4x4 - Os quatro mestres Follow story

jace_beleren Lucas Vitoriano

Muitos séculos antes de Aang nasceu Mihuriko. Nascida e criada na nação do fogo ele era uma avatar dedicada e comprometida com sua missão de tornar o mundo um lugar melhor no entanto uma tragédia a faz questionar seus princípios morais e tomar um caminho adverso do que esperavam dela. Mihuriko perdeu toda sua confiança no mundo, ela não acredita mais que o mundo precise ser protegido pois ele é cruel e injusto. A avatar deseja com seu poder descarregar sua ira contra aquele mundo cruel que apenas machuca e fere a todos. Diante disso ira enfrentar sues quatro mestres que, de maneiras diferentes, reagirão a mudança da moça e tentarão para-la e convence-la a mudar de ideia.


Fanfiction Anime/Manga Not for children under 13.

#avatar
0
818 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Prologo

O Avatar é a ponte entre os dois mundos. Mihuriko cresceu ouvindo essas palavras. Viveu por causa delas. Fora retirada de sua casa por causa dessa “verdade” do seu “dever”. Por dez anos treinara nas quatro nações para aprimorar sua dobradura de todos os elementos. Primeiro aprendeu a dominar o fogo, elemento do seu reino de origem. Fora um treinamento árduo, mas desde cedo ela descobriu que esse era o elemento que nascera para dobrar.

O treinamento da dobradura de terra foi o seguinte, Mihuriko viajara para Omashu treinar junto com os melhores e mais eficientes dobradores de terra. O reino da terra encantara Mihuriko com sua arquitetura e seus meios práticos de transporte. Fora lá também que tivera seu primeiro amor, uma relação que existira mais na sua cabeça do que na realidade, mas como poderia ser diferente para uma garota de apenas treze anos?

Com os nômades do ar Mihuriko aprendeu a controlar suas emoções e a sentir os sussurros da natureza ao seu redor, um conhecimento valioso que a fez despertar para seus poderes espirituais e entrar pela primeira vez no modo avatar. A calma e a temperança que os nômades do ar a ensinaram a ter fora especialmente útil na sua dobradura de fogo, aprendera a controlar melhor as chamas, e, foi nos últimos messes com os nômades do ar que desenvolvera a dobradura do trovão, considerada por muitos o nível máximo da dobradura de fogo.

O treinamento final de Mihuriko fora na tribo da água do sul. O clima frio e a paisagem constante de neve era completamente diferente de sua nação natal. Dobrar a água fora um grande desafio, por isso os anciões que conduziram seu treinamento decidiram que este seria o último elemento que ela deveria dominar. Por nascer para dobrar o fogo, entrar em harmonia com seu inverso, a água, era muito mais difícil, mas a avatar passou nesse teste como havia passado em todos os testes anteriores.

Aos vinte anos por fim ela dominava com maestria todos os elementos. Mihuriko era a promessa para um mundo melhor e mais unido. Uma avatar com um talento nunca antes visto. Todos esperavam que durante sua vida o mundo conheceria um grande progresso e uma grande paz.

Mas não era um mundo assim que Mihuriko queria. Enquanto treinava para ser uma avatar melhor para o mundo seus pais morreram em um ataque de bandidos do reino da terra que haviam entrado ilegalmente na nação do fogo. Do que adiantava ser uma avatar poderosa se nem sequer conseguia proteger as pessoas que lhe eram mais queridas?

Tudo isso passou na mente de Mihuriko como um filme. A avatar afastou uma das mechas de seu cabelo que encobriam seu rosto e disse para si mesma... ou simplesmente para todo mundo.

- Eu faço o meu destino... – disse a Avatar sentada em sua cama no templo do fogo. Ao longe, pela janela, observava o céu escuro e inúmeras chamas que ardiam em archotes. Na área exterior do templo, no pátio de treinamento de dobra de fogo. Dois jovens, um moço e uma moça treinavam lançando e redirecionando esferas de fogo.

Abrindo a palma da mão Mihuriko criou uma pequena chama. As labaredas iluminaram-na parcialmente permitindo visualizar seu rosto. Usava um manto vermelho escuro, a pele era branca, longos e despenteados cabelos negros desciam de forma desarrumada ate a altura de sua cintura. A luz das chamas iluminava apenas o lado esquerdo de seu rosto, deixando o direito imerso em escuridão dando-lhe uma aparência macabra e assustadora.

