lindemberguefirmino Francisco Lindemberg Firmino

A irresponsabilidade de Donn causou a morte de seus país idosos,e agora,sozinho numa casa e tendo que lidar com a solidão,com contas e aluguel,o mesmo decide procurar emprego,onde mais tarde seria aceito em uma transportadora de soja.Porém,em seu primeiro dia de viajem à trabalho,algo terrível acontece na estrada,seu medo e sua falta de coragem faz Donn viver muitos e muitos dias dentro da cabine de um caminhão,no meio de uma estrada completamente deserta e com aparições e eventos sobrenaturais que ninguém conseguiria explicar.


Suspenso/Misterio No para niños menores de 13.

#]
1
2.4mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Todos los días
tiempo de lectura
AA Compartir

Acorde Para a Vida ou Morra Dormindo

Donn levava uma vida completamente despreocupado,vivia com seus pais que já estavam velhos,a sra Rosy,de 75 anos,e o sr Gilbert de 83 anos de idade.Eles dependiam de varios medicamentos para poder viver,e claro,tanto Donn como seus pais viviam de aposentadoria.Donn não trabalhava,até procurava,mas quando achava não demorava muito para ser despedido por conta das faltas e das indisciplinas.

Em uma noite de festas que estava acontecendo em Oveen City,Donn resolveu sair e irresponsavelmente acabou deixando seus pais sozinhos,Eles estavam debilitados,deixá-los sozinhos naquela situação era algo desumano.Enquanto Donn bebia e farriava pela cidade,seus país estavam em risco,pois Donn havia esquecido de lhes dar seus remédios.

infelizmente seus pais faleceram,e tudo por conta da irresponsabilidade de Donn que ao chegar em casa,se deparou com viaturas e ambulâncias.Confuso,e completamente bêbado,se aproximou lentamente de casa,e ao chegar bem perto,um policial lhe deu a notícia de forma bem dura e sem rodeios,pois de longe já imaginava o tipo de homem que estava a sua frente.

-É o senhor Donn Gilbert?-Pergunta o policial.

-Sou eu mesmo,por que?-Responde Donn.

-Infelizmente seus pais morreram?Algum babaca esqueceu os seus medicamentos.-Disse o policial com um tom de indignação.

Com um deboche estampado no rosto mais ao mesmo tempo com uma expressão de preocupação,Donn simplesmente virou as costa para os policiais e subiu as escadas em direção ao seu quarto dizendo:

-Quando acabarem tudo,fechem a porta.-Disse Donn.

Passando alguns dias após a morte de seus pais, alguém bate à porta de Donn.Era o senhorio da casa,querendo o pagamento do aluguel que já estava atrasado há dias.Donn então levanta e vai em direção a porta para abri-la.

-"Tô indo",espera um minuto aí,tenha calma."-Disse Donn.

Ao abrir a porta,e vendo que a pessoa que estava batendo era o senhorio,Donn já avisa que não tinha dinheiro e que não poderia fazer nada.Mas o senhorio estava bastante irritado e queria à todo custo o seu pagamento.

-Escute Donn,eu já lhe dei muitos dias,mas agora eu preciso imediatamente desse dinheiro,ou caso contrário você terá que arrumar outro lugar pra morar.-Disse o senhorio bastante irritado.

-O senhor devia ter mais um pouco de piedade, não faz nem um mês que perdi meus...-Donn é interrompido por Senhorio.

-Escute, eu tinha bastante admiração pelos seus pais, simplesmente por terem aguentado tanto tempo um filho tão folgado como você.-Diz o senhorio.

-Me dá mais uns dias sr. caio,prometo que vou arrumar trabalho e acertar as contas com você.-Diz Donn já com um tom de desespero.

-Tudo bem,pelo carinho que eu tinha pelos seus pais eu vou te dar mais alguns dias,mas depois disso,RUA!!!-Diz o senhorio bastante irritado.

Diante dessa situação,tendo que lidar com contas de luz, água,comida e ainda aluguel,Donn tinha que arrumar um emprego, tinha que tomar um rumo,ou então teria que morar na rua tendo um destino triste.

12 de Mayo de 2022 a las 14:10 2 Reporte Insertar Seguir historia
2
Leer el siguiente capítulo Um recomeço?

Comenta algo

Publica!
AV Ana Vitória Mireno De Souza
Ansiosa pelo próximo capítulo ☺
April 29, 2022, 02:05

~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 2 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión