tinha passado ou não para viver seu sonho.

      -E então? - Perguntou o Uzumaki mas não teve respostas. O de cabelos escuros estava parado e olhava para a carta incrédulo. O loiro pegou a carta de sua mão e tratou de ler. Olhou com os olhos arregalados para o outro e gritou: - VOCÊ PASSOU!

      Pulou no pescoço do amigo e agarrou com as pernas a cintura do mais velho o abraçando apertado. O outro, para não deixar o inconsequente cair, o segurou pela cintura e não evitou retribuir o abraço. O conforto que Naruto conseguia passar era inevitável.

      -Estou tão feliz por você, nem acredito que você conseguiu! - sem parar, o amigo o parabenizava e deixava bem claro o quão feliz estava. Sasuke apenas afundou seu rosto no pescoço do amigo e se permitiu descansar. Esses meses de espera o estava deixando louco e estressado, com isso uma onda de alívio passava pelo seu corpo.

      Deixou o amigo no chão e beijou a sua testa, repousando sua mão na nuca do outro.

      -Acho que não posso mais perder tempo, não é? Vou fazer as minhas malas. -Se virou e correu para o quarto.

      Nesse momento um choque de realidade atingiu o loiro, tirando do rosto o lindo sorriso que antes ali pairava. Seu melhor amigo e irmão iria se mudar para outro país, iria conhecer outras pessoas, iria ter novos amigos e talvez se acostumar com a vida sem o Uzumaki. Um nó se fez presente em sua garganta, estava enjoado e queria por tudo pra fora, tanto o que tinha no estômago quanto oque tinha em seus olhos. Queria chorar e dizer para o maior não ir.

      Mas como dizer para uma pessoa desistir de seu sonho? Ele não era egoísta a esse ponto. Viveram por tanto tempo juntos e agora com a hipótese de se separarem deixava o mais baixo triste. Em passos curtos e preguiçosos se dirigiu para a porta do quarto do de cabelos escuros.

      Sasuke falava no celular com Itachi lhe dando a boa notícia enquanto tirava do guarda roupa algumas peças e jogava em cima da cama. O sorriso do outro era evidente e grande, tão bonito que quase fez com que Naruto parasse de pensar nas coisas que o faziam mal. Foi para o seu quarto e mesmo sendo apenas 18 horas, deitou-se na cama e dormiu.

      Acordou com batidas na porta e se levantou preguiçosamente. O quarto estava escuro e só um feixe de luz entrava pela janela e pela porta, fazendo com que fosse somente visível o rosto do mais velho.

      -Eu fiz o jantar. É o seu favorito. Se não levantar ele vai esfriar, dobe.

     Sasuke foi curto e direto, logo fechando a porta. Naruto caiu de volta para a cama pensando se queria realmente comer. Não iria fazer desfeita com a oferta do maior, era rara as vezes que Sasuke cozinhava a comida favorita do outro, dizendo sempre que não era saudável comer toda hora.

      Levantou-se, calçou suas pantufas laranjas e foi andando em direção a cozinha. A claridade do local incomodou o de olhos claros o fazendo por a mão em frente ao seu rosto. Se sentou á mesa e começou a comer devagar e silencioso.

      -Não vai falar nada? - o silêncio do loiro incomodava Sasuke, mesmo que as vezes fosse insuportável o falatório do outro, quando ela não ocorria Sasuke achava que algo estava errado.

      -Só estou com dor de cabeça, não estou afim de falar muito. - Disse logo depois de colocar um pouco de Rámen* dentro da boca, sem ao menos manter algum contato visual com Sasuke.

      -Tão de repente? - Sasuke perguntou se levantando logo em seguida para ir pegar alguns comprimidos e estender em direção ao outro.

        -Obrigado. -Aceitou e engoliu sem muita demora. O silêncio estava desagradável para ambos, mas nenhum sabia o que dizer, foi então que Naruto disse: -Aonde é a faculdade mesmo?

