Will Solace #dateruim, uma saga Follow story

inuzukadogstyle1524670866 Ráilla G. Neji Inuzuka

Will é YouTuber. Teve mais #dateruins do que parece possível, não sabe como consegue conciliar a faculdade com o canal, e agora precisa conciliar a namorada nova com os sentimentos por seu melhor amigo, crush mais antigo Nico di Angelo.


Fanfiction Books Not for children under 13.

#songfic #comédia #percy-jackson #nico-di-angelo #hades #Annabeth-Chase #solangelo #will-solace #percabeth #frazel #jasiper #caleo #jason-grace #apolo #Naomi-Solace #Maria-di-Angelo #Hazel-Levesque #Frank-Zhang #Piper-McLean #Leo-Valdez #Calypso
1
3831 VIEWS
In progress - New chapter Every Thursday
reading time
AA Share

Tentativa #122, failed

Eu não sei de onde vem

Essa força que me leva pra você

Eu só sei que faz bem

Mas confesso que no fundo eu duvidei

Tive medo, em segredo

Guardei o sentimento e me sufoquei

Mas agora é a hora

Vou gritar pra todo mundo de uma vez

Eu tô apaixonado

Eu tô contando tudo

E não tô nem ligando pro que vão dizer

Amar não é pecado

E se eu tiver errado

Que se dane o mundo

Eu só quero você


Nico esperava na porta do quarto de Will. Atrás de suas costas, suas mãos seguravam uma caixa escura, cor de vinho, com chocolates em formato de caveira. Naomi passou por ele no corredor e lhe deu um sorriso confiante.


— Finalmente! — ela falou baixo, com um riso. E saiu. Will estava gravando pra seu canal, como fazia sempre que conseguia uma folga entre seus estudos e a faculdade de medicina.


"Tem uma sombra na minha porta!", Solace gritou pra câmera, alto o suficiente pra Nico ouvir e dar uma risada minúscula. A verdade é que seu estômago estava se contorcendo em nervosismo. Cada nervo em seu corpo pedia pra sair dali, sua nuca estava gelada, mas ele se forçou a permanecer. Não dava mais pra sair dali.


Então, Nico ouviu a risada do pai de Will, Apolo, dentro do quarto do loiro. Devia estar participando do vídeo.


"Daí você tem um #dateruim e desconta em seu pai?!", ele perguntava, entre risos. Nico engoliu em seco. Mais um encontro...? Seria com uma menina, outra vez? O nervosismo piorou. Ele quis jogar a coragem na lata de lixo e sair correndo, entrar nas sombras, se pudesse. Mas Will foi mais rápido.


"Você tá um Pablo Vittar aceitável, pai! Agora vamos ver quem é — eu tenho um palpite, porquê não tem mais ninguém que se misture assim nas sombras!"


Agora, Nico recuou. Ele ainda estava gravando?! Não, ele não podia gravar aquilo, de jeito nenhum... A porta abriu. Will deu aquela risada gostosa que Nico tanto gostava, mesmo sem demonstrar.


— Eu sabia! — Will o puxou pra dentro, fechando a porta em seguida. — Meu anjo particular, gente! Oi Nico! — ele lhe deu um beijo na bochecha, e Nico ficou vermelho. Não tanto, mas o contraste da pele pálida não ajudou na câmera.


— Ahn... Oi. — ele murmurou, sem jeito, pra câmera. Olhou pra Apolo e segurou uma risada. Tinha uma reputação a zelar, mas... Isso? — Apolo?!


Os dois loiros riram, o que deixou Nico com cara de bobo pra câmera. Apolo tinha uma quase-peruca loira, maquiagem borrada e blusa amarrada acima do peito forte.


— Descobrimos que eu não sou um Vittarlover, eu acho. — Apolo disse, como se aquilo explicasse tudo. Will sorriu pra Nico. — Mas ainda continuo o deus da música!


— A que se deve a honra de sua aparição nesse canal, Nico di Angelo? — Nico ficou ainda mais vermelho, Will se tornou mais sério. — Nico, você está bem?


— Ahn... Hoje. Aniversário de amizade. Lembra? — Nico mentiu, pessimamente. Mas Will engoliu, pras câmeras. Era, sim, aniversário deles. 7 anos desde que Will convenceu Nico a parar de viajar com seu pai, em prol de seus estudos... E de Will, claro.


Nico e Apolo mal perceberam a sombra que se instalou nos olhos de Will. Parecia escura, mas Nico lhe estendeu a caixa, e a sombra pareceu sumir. Will soltou um gemido pequeno de alegria e mostrou para a câmera.


— Eu tenho o melhor amigo do mundo, gente!


Ambos os garotos sentiram a palavra "amigos" como uma farpa irritante. Eles amavam ter um ao outro, sim, como amigos... Também. Apolo soltou um muxoxo impaciente. Até ele já sabia que os dois estavam perdendo tempo. Mas Will continuou a falar com a câmera, e então, virou pra Nico outra vez.


— Eu amo esse Rei Fantasma. Ele some as vezes, mas sempre tá aqui quando preciso. — o loiro sorriu. — ah, Nico! Aproveitando que está aqui, vou contar a novidade ao vivo!


— Novidade? — o gelo na nuca de Nico derreteu e escorreu por suas costas.


— Tive outrodateruim ontem, mas acabou sendo bom... E eu estou namorando! O nome dela é Drew Tanaka.


A expressão de Nico era nula. Isso, pelo menos, ele conseguia controlar. Apolo suspirou alto, exasperado e indignado.


— Uma menina, Will?!


O loiro riu. Nico achou ter percebido uma falsidade na risada, mas apenas riu baixo, disfarçando para a câmera. Will nunca cortava seus vídeos, queria deixá-los o mais reais que pudesse.


— Eu já disse, pai. Não sou gay, sou bi.


— Não aceito isso. — mas Apolo não se referia a menina. Ele falava claramente sobre Nico e ele não terem começado nada ainda. Ele era a fanbase do não-casal. Então, ele tirou a peruca, entregou a Will e saiu do quarto. Will riu ainda mais.


— Gente! Ele tá magoado! — o loiro disse, então abraçou Nico pela cintura e sorriu. — vou tentar me resolver aqui. Tchau!


A câmera foi desligada e Nico se mexeu, desconfortável.


— Obrigada pelo presente, Nico. — Will disse, com doçura na voz.

Nico queria se enterrar no cemitério e nunca sair de lá.


— Não precisa agradecer. Nós... Vamos sair hoje? Pro cinema, claro.


Como iam, todos os anos, em todos os seus aniversários. Will mexeu nos cabelos loiros dele, meio sem jeito.


— Então... É que como acabamos de começar, eu ia sair com Drew... Você pode vir com a gente, se quiser. — ele disse por fim. Nico se esforçou pra não falar o que não devia.


— Ah... Claro. — ele sorriu, e aí, Will teve certeza de que algo estava errado. Nico nunca sorria. Mas também não ia falar o problema se Will perguntasse. O moreno tinha seu próprio tempo pra tudo. — preciso ir agora... Meu pai precisa de mim na gravadora.


— Entendi. — Will segurou a mão dele, quando Nico se virou pra sair do quarto, e os dois foram juntos até a porta da frente. No caminho, viram Apolo conversando com Naomi. Nico acenou um tchau e saiu.

April 1, 2019, 3:53 p.m. 0 Report Embed 119
Read next chapter 2 a.m.

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 1 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!