silva-pacheco1589114879 Silva Pacheco

Após Sansão destruir o Grande Templo de Dagom, Dalila desapareceu. Tempos depois, surgiu como a líder de um grupo de assassinos, atuando nas vulneráveis cidades israelitas. Como? Por qual razão? Devemos esperar respostas?


Cuento No para niños menores de 13.

#Dalila #assassina #bíblico #ficçãohistórica #provocador #intrigante
Cuento corto
1
1.6mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

O Destino de Dalila

Todos sabem que Sansão destruiu o Grande Templo de Dagom em Gaza, matando, ao custo de sua própria vida, os arrogantes príncipes filisteus.


O que ninguém lembra é dos soldados e comerciantes que sobreviveram, por estarem fora do santuário. Temerosos da ira dos israelitas, ele queriam reerguer suas fervilhantes cidades, estavam sedentos de vingança.

E não tiveram dúvidas a quem recorrer naquele momento periclitante.


Dalila, a heroina que derrotou o invencível Sansão, não era mulher de revelar seus segredos. Os filisteus apenas se admiravam de como aquela mulher era hábil ao lidar com os monoteístas santarrões dos hebreus. O que ela sabia era que os israelitas arrotavam superioridade moral, mas não resistiam às pernas pelas fendas dos vestidos e aos seios volumando nos decotes. Conquanto mantivessem sua promiscuidade sexual em sigilo, não ameaçando seu status, deles se obtia o que bem se entendia.


Este segredo, ela jamais revelou. Primeiro porque o mistério era a única roupa da qual ela nunca se despia. Segundo, porque, se isso é um segredo, o é apenas para os alienados...

Assim, os experientes soldados trocaram suas armaduras por trajes de beduínos e mantos com capuz. Entravam nas cidades e aldeias israelitas por vários caminhos, como meros transeuntes, encontrando-se com Dalila na taverna local. Lá, encontravam capitães, sacerdotes e comerciantes israelitas, rendidos, prontos para serem sequestrados ou mortos. Isso se Dalila já não os tivesse matado com suas tesouras e adagas, eventualmente esvoaçando pela janela como uma sombra.

E alguém certa feita perguntou: por que Dalila lidera estes bandos assassinos atrás das linhas inimigas? Obviamente, ela nunca se explicou. Seria patriotismo filisteu? Não muito...sempre fora tratada pelos homens de sua nação como uma rameira, embora, uma rameira de luxo.

Dinheiro? Ah sim...os comerciantes filisteus, e também os israelitas, garantiram-lhe uma vida de rainha, que não teria se espetasse suas mãos trabalhando nas tecelagens de Gaza, ou queimasse sua delicada pele nas lavouras de Soreque.

Ódio aos israelitas? Uma mulher como Dalila não permitia que se conhecesse tão profundamente os sentimentos de seu coração.

Mas, se os filisteus a chamavam de vagabunda, muito pior os israelitas, que diziam que ela, e todas como ela, eram vagabundas, imundas, malditas e bruxas. E, se os filisteus ao menos davam-lhe moedas, os israelitas, prontos estavam para tacarem-lhe pedras.



28 de Diciembre de 2022 a las 15:47 0 Reporte Insertar Seguir historia
0
Fin

Conoce al autor

Silva Pacheco Sou um historiador e cientista das religiões apaixonado pelo processod e crianção de personagens e de contar histórias dos mais variados temas.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~