Brilho Seguir historia

bluearai Blue Arai

Universo Alternativo, Drama, Romance. Yoon Bum passou por más experiências durante sua vida e elas o perseguem. Quando viu a oportunidade de recomeçar com a ajuda de seu amigo Seungbae, encontra uma pessoa que muda sua percepção sobre a vida. BumxSangwoo.


Fanfiction Sólo para mayores de 18.

#Suspense #Drama #Romance #LGBTQ #Gay #Yaoi #Brilho #Manhwa #BL #Universo Alternativo #KillingStalking #Killing Stalking
33
7.9mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Todos los domingos
tiempo de lectura
AA Compartir

Recomeço

 Malas prontas. Precisava da hora perfeita para fugir de casa. Seungbae disse que o estaria esperando na estação de trem Mokpo, do outro lado da cidade.

6:45h

Sabe onde está o dinheiro para o táxi. Esconde a mala em baixo do colchão úmido.

6:50h

Confere o endereço do terminal. De lá, compraria a passagem e partiria em um trem para Seul com seu melhor amigo, Seungbae. Pegariam o metrô até a estação Universidade da Coréia, onde ficaria. É bom repassar o plano.

6:55h

Se sentia mau por ter que roubar o dinheiro da avó, talvez o tio descontasse nela o fato de ter roubado e fugido. Mas não há o que fazer… está cansado, está esgotado, morto por dentro e quase morto por fora. Precisava partir.

7h

Ouviu as chaves. O tio saiu para trabalhar. Era a hora.

“Dinheiro em baixo do pote de açúcar. Mais um pouco dentro da gaveta de talheres. Algumas moedas na tigela de frutas. E…”

Alguns no guarda roupa do tio. Sentiu-se mau só de pensar em entrar naquele quarto que tanto sofreu e chorou, mas nunca implorou por piedade. Não… aquele ser não merecia receber um pedido de piedade. Precisava ser forte, precisa entrar naquele quarto e fingir que está tudo bem, como sempre.

Colocou a mão na maçaneta. Começara a tremer e suar frio. Lágrimas estavam nos fundos dos olhos, ameaçando brotar. É como se estivesse entrando novamente em seus pesadelos.

Tomou coragem. Entrou rápido, porém em silêncio, e seus movimentos foram roboticamente para o guarda-roupa, no qual encontrou o dinheiro, e saiu.

Não teve jeito. Chorou. E sabia que aquelas não seriam as últimas lágrimas. Pegou sua mala, e se assegurou que o dinheiro estava guardado. Demorou mais que o esperado, mas garantiu que suas coisas estavam em ordem.

Pegou seu celular ultrapassado de tela rachada, que com a pouca memória livre que tinha e o wi-fi utilizado do vizinho sem que saiba, chamou um táxi. Chegaria em 2 minutos.

Foi para a frente da casa, sentindo uma sombra o amedrontando e mandando desistir. Mandando ficar, que deveria entender o lado da sua avó e de seu tio doentio. Que era um fracassado, deveria voltar e deitar em sua cama que era o melhor a se fazer ao invés de sair e viver.

Tremeu. Secou as lágrimas. Lembrou-se das palavras de Seungbae…

“Bum, você pode recomeçar. Não deixe isso te vencer. Eu vou te ajudar.”

Se agarrou àquelas palavras do amigo que lhe deram uma gota de esperança. A ansiedade diminuindo em seu peito, sendo substituído por um novo sentimento: recomeço.

7:45h

Saiu de casa. Entrou no táxi. Rumo à uma nova chance.

27 de Febrero de 2018 a las 01:58 0 Reporte Insertar 3
Leer el siguiente capítulo Sábado, às 15h33

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 25 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión