O Verde dos Teus Olhos Seguir historia

way_borges229

Todos merecem uma segunda chance? As pessoas podem mudar? Sou capaz de perdoar aquele que tanto me magoou? Um amor pode ser esquecido? Depois de Sasuke Uchiha ganhar a sua liberdade condicional, essas são as dúvidas que insistem em martelar na cabeça da jovem Anbu Sakura Haruno.


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18. © Naruto e seus derivados pertencem ao Kishimoto, porém a história é inteirinha minha. Capa editada por mim - créditos da imagem ao(s) autor(es).

#fanfic naruto #fanfic #sakura #sasusaku #way_borges229 #sasuke #naruto #anime #drama #romance
10
8.1mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

O Falcão e a Cerejeira

O todo poderoso Falcão, não são as grades de uma gaiola que o prende, não vê Poderoso Falcão, que vives enjaulado por suas escolhas.

Voe Poderoso Falcão, suas asas não estão quebradas.

♦♦

Sasuke

Sou o único sobrevivente do clã Uchiha, e meu nome é Sasuke, não consigo acreditar que vou sair da prisão, depois de 3 anos nesse inferno, é um alívio saber que ganharia liberdade condicional. Acho que de tanto o Naruto perturbar a Hokage, ela resolveu me deixa livre, e ter contribuída para a vitória da Forças Aliadas Shinobi também deve ter ajudado.

Mal podia me mexer, meus poderes oculares foram selados, fiquei sem enxergar as coisas ao meu redor, e o silêncio da sela era mais barulhento que o Naruto. Sentia medo de falar e não conseguir escutar a minha própria voz. Ainda tinha que suportar os longos interrogatórios, a tortura psicológicas, a comida racionada (só o suficiente para me manter vivo), o mofo, a umidade, todos esses fatores me debilitou fisicamente e também afetaram o meu psicológico.

Receber as visitas constantes do Naruto, me ajudou a não enlouquecer perdido em meus pensamentos, toda a sua falação desenfreada era um alívio para a minha dor. Nunca irei admitir isso em voz alta, mas ouvir a voz estridente e irritante do Naruto me dava esperança, as suas visitas me faziam lembrar que ainda estava vivo.

Eu não consigo entender como, depois de tudo que fiz, ele ainda é meu amigo? Ele foi à única pessoa do meu passado que ia me visitar na prisão, nem mesmo a Sakura que vivia me fazendo juras de amor eterno foi me visitar. Mas eu os entendo quem quer ser amigo de um ex-Nukenin que tentou cortar todos os seus laços com as pessoas? Acima de todos, eu entendo a Sakura, tentei matá-la diversas vezes e se não fosse o Naruto e o Kakashi, com certeza teria conseguido, a magoei de todas as formas possível.

Todo o tempo que passei preso me fez repensar as minhas atitudes, percebi o quanto estava desonrando o sacrifício que meu irmão fez por mim e Konoha. Abdiquei do meu futuro e felicidade para cumprir o meu destino como vingador pela tragédia de minha família, alimentei meu ódio e não deixei espaço para mais nada, fiquei cego com a minha dor e não notei o que meu irmão só queria proteger a vila e a mim. Ele sacrificou o nosso clã, sua honra e sua carne para me dá uma chance de viver.

Minha vingança contra Itachi não me fez “feliz”, eu matei o meu irmão e isso só tornou minha vida mais infeliz. Hoje vivo apenas com as lembranças de tudo que deixei para trás por causa do ódio, das amizades perdidas, da confiança quebrada e do amor que recusei a receber.

O meu sono e assombrado por pesadelos, estou doente, sem um objetivo, sem esperanças, só existe um grande vazio. Hoje sou capaz de reconhecer que devia ter escutado o conselho do Kakashi e esquecido a minha vingança, se eu tivesse feito isso, tudo seria diferente. Ele sempre esteve certo, tudo que a vingança apenas me trouxe infelicidade e aumentou a minha solidão.

