Cinco Follow story

ayzu-saki Ayzu Saki

Cinco sempre foi meu número favorito.


Poetry All public.

#sad #poesia
Short tale
3
4482 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Cinco

Cinco é meu número favorito.

Eu nasci no dia cinco, em uma quinta-feira.

Quinta-feira é o dia do meu anjo favorito, Castiel.

Com cinco anos conheci meu melhor amigo quando criança.

Com cinco anos  eu conheci o bolo de banana, e o sabor da canela explodindo em meu palato pareceu me responder todos os segredos do universo.

Com cinco anos aprendi a ler, e ganhei meu primeiro livro.

Dia cinco era o dia em que ganhava livros de presente da minha mãe.

Cinco é o número de livros da minha coleção favorita.

Cinco é o número da temporada favorita da minha série favorita.

Cinco é o número do sorriso favorito da minha pessoa preferida.

Eu tenho cinco irmãos.

Eu tenho cinco sobrinhos.

Cinco tem cinco letras.

Assim como o nome Maria.

Então, eu sempre gostei do número cinco.

Menos hoje, que faz cinco anos que ela se foi.

Cinco anos sem os telefonemas, os abraços.

Cinco anos sem os livros no dia cinco.

Hoje faz cinco anos que meu coração foi partido.

Em mil pedaços, não só em cinco.

Tanta saudade cabe em cinco, e ainda assim parece tão pouco tempo.

Cinco está lá, na metade de 10.

Cinco está lá, provando que o tempo é relativo.

Cinco anos de felicidade passa em um segundo.

Cinco anos de saudade é uma eternidade.

E ainda assim faz o tempo que passou ter parecido apenas um ínfima parte do que realmente ele é.

O cinco me lembra que não importa quantas pessoas nos amem, cinco ou um milhão

Nosso destino é o mesmo:

Virar poeira cósmica, se tornar lembrança.

Um dia ser esquecido.

Uma foto em um álbum no funda da gaveta

Que as pessoas que a gente deixa para trás vasculham quando as linhas começam a desaparecer

Quando o som da voz parece incerto.

Cinco, faz cinco anos sem Maria, um nome com cinco letras

Deixou para trás nós cinco.

Cinco era meu número favorito.



Dec. 16, 2018, 5:44 p.m. 2 Report Embed 5
The End

Meet the author

Ayzu Saki Detesto o tempo, sempre adianto meu relógio para nunca me atrasar, e ainda assim me atraso. Detesto o tempo, porque ele não cura as coisas, só passa. Queria domar o tempo mesmo, para viver todo o que quero viver e não pode caber na minha vida. Essa é a minha sina, e um monte de histórias não terminadas no fundo da gaveta.

Comment something

Post!
Saah AG Saah AG
É foda quando a gente perde alguém, principalmente porque sempre veem crises existenciais, dentre inúmeras coisas que invadem a cabeça da gente. Faz menos de dois anos, que é metade de quatro, e eu perdi quatro pessoas da família. Eu tenho uma história com o número quatro, assim como o eu-lírico tem com o número cinco, e agora tô me perguntando se todo mundo tem coisas com números ou se é apenas coincidência. Essas divagações são fodas...
Dec. 23, 2018, 12:04 p.m.

  • Saah AG Saah AG
    Parabéns pela obra, aliás. Acho que traduz bastante os sentimentos de uma pessoa que perdeu alguém e usa uma forma alternativa (talvez menos dolorosa) pra lidar com isso. Dec. 23, 2018, 12:03 p.m.
~