Inkspired will be undergoing a brief temporary maintenance on Monday, 18th of February 2019 from 9h00-10h00 CET.

manhãs frias e sofá Follow story

domxxy Theodoré Dominic

Era nos braços de Bruno que Leone encontrava conforto. [BruAbba][Feito para o Desafio Februabba][Dia 1 - Warmth]


Fanfiction Anime/Manga Not for children under 13.

#fanfiction #jjba #jojo #BruAbba #Februabba #jojo's-bizzare-adventure
Short tale
1
145 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

em teus braços


Notas


E depois de tanto eu voltei a escrever! Dessa vez é uma fanfic de Jojo, esse anime que eu caí com tudo de cabela e é um dos meus fandoms principais. Eu tenho tantos rascunhos, finalmente consegui terminar um deles! Vim com esse BruAbba maravilhoso porque esse casal é lindo demais, também quero agradecer a Airu por ter me ajudado com a capa! Espero que gostem!


Fanfic postada no Nyah, AO3, Wattpad, Inkspired e Spirit sob o nome Domxxy/TheoKobayashi. Plágio é crime!

---------------------


Em manhãs frias e solitárias, era nos braços de Bruno que Leone encontrava conforto.


Por mais que fosse mais alto que o capo, não era difícil conseguir encolher seu corpo e se aconchegar naquele homem que tanto amava. Eram momentos como esse que faziam Abbacchio agradecer pela vida que tinha, por mais corrida que fosse.


Em meio a todo aquele caos que eram as missões da Passione, ambos sempre arranjavam um tempo livre para descansar. Poderiam usar o tempo livre para fazer qualquer outro tipo de atividade, mas a favorita de todas era ficar no sofá o dia inteiro. Vestiam roupas leves, pegavam qualquer coisa para comer e se cobriam.


“Seu cabelo está diferente, trocou de shampoo?” Bruno perguntou, fazendo carinho naqueles fios prateados. Gostava de passar os dedos entre eles, como se fosse um pente, embora Leone não goste que mexessem em seu cabelo, seu amado era uma exceção. 


Perto de Bruno, Leone baixa sua guarda. Era como se todas as suas preocupações sumissem quando pairava os olhos sobre o moreno. Este, que salvou sua vida da miséria. Desde então sua admiração foi crescendo cada vez até chegar no ponto em que se viu apaixonado por ele. Lembrava da sensação que foi ter tantos sentimentos intensos como aqueles de uma vez só -- e que todos eram recíprocos -- algo que não teve desde os acontecimentos trágicos que desviaram o rumo de sua carreira policial.


Foi Bruno que estendeu a mão e o tirou daquela escuridão que o sucumbiu.


“Uhum…” Abbacchio respondia de forma breve e calma, totalmente diferente do que era no dia-a-dia. Seus olhos estavam fechados e seu corpo encolhido, com a cabeça encostada no peitoral de Bruno. O calor de seu corpo era tão aconchegante que poderia dormir ali mesmo. “Você gostou?”


“Gostei, tem um cheiro bem docinho.” 


As mãos de Bruno traçaram um caminho até o rosto de Leone, fazendo um leve carinho e tirando as madeixas que insistiam em cair no seu rosto, colocando-as por trás da orelha do maior. Era como se admirasse todas aquelas feições tão marcantes que seu amor tinha. Bruno prestava atenção em cada detalhe, como seus olhos; eram tão azuis como o mar que poderia navegar e se perder sem pensar duas vezes. 


“Ei, isso faz cosquinha.” Leone reclamou, abrindo os olhos levemente e soltando um riso baixo. Não era como se estivesse incomodado, de verdade. Os toques de Bruno faziam-o se sentir amado de verdade. Encarou-o por um momento enquanto se ajeitava em seus braços para poder ficar na altura do rosto do outro. “E sua mão está gelada.” 


Bruno abriu um pequeno sorriso, livrando o rosto de Abbacchio de suas mãos, descendo até sua nuca e o puxando para um beijo lento, sua boca quente contra a dele. Aqueles lábios finos que amava tanto ter para si, macios e delicados. Sua língua desliza sobre a dele, se derretendo todo no meio do processo. Seu corpos de juntavam e os carinhos já não eram mais tão lentos assim, mas se viram obrigados a separar quando ouviram a porta da cozinha abrir.


“Bom dia.” Era a voz de Giorno, um tanto arrastada, como se tivesse acabado de acordar. Coçou seu olho e levou sua caneca até os lábios, bebericando o líquido quente que ali continha. “Eu fiz chá, tá ali na mesa.” E saiu do cômodo, um tanto apressado até.


“Grazie, Giorno.” Bruno sorriu um tanto nervoso para o loiro, soltando um riso baixo logo em seguida. Ele poderia estar sonolento, mas sabia que aquele loiro esperto e sacava tudo na hora. Leone, por outro lado, não agradeceu e ainda fez uma cara emburrada, escondendo o rosto no peitoral de Bruno.


“Garoto idiota…” O maior resmungou, ficou daquele jeito por um tempo, mas logo seu olhar era voltado para Bruno novamente. Seu rosto estava um tanto corado. “Pelo menos serve pra fazer alguma coisa.”


“Não fala assim dele, acho que nem viu nada.” Bruno usou as duas mãos para segurar o rosto de Leone, voltando com aqueles leves carinhos. “Além do mais, vale a pena te ver todo vermelho desse jeito!” E soltou um riso, o que deixou o maior mais envergonhado ainda.


“Bruno!” Leone exclamou, bufando, embora não estivesse realmente bravo. Voltava a resmungar e a repousar a cabeça em seu peitoral, embora tudo aquilo tivesse acontecido, não queria deixar seu aquecedor humano. “Cala a boca.”


“Só calo quando te beijar.” As mãos de Bruno desceram para a nuca de Leone e fizeram um sutil carinho, mas logo subiam novamente para o cabelo, onde permaneceu fazendo carinho. O maior, por outro lado, ficava cada vez mais envergonhado, mas se mantinha quieto. 


“Eu vou te chutar da cama hoje à noite.” 


“Eu sei que vai, Leone, eu sei…” Bruno não podia deixar de rir com aquilo, puxando Leone para mais perto e aconchegando-o melhor em seus braços.


Não era mentira, às vezes Leone se movia demais durante seu sono de beleza e jogava as pernas por cima de Bruno, roubava o cobertor e também chutava, mas seu amado não ligava tanto assim. Ele parava no momento que Bruno o abraçava e aconchegava em seu corpo.


Afinal, aquele era o porto seguro de Leone. Era nos braços de Bruno que ele encontrava aconchego, que encontrava paz, a calma e o amor que não sentia a tanto tempo. 


Era nos braços de Bruno que Leone se sentia amado.






Feb. 8, 2019, 10:58 p.m. 0 Report Embed 1
The End

Meet the author

Theodoré Dominic enfp // 19 // atualmente no fandom de Jojo, YOI, Hannibal, Sally Face eHotline Miami // estou no spirit, wattpad, nyah e ao3 também

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~