- Amadores... – disse com desdém fitando os dois dobradores de fogo. A forma como dobravam era patética, uma brincadeira, um esporte, apenas um jogo infantil praticado por duas crianças inexperientes.

Mihuriko saiu de seu quarto sem se importar em responder os monges do templo do fogo que a saudavam no caminho. Seguiu com um destino claro e uma ideia em mente. Percorreu os amplos corredores do templo do fogo. Abriu a porta principal do templo saindo no pátio e sendo recebida com a brisa quente da noite. O ar ali era sempre quente. Ela sempre gostara disso.

O casal que Mihuriko havia visto treinando anteriormente se espantou com sua presença. Os dois se viraram interrompendo o treino. O moço tinha cabelos longos presos e se vestia de forma elegante, roupas de nobre. Já a moça também era da mesma posição social, mas não se vestia de forma tão formal. Usava uma roupa curta deixando ombros e braços a mostra, era uma vestimenta mais confortável para lutas, os cabelos da jovem eram castanhos escuros, longos. Ambos aparentavam ser da mesma idade da Avatar.

- Mihuriko – cumprimentou o moço aproximando-se.

A moça também se aproximou, mas parou a alguma distancia, ficando um pouco atrás do seu companheiro. Mihuriko olhou para os dois com desprezo.

- Estavam treinando dobra de fogo, acham que estão bem preparados? – perguntou com um tom serio.

Os dois se entreolharam confusos. Voltaram a olhar para a Avatar ainda sem entender o sentido da pergunta, foi a moça quem primeiro falou.

- Preparados para uma guerra? – perguntou lentamente em tom de duvida – a nação do fogo não enfrenta uma grande guerra a décadas, temos alguns conflitos internos aqui e ali como a senhorita sabe. Como a tentativa de golpe de estado de Maotsen, em 1243, mas ele foi detido pelos generais do senhor do fogo, você nem mesmo precisou intervir – ela se calou sem jeito apressando-se em se corrigir – quero dizer, a outra você, a você antes de você... – atrapalhou-se ainda mais – Avatar Tsurt, do reino da terra.

Mihuriko fechou os olhos demoradamente cansada de fitar aqueles dobradores patéticos. Esse é o futuro da nação do fogo? pensou com desprezo e decepção.

- Não, não estão preparados – respondeu ainda de olhos fechados – foi por ter soldados como vocês que os bandidos que mataram meus pais conseguiram fugir e nunca foram capturados.

Abriu os olhos rapidamente, um olhar de selvageria calma estava em seu rosto. Teve tempo de ver o olhar de espanto e pavor dos dois. Eles perceberam o que viria a seguir, começaram a dobra de fogo, mas Mihuriko moveu apenas uma das mãos fazendo um arco no ar lançando uma onda de chamas que cresceu queimando tudo em seu caminho inclusive os dois em menos de um segundo.

Quando as chamas cessaram a área de treinamento estava parcialmente destruída. Algumas chamas queimavam ainda, restos da pequena demonstração de poder da Avatar. Os dois jovens estavam estirados no chão, gemendo com o corpo coberto de queimaduras. Mihuriko caminhou calmamente, o moço se levantou com esforço, tentou disparar uma labareda, mas a Avatar já sabia a preparação para uma dobradura de fogo muito antes de ser feita. Com um chute levantou uma grade pedra do chão que acertou-o fazendo cair mais uma vez. Ele não mais levantou.

Caminhou em direção a moça. Ela estava muito machucada, mas ainda consciente. Mihuriko se agachou ajoelhando-se ao lado dela, e, segurando os cabelos da dobradora a ergueu com apenas uma mão.

- Diga ao Tsao Meing que eu irei ate ele. E quando o encontrar o mostrarei porque costumam dizer que o fogo é um elemento que traz nada além da pura destruição.

Não esperou uma resposta, largou a garota e seguiu em frente. A mensagem seria dada. O mundo a havia criado como a mais talentosa dentro os avatars, estava na hora dela mostrar ao mundo o qual perigoso fora esse erro.

Dec. 1, 2019, 12:01 a.m. 0 Report Embed 0
Read next chapter Mestre do fogo

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 5 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!