      -Estados Unidos.

      "Tão longe!" Pensou o loiro espantado. Então o moreno iria morar do outro lado do mundo.

      Não querendo deixar transparecer sua angustia disse:

      -Espero que venha me visitar regularmente e não se esqueça de mim. - Sasuke soltou um riso anasalado e sorriu de canto.

      -Também quero que vá me visitar, afinal você não conhece lá. Seria bom pra você conhecer lugares novos e comer algo que não seja macarrão. - Naruto sorriu com a hipótese e nada mais comentou sobre.

      No dia da viagem de Sasuke, Naruto estava muito mais quieto do que o normal. Dois meses se passaram desde que a carta fora recebida por Sasuke. O moreno quis embarcar antes, mas por pedido do loiro ele foi no ultimo dia do prazo.

      -O que está acontecendo, Naruto? - Sasuke perguntou enquanto Naruto dirigia em direção ao aeroporto. Não estava chovendo, pelo menos não por enquanto, mas o céu estava muito nublado, fazendo com que os dois se agasalhassem muito mais, por ser inverno. E esse ano, os dois não passariam o natal juntos.

      -Nada. Porq-

      -Você acha que eu sou idiota? - Perguntou interrompendo o outro.

      -Eu só...- Apertou o volante com mais força, fazendo o nó dos dedos ficarem brancos. - Eu só... vou sentir saudades. - Sasuke o encarou e viu as feições sérias de Naruto enquanto dirigia. Seu olhar parecia distante de qualquer coisa, estavam apenas abertos.

      O loiro teve que admitir, mesmo que em voz alta. Ele sabia que não poderia mentir, nem enganar o Uchiha.

      Naruto estacionou o carro um pouco distante do aeroporto por falta de vagas, então os dois fizeram todo o percurso em silêncio, como se algum parente tivesse morrido. Pararam de frente para o setor de embarque para o exterior, viraram e ficaram um tempo fitando um ao outro.

      Naruto estendeu a mão para cumprimentar o outro e disse:

      -Espero que divirta-se e se for fazer algum gol quero que ele seja...- sua fala foi interrompida pelo abraço que o Uchiha o envolveu. A quem estava querendo enganar? Ele estava muito triste pela partida do outro, mas ao mesmo tempo muito feliz de ver que, finalmente, Sasuke iria ser feliz., mesmo que longe de si.

      Seu braços grandes apertavam o loiro contra seu corpo. Naruto, depois de um tempo, retribuiu o abraço e afundou o rosto no pescoço de Sasuke. A diferença de altura deles era ridiculamente pequena, mas por centímetros, o Uchiha não deixava de zombar o de olhos claros desde a infância.

      -Eu prometo te ligar ou mandar mensagens todos os dias. - Sussurrou o mais alto perto do ouvido de Naruto. O loiro apertou os olhos e trouxe o Uchiha pra mais perto. Ele não queria que o outro fosse. Sabia que iria sentir muito a falta do melhor amigo e que o apartamento iria ficar muito grande só para ele.

      -Agora você tem que ir. -Se separou de Sasuke para o olhar nos olhos. Apertou os ombros e "limpou" a sujeira inexistente dali. - Divirta-se e não deixe de estudar para ficar treinando até tarde.

      -E você, não me invente de comer só Ramén, eu deixei uma lista presa na geladeira dos pratos que você, com sua grande habilidade na cozinha, pode fazer. - Disse irônico recebendo um soco não muito forte no braço. Mesmo que o Uzumaki estivesse cursando culinária, ele na área de cozinhar comidas salgadas era um completo desastre. - Se cuide. -Pegou a mala e disse no fim: - Tente não sentir tanta falta de mim. - Sorriu de lado, beijou a testa do amigo e se virou, passando pela porta do embarque.

      -Impossível. - Sussurrou Naruto pra si mesmo assim que viu o Uchiha sumir de sua vista. Deixaria para chorar quando estivesse sozinho, agora tudo que ele queria era sair dali.

      Dias, meses, anos se passaram. Faz quatro anos desde que Sasuke foi embora do país de origem para poder viver seu sonho nos Estados Unidos. Mesmo treinando e se esforçando, fazendo aquilo que gostava, achava que algo estava faltando. Se sentia incompleto.

      Como prometido, Sasuke ligava ou mandava mensagens para Naruto todos os dias. E quando estava de folga aproveitava para fazer uma vídeo chamada com o melhor amigo. A diferença de fuso horário é muito grande, então um dos dois teria que madrugar, o que não era nenhum sacrifício, já que passavam toda a vídeo conferência contando as novidades que não puderam ser expressadas por letras ou palavras ditas na correria do cotidiano.

      Naruto terminou a faculdade de culinária e abriu sua própria confeitaria no centro de Tóquio. Tinha dois andares e era toda enfeitada com cores pastéis em seu interior. Nunca lhe faltava clientes e criou várias amizades com o passar do tempo, além de clientes fiéis.

      Sasuke foi chamado para jogar em um time profissional do estado aonde morava. E dessa forma Naruto sempre acompanhava seu jogos na televisão do grande apartamento que tinha.

      O loiro comprou bandeiras, e camisas com o nome e o número de Sasuke para usar quando torcia pelo mesmo. Tirava foto de si quando Sasuke fazia um gol e mandava via snapchat* para o mesmo. E como Naruto pedia, todos os gols que o de cabelos escuros fazia ele fazia questão de fazer gestos com a boca dizendo: "Naruto" pra logo depois abrir um grande sorriso. Aquilo de certa forma aquecia o coração de Naruto e o deixava extremamente feliz e sem graça.As vezes Naruto assistia aos jogos com amigos ou amigas e quando isso acontecia ele corava dos pés a cabeça tirando gargalhadas de todos que estavam ali.

      Com os conversas e gestos, não tardou para que Naruto se visse apaixonado pelo mais velho. No inicio não aceitava, até tratara o Uchiha com um pouco de frieza, mas com o tempo e depois de longas conversas de madrugada com a melhora amiga, acabou aceitando esse fato e apenas curtia todos os momentos que podia quando ouvia a voz do outro.

      Eles haviam se visitado sempre que podia. No natal o Uzumaki ia até os Estados Unidos pra conhecer o inverno de uma cidade estrangeira. Conheceu alguns companheiros de Sasuke e aonde o outro morava. Fizeram um tour pela cidade e Naruto adorou conhecer o lugar.

      Sempre que podia, o Uchiha ia para Tóquio no aniversário do loiro, as vezes fazia surpresa e as vezes avisava com mais de dois meses de antecedência, mas nada que não deixasse o loiro com o coração acelerado por poder abraçar e sentir Sasuke mais de perto, matando a saudade amorosa, mesmo que em silêncio.

      Naruto não conseguiu sustentar nenhum relacionamento para esquecer seu melhor amigo, nunca conseguia ser levado a diante, sempre se lembrava dos olhos escuros e a pele clara, o dono de seu coração. Já Sasuke, teve algumas namoradas, mas nenhuma que levasse mais do que dois meses. Quando o Uchiha dizia que estava com uma nova paixão, o Uzumaki sentia seu coração apertar e a vontade de chorar o invadia em todo e qualquer momento que podia. Imaginar Sasuke nos braços de outra pessoa, doía.

      Ele sabia que não era saudável esse tipo de relação, mas se não podia parar, não o faria. Ele poderia apenas assistir o sorriso do outro de longe, pra ele aquilo passou a ser rotina, mas essa rotina o matava aos poucos.

