Short tale
0
1.3k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Cupnoodles de Churrasco

Que se foda a lei dos homens, que se foda O Homem, porque não há tribunal nessa terra que me faça aceitar quieto o veredito desse coração fodido, essa máxima de que se não for tudo quero é nada, porque eu quero. Eu quero qualquer coisa, eu aceito feliz o sexo, mesmo que torto, errado, alheio à vontade alheia. Eu quero repetidas vezes explodir em impactos variados derivados de fúria e descontrole, e mais vezes ainda refazer-me em remorso e constrangimento. Eu quero, de verdade, copiar, decalcar em mim o teu tão criticado sentimento plagiado. Amor. Eu quero mais SIM do que "mais tarde", "talvez", que sempre culminam num morno "dessa vez não", eu quero finalmente desatar o amontoado de nós na minha garganta, deixar correr águas e berros, eu quero ser humano, porra! Eu quero carne, eu quero sentir na minha carne e não em projeções nubladas baseadas em incertezas, eu quero carregar em mim rugas e cicatrizes, eu quero carregar em mim a certeza de que vivi. . .
Feb. 7, 2020, 5:52 p.m. 0 Report Embed 2
The End

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~