Omega Tardio Follow story

ya-young1554031536 Ya Young

Gaara Sabaku o Kazekage da aldeia da folha esconde um enorme segredo... Ele é um ômega.


Fanfiction Anime/Manga Not for children under 13.

#naruto #gaalee #leegaa #a-b-o
Short tale
1
2166 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Destiny

Aviso: Este é meu primeiro A.B.O então não sei se as regras estão certas, só quis testar meu nível de conhecimento sobre esse universo, espero que gostem >.<

🅰🅱🅾

Sala do Hokage aldeia da folha.

– Sabe que terá que ficar alguns dias por lá, isso não vai atrapalhar seu mau relacionamento com Gaara. - Naruto ria olhando a figura de Lee, reclinou a cadeira esperando uma resposta do amigo.

– E eu tenho escolha senhor Hokage? - Lee questionava

– Mandaria Shino ou Kiba, mas os dois já foram para a aldeia do som.

– Bom Gaara que aguente esse alfa lindo que sou, partirei cedo pela manhã.

Lee saiu dando espaço para Sakura entrar, caminhou para longe da vila não gostava nenhum pouco de se encontrar com Gaara, não gostava de lembrar de sua luta quando criança que quase o derrotou, mas em um movimento superior perdeu para Gaara e quase foi morto.

Respirou fundo olhando o céu escuro e cheio de estrelas partiria pela manhã, para ajudar nas formalidades entre as duas aldeias, Naruto não podia ir sua Omega necessitava dele. Dois alfas em conjunto, dois rivais isso só podia ser uma briga anunciada.

Sunagakure no Sato, um dia antes.

Gaara se esticava na cama olhando o beta caído ao chão, seu cio acabara e seu mau humor voltou com força total, se sentou olhando o sol iluminando o horizonte e invadia os pequenos espaços da cortina criando desenhos no chão.

O corpo magro se moveu até o banheiro precisava limpar seu corpo, entrou no chuveiro e não sairia dali tão cedo se não fosse Kankuro entrar e já o lembrar de seus deveres de Kazekage.

- Mau me livro dessa maldição, você já esta me arrastando para algum lugar. - olhou o irmão irritado.

Pela regra seria Kankuro quem assumiria o lugar de Kazekage, lugar de alfas fortes, mas Gaara foi jogado nesse lugar, imposto a ele estar ali, nascera pensando ser um alfa continuou assim até o primeiro cio meio tardio todos tinham la pelos 15 o seu veio aos 17, teve que esconder seu gênero para assumir o posto mais alto na aldeia o de Kazekage. Kankuro não assumiria e não tinha outro alfa para esse posto, sobrou ao falso alfa estar ali.

– Não tenho nem um dia para me repor?

– Não me culpe seu cio esta fora de controle, já tínhamos marcado uma reunião com Naruto.

Ta ai um alfa com A maiúsculo sofreu quando pequeno, mas se levantou igualando seu status com sua maldição; para Gaara tudo dessa classificação idiota que Kami impôs aos humanos era maldição não via nada que pudesse melhorar seu pensamento. Vinha de uma ômega que teve uma beta, um alfa e ele um ômega, o falso alfa para as aldeias.

– Será bom rever Naruto.

– Não se iluda meu irmão ele é um belo alfa, mas bem ligada a sua ômega. - Temari adentrava o banheiro.

Gaara apenas pendeu a cabeça para trás deixando a água quente escorrer, teria compromissos inadiáveis com o loiro, desligou o chuveiro se vendo sozinho no banheiro, enrolou o corpo na toalha e caminhou até a varanda, o vento quente ajudava a secar seu corpo desnudo, alem de afagar os fios finos de seu cabelo cor de rubi.

Suas orbes miravam a lua, logo estaria em reunião com Naruto e isso seria um alivio na vida do Kazekage.

Manhã da reunião

Gaara entrou furioso em sua sala, ouvira de Temari que era Lee o estranho da aldeia da folha que estava o esperando e não seu amigo e paixonite Naruto Uzumaki.

– Por que foi você que veio? Não sabia Naruto que um dos seus clones podia vir bugado. - rosnava como um animal se aproximando do outro.

– Fazendo piada logo cedo senhor Kazekage? Não sei o motivo, mas Naruto me enviou. - Lee deu dois passos para trás quando um aroma que lembrava café recém passado invadiu seu olfato.

– Não tenho assuntos com você, pode voltar agora mesmo.