      Sasuke estava cada vez melhor naquilo que fazia e os oponentes começaram a o temer mais e mais. Todas as bolas nos pés do Uchiha iam para a rede, não tinha mais volta. Haviam criado um monstro. E um monstro só pode ser parado com a morte e foi praticamente isso que aconteceu em um dos jogos.

      Naruto estava sentado no sofá como sempre, muito atento ao jogo. Usava a camisa com o número sete e o nome "Uchiha" estampado perto dos ombros. Mordia a unha sem conseguir conter seu nervosismo. O jogo estava muito acirrado, empatado, quem vencesse seria levado a outra etapa do campeonato. Sasuke já tinha feito um gol e um passe para outro. Porém quando estava prestes a fazer o seu segundo, o adversário pisou em seu joelho pela lateral fazendo com que o outro caísse no chão e gritasse de dor.

      Naruto não se conteve no sofá e se levantou rapidamente. Seu coração apertou e seus olhos se encheram de lágrimas. Não parecia que o Uchiha voltaria para o campo tão cedo, e quando viu a maca e o pessoal do pronto socorro chegando, o Uzumaki percebeu que o que havia acontecido era realmente grave.

      Todas as câmeras deram atenção para o jogador que saía do campo se contorcendo e agoniando. Era claro o que havia acontecido, pelas imagens dava para ver o joelho do outro quase que em um ângulo de cem graus. Mas do mesmo jeito, todas as pessoas do estádio se levantaram e aplaudiram o jogador honrado que foi dentro de campo enquanto o outro era levado.

      Naruto fechou os olhos rapidamente para não terminar de ver a cena. Desligou a televisão que já não o animava mais. Um nó se fez em sua garganta e a vontade de vomitar foi terrível, porém se conteve. A únicas coisas que não conseguiu controlar foram as lágrimas e o desespero.

      O loiro não conseguia dormir, não conseguia comer, estava deveras preocupado. Tentou ligar para o Uchiha mas ele nunca o atendia. Tentou ver nos noticiários se tinha algo sobre o outro e quando achou se chocou ainda mais.

      "O famoso jogador do Tennessee se aposenta após ter a notícia de não poder voltar para o campo."

      Naruto pegou o celular novamente, tentando ligar para Sasuke mas seu celular estava desligado novamente, deixando o loiro a beira do desespero.

      -Droga, Sasuke. Atende essa merda de celular.

      Já havia se passado duas semanas desde que o vira caído no gramado gritando. Ligou novamente e novamente. Quando o celular chamou mais de uma vez o Uzumaki congelou, a esperança de que o outro atendesse aumentou de zero para cem. E assim foi feito, o celular foi atendido.

      -Usuratonkashi!* - Sasuke saudou alegremente.

      Naruto congelou após ouvir a voz do mais velho do outro lado da linha.

      -S-Sasuke? - Perguntou receoso.

      -Quem mais seria, dobe*? - Perguntou impondo o apelido "carinhoso" que tinha dado para o loiro.

      -O que aconteceu? Porque não atendeu o celular? Ele quebrou? Porque pra mim essa é a opção mais aceitá...

      -Naruto cala a boca. Você está me dando dor de cabeça. -Zombou o outro.

      -Ora seu...

      -Seu o que? - Perguntou Sasuke quando percebeu que o outro não teria um xingamento para ele. A implicância dos dois era algo realmente surreal.

      -Não vou te responder isso, mas me responda! Você está bem? Eu li o noticiário e...- a campainha toca e Naruto bufa em frustração. - Espera um segundo, mas nem pense em desligar.

      Foi até a porta e a abriu. Sua boca secou, suas pernas tremeram e seu coração falhou uma batida para logo em seguida sair em disparada. Seus olhos se encheram de lágrimas e disse em um sussurro:

      -S-Sasuke... - Suspirando aliviado.

      -Vai ficar ai parado me olhando ou...- Naruto correu e apertou o Uchiha em um abraço apertado com um choro alto logo em seguida.