Apesar da vigilância constante de um Anbu, ter a minha herança confiscada, ter que provar a minha lealdade à aldeia, e dos serviços comunitários que terei que prestar, é muito bom saber que ficarei livre. Ganhei uma segunda chance, vou aproveitar essa oportunidade, vou recomeçar. Não prometo que mudarei meu jeito, mas vou tentar ser mais aberto sobre meus sentimentos, tentarei juntar os cacos da minha alma e tentar ser digno da amizade do Naruto, e quem sabe também a amizade da Sakura.

↪⚜↩

Pobre Cerejeira ressentida que tem o coração magoado e a alma ferida, que não vê nada para o futuro, e que o passado ainda está a castigar, apenas aguardando o momento em que sua dor irá passar.

♦♦

Sakura

Meu nome é Sakura Haruno, tenho 20 anos, não me considero bonita, mas também não me considero feia, digamos que estou na média, tenho o corpo malhado, coxas grossas, bumbum arrebitado, cintura bem marcada me proporcionando um corpo curvilíneo, meus seios médios e tenho longos​ cabelos​ rosa-de-rosa. Há cerca de um ano e meio faço parte da Anbu, no tempo que tenho entre uma missão é outra, dividido entre o meu trabalho no hospital de Konoha e o treino das minhas habilidades.

Sou especialista no manuseio de senbons, que são grandes agulhas de metal, e pode ser tanto lançada como usada em combates corpo-a-corpo. Pode ser uma arma mortal, já que se atingir um órgão vital, a pessoa morre, pois são muito compridas. Também sou muito boa com venenos, todas as minhas armas possuem algum tipo de veneno, que vão dos que simplesmente paralisa a vítima, aos que levam a morte eminente.

Hoje, eu não estou de bom humor, perdi as contas de quantas árvores já derrubei, e o motivo de toda a minha raiva tem o nome de Sasuke Uchiha.

Desde que ele saiu da vila, buscando poder para vingar o assassinato de todo o seu clã, ele tem sido o causador da maioria das minhas dores e frustrações.

Em uma das missões que eu e o Naruto fizemos para trazê-lo de volta para casa, meus pais foram assinados por um trio de ladrões, desde esse dia, eu consegui entender a dor, o vazio e a solidão que ele sentia e isso me fez ter ainda mais vontade de ajudá-lo, mas ele não permitiu ser ajudado e se afundou ainda mais nas trevas que o rodeava.

Tivemos alguns encontros ao longo desses anos, em todos, ele tentou matar a mim e ao Naruto. Em um desses encontros desastrosos, logo depois que ele matou Danzou, decidi que a melhor maneira de tirá-lo da escuridão que lhe cercava era a morte, mas infelizmente, por ainda o amar, eu não consegui e se não fosse o Naruto e o Kakashi-sensei ele teria conseguido me matar. Depois desse dia, decidi que nunca mais iria me deixar levar pelos meus sentimentos, iria aprender a escondê-los e controlá-los.

A última vez que nós vimos foi na Quarta Guerra Mundial Ninja, quando o Naruto me pediu para salvar a sua vida. Ele resolveu ajudar a Forças Aliadas Shinobi na luta contra a organização Akatsuki e o seu líder Madara Uchiha, mas acabou gravemente ferido, com muito esforço consegui salvar a sua vida, mas ele acabou perdendo o braço esquerdo.

Depois de passar três anos preso, a minha mestra e Hokage Tsunade-sama, resolve lhe dá liberdade condicional e me designar para vigia-lo e restaurar a sua saúde, mesmo sabendo de tudo que sofri por causa dele, ela designou a mim essa missão. Não consigo nem expressar o quanto isso me deixou com raiva e frustrada, quando finalmente, estava me livrando dele, ele volta a fazer parte da minha vida. Mas dessa vez será diferente, não sou mais aquela menina boba e apaixonada de antes, que só sabia chorar, eu cresci, não tenho mais medo de suas grosserias e da frieza em seu olhar, eu me tornei mais forte. Se ele vacilar, tenta nos trair de novo, desta vez não irei fraquejar, não me deixarei ser guiada pelas minhas emoções, farei o que for necessário para detê-lo, mesmo que isso signifique MATÁ-LO!

25 de Febrero de 2018 a las 01:24 0 Reporte Insertar 1
Leer el siguiente capítulo Liberdade

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 38 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión