silva-pacheco1589114879 Silva Pacheco

Dois investigadores da DJD procuram um tal detetive perticular, cuja meticulosidade e inteligência são tidas como incomparáveis. Parece fácil achar ele. Mas as aparências enganam...


Cuento Todo público.

#policial #conto #mulher #detetive-particular #introdução-a-personagem #pitoresco
1
2.1mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Não se deixe levar pelas aparências

Dois homens subiram os lances de escadas. A sala que procuravam ficava ao final do corredor, uma porta de madeira com detalhe em vidro, sob o qual se lia “DETETIVE PINTO: INVESTIGAÇÕES PARTICULARES”.


Um deles bateu na porta. E logo ouviu uma singela voz feminina:


- Um minuto.


Bem menos de um minuto, abriu-se a porta. Eles não puderam deixar de notar a beleza da moça branca, de cabelos negros curtos, sob um vestido vermelho de orla babada e cintura marcada. Ela abrira a porta, com um sorriso juvenil e espontâneo ao rosto.


- Bom dia senhorita. Gostaríamos de falar com o Detetive Pinto – disse o homem negro, guardando o cartão com o endereço no bolso de seu alinhado terno cáqui.


Era o mesmo homem que batera na porta.


- Ah sim, por aqui senhores – respondeu a mulher, fazendo entrar aquele homem e seu chamativo companheiro de brilhantina no cabelo e flor exibida no bolso do colete.


A jovem tomou o bloco de notas sobre a mesa da recepção. Anotou algo e, depois, recolocou o bloco do lado do telefone. Pacientemente os homens esperavam a moça, enquanto ela pegou algumas fichas que estavam sobre a mesa, desarrumadas. Com as fichas junto ao peito, ela se dirigiu a porta logo ao lado. Abrindo-a com um empurrãozinho de quadril, estendeu uma das mão, vestidas de luvinhas brancas de passeio, para que os homens entrassem da recepção ao escritório.


Os dois passaram os olhos por toda a sala. Pintado, impecavelmente limpo e organizado, respeitável biblioteca e uma placa de ouro com o nome “Detetive Pinto” gravado sob a mesa. Ao lado da janela, que ficava atrás da mesa, eles viram o diploma de curso de detetive, emitido pelo FBI.


A mulher entrou depois deles. – Sentem-se, por favor – pediu ela.


Eles o fizeram.


Ela também, caminhando para trás da mesa, puxando a cadeira para frente e colocando os papéis que havia pego na recepção diante de si.


- Então senhores. No que posso ajudá-los? – perguntou a Detetive Pinto.

16 de Enero de 2023 a las 19:42 2 Reporte Insertar Seguir historia
1
Fin

Conoce al autor

Silva Pacheco Sou um historiador e cientista das religiões apaixonado pelo processod e crianção de personagens e de contar histórias dos mais variados temas.

Comenta algo

Publica!
Wesley Deniel Wesley Deniel
E aposto que a Detetive Pinto é muito mais sagaz que muitos Arapongas com seus coletes de tweed chapéus fedora e cigarro atrás da orelha. Já começou surpreendendo a mim. 😄 Parabéns, amigo ! É sempre uma satisfação. 😊
January 17, 2023, 11:15

  • Silva Pacheco Silva Pacheco
    Eu que agradeço! rsrs vai ter mais dela. January 23, 2023, 14:39
~