      Sentiu um aconchego em seu coração por poder tocar e abraçar o mais velho depois de tanto sofrimento e preocupação que sentiu durante essas duas semanas, quando não teve notícias do mesmo.

      -V-Você... - Naruto não conseguia falar direito, soluçava por causa do choro. - Você sabe o quanto me deixou preocupado depois de duas semanas sem saber o que tinha acontecido com você?

      Naruto se separou do Uchiha e começou a desferir socos no peitoral, agora musculoso, de Sasuke. O mais velho segurou as duas mãos de loiro o impedindo de lhe agredir novamente. Naruto apoiou a cabeça aonde desferia os socos e disse:

      -Eu fiquei tão preocupado...- Parou para poder regularizar sua respiração. - Tão preocupado. Merda Sasuke!

      Sasuke levou sua mão, que segurava a de Naruto, para o queixo do menor levantando seu rosto, a distância entre os rostos era mínima e quando o loiro olhou para os olhos negros começou a tremer. Sem mais delongas o Uchiha junta os lábios em um selo demorado.

      Naruto se assustou de primeira vista tendo o amor de sua vida o beijando de uma maneira tão inesperada. Sasuke, ainda segurando as mãos de Naruto, envolveu sua cintura o puxando para mais perto de si. Aprofundou o beijo que foi muito bem recebido pelo loiro. Se separaram pela falta de ar e então Sasuke disse:

      -Também senti sua falta, Dobe.

      E no frio daquela noite, os dois fizeram amor até Naruto ficar com as pernas bambas.

      Mesmo com 24 anos, Sasuke realmente se aposentou do futebol mas isso não o impediu de ajudar Naruto em sua loja. Os dois permaneceram no mesmo apartamento no qual não eram capaz de deixar.

      Itachi depois de saber da notícia que os dois estavam juntos comemorou e não pode esconder a agonia que tivera durante toda a adolescência dos dois. Dizia que sempre souber que o fim seria esse e não tinha mais jeito. O modo como Itachi falava arrancou risada dos dois.

      Passando-se mais três anos morando juntos, e então Sasuke finalmente pede Naruto em casamento, depois de um dia comum de vendas, pegando o loiro de surpresa. Não foi nada muito chamativo nem que causasse muito alvoroço envolvendo outras pessoas, foi do jeitinho do Sasuke. Não deixou de ser especial e para o loiro, foi um dos melhores pedidos de casamento que já presenciara, ainda mais sendo o seu próprio.

      Filhos? Talvez, mas ai, já é outra história.

27 de Febrero de 2018 a las 19:54 5 Reporte Insertar 21
Fin

Conoce al autor

Luh Hander Olá! Sou a Luhander, tenho uma conta no Social Spirit, porém como muitos dos autores de lá estão sendo banidos, preferi me prevenir e migrar para outro tipo de plataforma. Continuarei usando o Social até que algo aconteça, mas postarei aqui igualmente posto lá! Espero que gostem do que tenho a oferecer !

Comenta algo

Publica!
nia shonen nia shonen
Maravilhoso!
3 de Julio de 2018 a las 07:45
Way Borges Way Borges
Que fofo <3 mas eu bateria mais no Sasu... P**** duas semanas sem dá noticias, isso é cruel
29 de Marzo de 2018 a las 11:54

  • Luh Hander Luh Hander
    sim!! Enxia ele de palmadas!!! 30 de Marzo de 2018 a las 19:34
Alice Alamo Alice Alamo
Olá! Notei que sua história é uma fanfic e, portanto, está na categoria errada do site. Fanfics devem ser postadas na categoria Fanfiction e os gêneros como romance, poesia, lgbt, etc, devem ser postados nas tags ;) Para alterar, basta ir em Editar configurações da história, ok?
1 de Marzo de 2018 a las 10:02

  • Luh Hander Luh Hander
    ahhh muito obrigada 1 de Marzo de 2018 a las 10:32
~