Manias de um gato Follow story

kyungbear Manu Almeida

Híbrido de Gato Nome: KyungSoo Idade: 18 anos felinos Gosta: Filmes, Caixas e Jonginnie Não gosta: Barulhos Altos, Tomar Banho Onde Jongin decide escrever uma pequena lista com as estranhas e fofas manias de seu híbrido, Kyungsoo.


Fanfiction Bands/Singers Not for children under 13.

#kyungsoo-hybrid #gay #bl #yaoi #kadi #kaisoo
3
3620 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Itens importantes

Híbrido de Gato

Nome: KyungSoo

Idade: 18 anos felinos

Gosta: Filmes, Caixas e Jonginnie

Não gosta: Barulhos Altos, Tomar banho


Jongin precisaria ir a viagem da faculdade e por isso estava ali, fazendo um listinha com o que julgou essencial que o casal de amigos soubessem sobre seu bebê. Infelizmente não poderia levá-lo consigo e o Kyung iria ficar com Chanyeol e Baekhyun.


Olhou para a cama de casal e viu o híbrido ainda enrolado nos edredons, agarrado no urso em formato de pinguim que ganhou da senhora Kim assim que tinha comunicado a família que iria adota-ló. No início tinha sido uma confusão pois seus pais não acreditavam que daria conta de cuidar de um híbrido e de sua vida atribulada de universitário.


No fim, deu tudo certo e os dois já viviam juntos a dois anos, e nenhum deles conseguiam ficar muito tempo separados um do outro. Sempre que precisava, o casal chanbaek, como eram conhecidos seus amigos na faculdade, ficavam cuidando do pequeno, mesmo que por algumas horas o moreno não podia deixá-lo sozinho. Mas nunca era fácil, Kyungsoo era manhoso e não gostava de ser contrariado. Ele tinha recém-completado dezoito mas parecia ter quinze aninhos.


Jongin deu um sorrisinho quando viu o gatinho suspirar e logo após mudar de lado na cama. Voltou-se para o papel a sua frente e começou a escrever o que estava intitulado como “ As manias de Kyungsoo


O intuito era ajudar os amigos para os dois dias em que eles ficariam com o pequeno sem sua presença afinal, sempre fora por curto período de horas, nunca dias.


Item 1 — Sapatada com mas mãos


Kyung adora deitar-se e oferece a barriguinha para receber um carinho ali, que o faz ronronar contente. Mas uma coisa é mostrar, outra bem diferente é deixar acariciar! Nem sempre é seguro concluir que ele esteja afim do carinho, ainda mais se ele não tiver acostumado com vocês. Muitas vezes a resposta é uma violenta sapatada com as mão, por isso, nada de invadir o espaço do meu bebê!


Item 2 — Caixas de papelão


Para Kyung, as caixas de papelão são um brinquedo novinho em folha à espera para servir de esconderijo, que se pode rasgar e agarrar como uma presa. Ele adora fingir que está se escondendo e brincar disso, e as caixas servem muito bem para isso. As caixas mais antigos perdem a graça depois de certo tempo, por isso convém substitui-los de vez em quando. (Evitem usar caixas muito grandes, pois ele pode cair na hora de descer e se machucar).


Item 3 — Vira a madrugada


Apesar da fama de animal noturno, kyung é um gatinho mais ativo ao anoitecer. Ele pode passar o dia todo dormindo mas sempre vai estar bem disposto para passar a noite brincando ou simplesmente assistindo seus desenhos preferido. Por isso não estranhem se ouvir barulhos durante a madrugada. Quando está dormindo durante o dia no entanto, Kyung não gosta de barulhos, especialmente se forem altos demais.


OBS: Deixei uma lista também com todos os desenhos preferidos do meu bebê na gaveta da mesinha da sala.


Item 4 — Arrisco


Nas primeiras doze horas o gatinho vai estranhar a minha não presença, portanto é só me ligarem que eu falo com ele. Se não for possível me contatarem, apenas fiquem na sua que ele mesmo se aproxima devagar, no seu próprio tempo. Eu também tive dificuldades no começo mas com muito amor consegui conquistar a confiança do pequeno.


O motivo disso, é que muito dos híbridos de lá de onde KyungSoo veio, eram comprados para servirem de experiência em laboratórios e alguns mais velhos até mesmo eram usados como objetos de prostituição. Felizmente eu consegui o resgatara de lá antes. Nunca seria capaz de fazer mal para o gatinho.


5 — Mimado e reclamão


Como a maioria dos gatos, Kyung não é muito fã de tomar banho mas, como ele é um híbrido precisa tomar banho pelo menos um vez por dia, e mesmo que reclame, não deixem ele dormir sujinho. Meu bebê também adora tomar leite porém, também precisa de outros alimentos. Deixei algumas comidas prontas na geladeira mas, qualquer coisa, podem pedir ajuda ao nosso vizinho, senhor JunMyeon. Ele me ajuda com o pequeno quando estou na faculdade.


O Kim parou por um momento de escrever, vendo que já se passava um pouco do meio-dia, horário em Kyungsoo normalmente acordava para fazer um lanche rápido e logo depois voltava a dormir. Já que o gato preguiçoso não acordava, teria que ir enfrentar essa batalha ele mesmo. Me aproximei da cama e sentei perto do pequeno, acaricio as orelhinhas pretas e macias como o cabelo dele, até que ele vagarosamente abrisse os olhos e começasse a piscar.


— Kyung, que tal comermos agora, uh? — perguntei o mais dócil que pude vendo o gatinho me olhar interrogativo. Ele não gostava de falar muito então quando podia evitar, evitava. — Kyunggie... — tentei mais uma vez e recebi apenas um ronronar sonolento em resposta.


Mas o gatinho nem ligou para suas palavras e tratou de puxa-lo para si. Jongin estava realmente cansado, tinha acordado cedo para arrumar suas malas e só queria descansar antes de partir. Por isso nem fez questão de relutar quando o pequeno aconchegou-se em si e voltou a dormir tranquilamente. Os suspiros fraquinho que ele dava enquanto respirava devagar, sendo a única coisa que ouviu antes de também deixar-se apagar geral.

É, eles definitivamente não se largavam mais e isso seria um problemão no futuro.

March 11, 2019, 9:09 p.m. 0 Report Embed 120
Read next chapter Viagem

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 1 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!