Gaara estava tão furioso ao ver o alfa que quase o derrotará ali que não notara que seu corpo reagia ao corpo a sua frente. Seu aroma começava a se espalhar pelo ambiente, seu anus se lubrificava, escorria pelo tecido esperando ser do alfa.

– Não, não pode ser. - se praguejou ao tomar noção da cena que rolava. Deu dois passos para trás batendo o corpo na parede. - Kanku... - tentou chamar o irmão, mas sua voz parecia o miado de um gato manhoso.

Lee sentia a cabeça rodando, entorpecido pelo aroma do ômega a sua frente, seus olhos fixos no chão segurando ao maximo seu instinto de voar no mais velho e se perder naquele ser.

Caminhou para fora da sala do Kazekage tentando chamar por ajuda, achou Temari discutindo com outra moça, não deu tempo nem dela respirar jogou o corpo sobre o ombro e correu como pode para a sala novamente.

– Gaara. - foi só isso que ouviu, saiu dali tentado ir o mais longe possível.

Lee caminho até umas pequenas dunas, queria rir, como um cara forte e temido podia ronronar feito um gatinho no cio? Como a aldeia da areia conhecida por sua lei de todo Kazekage ser Alfa podia estar com um ômega, ômega, ômega...

Gaara e um ômega, de cabelos cor rubi, olhos jade boca rosada.

– Não, não pode ser ele, eu. Não acredito nessa coisa de "Destinados" – podia não acreditar, mas seu corpo queimava longe do outro, senti necessidade de estar com o outro, de se afundar e tomá-lo para si.

Kankuro se aproximou de Lee precisava o advertir sobre o segredo de Gaara, pedir- lhe o implorar para não contar a ninguém.

– Por favor, não espalhe isso eu te imploro, ele só esta lá por causa de mim, eu nunca assumiria aquele posto, nem havia outro alfa tão bom como aquele ômega tardio. - Kankuro soltava tudo no ar. – Sabe muito bem como ele é, conhece o pesadelo que ele foi, viu horror de entrar no caminho daquele ômega, ele acreditava ser um alfa até ter seu primeiro cio tardio, jogando seus sonhos por água abaixo...

– Só me responda uma coisa? - Lee cortou Kankuro, nada do que o outro disse foi ouvido, o barulho do seu coração acelerado atrapalhou tudo. – Ele não tem um alfa? Não é marcado? - Kankuro confirmou com a cabeça. – Sei que lendas sobre destinos de alfa e Omega são ditos pelos mais velhos e acredite eu nunca acreditei, mas hoje sentindo o aroma dele o vendo com outros olhos eu entendi que ele é meu.

Kankuro encarou o alfa a sua frente, pensou ter ouvido errado Rock Lee o alfa estranho da vila da folha dizia ser o destinado do seu irmão. Lee só podia querer morrer, mesmo sabendo que Gaara e um omega o irmão nunca que aceitaria o ninja que vislumbrava o horizonte ali ao seu lado.

Temari apareceu correndo, pálida e muito machucada, Gaara grunhia chamando o nome do Lee, a cena seria bonitinha se ele não quisesse ir buscá-lo ele mesmo colocando todo o segredo por água a baixo.

– Rock Lee ele esta chamando por você. - Temari disse apos recuperar o fôlego.

O rosto de Lee exibia um sorriso largo depois de ouvir aquelas palavras, correu o maximo que pode deixando os dois que estavam com ele comendo areia, entrou pela janela no quarto do Gaara recebendo uma bandeja de comida na cabeça.

– Não use a janela achei que fosse um inimigo. - Gaara disse dando um passo a frente e dois para trás. – Lee esta bem?

– Sim, estou sim.

Lee se levantou arrumou a postura e se fez presente no ambiente, deixando o poder de alfa tomar conta de tudo. Gaara se contorceu ao ter seus instintos excitados por ele, sentia seu anus lubrificado, seu desejo descontrolado. Lee por sua vez queria se manter um pouco indiferente, queria ouvir da boca de Gaara seu nome.

– Me chame, diga meu nome. - Lee queria rir ao torturar só com aquilo Gaara.

– Não se ache muito seu alfa de m...

Lee beijou o mais velho o puxando pelo colarinho da roupa, arranhou a pele da nuca fazendo os pequenos pelinhos se ouriçarem.

O mais velho se virou se soltando do beijo, e abrindo o zíper da veste que usa, deixando aquela peça vermelha cair no chão caminhou ate a cama retirando a calça, deitou o corpo mal acomodado e começou a se tocar, gemendo o nome de Lee, quase ronronando o nome do mais novo.

O alfa só podia ser louco se não aceitasse aquele convite, bom Lee não era, rasgou suas vestes verde musgo deixando o chão colorido,

seu corpo se acalmou ao tocar o corpo nu de Gaara, deslizou a mão pelas costas fechando a mão no pescoço do mais velho.

– Quero vê seu rosto, fique de gente para mim. - Lee sussurrou no ouvido do mais velho o arrepiando, viu o corpo se mover e Gaara levantar as pernas para uma melhor posição, o rapaz se masturbava alargando ainda mais sua intimidade. – Bom garoto.

Gaara quis protestar, mas se perdeu ao observar melhor as feições e musculatura de Lee, aquele macacão não faz juz ao seu corpo todo escultural e bem modelado, Naruto podia ser um belo alfa, mas Lee o colocaria no chão com tamanha beleza.

Saiu de seus pensamentos quando sentiu seu interior preenchido por Lee que não evitava gemer só com o contato de ambos, o mais novo começou a se mover arrancando gemidos roucos e baixos do mais velho.

A boca úmida de Lee sugava o mamilo rosado de Gaara, enquanto sua mão estimulava o pênis do mais velho, Lee lambeu o pescoço de Gaara que estremeceu, sabia o que viria, será marcado, o mais novo lambeu novamente e assim o fez por algumas vezes.

– Se dizer sim te marcarei aqui e agora, se não quiser só farei quando pedir.

Gaara viu o tamanho da força que o ser a sua frente fazia para lutar contra sua natureza de alfa, queria ser marcado por Lee, quer ser dele, quer o prender em si e nunca mais soltar.

Empurrou o corpo acima do seu o fazendo cair na cama, sorria sádico os olhos cor de jade se perderam no preto noite de Lee, espalmou a mão no peito do mais novo e rapidamente se aproximou do pescoço deste e o mordeu, não deixaria Lee fazer a marca primeiro mostraria que o rapaz abaixo de si e seu, sua propriedade seu alfa.

– Calma, não tão forte. - soltou ao ouvir os protestos do mais novo o vendo sangrar, lambeu o local e foi sua vez de se deixar morder.

Se levantou soltando- se totalmente do outro corpo, se virou sentando no colo de Lee dando as costas ao alfa, aproveitou a posição para se penetrar com o pênis de Lee, começou a mexer os quadris ferozmente para cima e para baixo, sentia o pênis ir mais fundo nessa posição.

– Eu vou te fazer meu. - a mordida foi profunda, como a estocada que Lee deu, Gaara sentiu seu corpo borbulhando com a energia e adrenalina percorrendo toda ela.

O aroma que Gaara mantinha foi diminuindo, acalmando o corpo de Lee, que abraçou o seu omega e se deitou na cama com ele, o ar do quarto foi ficando mais leve e os dois puderam descansar um pouco, bem pouco o aroma de café recém passado voltou mais forte, antes mesmo que o mais novo pudesse raciocinar Gaara já se aproveitava do membro ereto do alfa, rebolando como podia naquele pênis, assim foi por três dias completos.

Três dias depois

Gaara levantou da cama se enrolando no lençol caído ao chão, caminhou até a varanda e respirou fundo olhando o horizonte, se arrepiou ao ter sua marca tocada pelas mãos leves do seu alfa.

– Eu necessito voltar para a aldeia da folha, conversar com Naruto...

Gaara fez seu aromar fluir por seu corpo, não queria problemas a essa hora da manhã onde o sol começava a despertar no horizonte, só queria mais do seu alfa, fora do cio, queria o ter sem aquelas necessidades que aquele período exige, queria se entregar sendo ele mesmo Gaara o Kazekage, o omega de Rock Lee, o alfa estranho da aldeia da folha.

– Deixe isso para amanhã, Kankuro mandou na certa um aviso para Naruto, me ame hoje como eu, não como um fruto do cio.

Lee pegou o corpo do ser a sua frente voltando para dentro do quarto, não era uma má ideia se terem sem os instintos do cio, e foi o que aconteceu Lee tomou o corpo do mais velho mais uma vez para si.

May 27, 2019, 5:40 p.m. 0 Report Embed 119
The End

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~