NSFW Follow story

donesattan Beni H.

Amigos, festa, um lugar convidativo e aparentemente seguro. Tudo isso parece promissor, especialmente para quinze jovens animados por estarem em um novo país. Agora, acrescente nessa equação um cassino, bebidas, drogas e um jogo de verdade ou desafio. Pronto, está feita a merda. Depois de fazerem péssimas escolhas, os quinze amigos são obrigados a encararem as consequências de tudo que fizeram. Mesmo que eles não se lembrem.


Adventure For over 18 only.

#jogos #casamento #alcool #drogas #lgbt #festa #aniversario #verdadedesafio #comedia #humor #lasvegas #cassino #drama #romance #original
0
4414 VIEWS
In progress - New chapter Every 30 days
reading time
AA Share

Trailer


Se você acha que isso é um romance, porque a capa é bonitinha: Cai fora.

Apenas não.

Vinte anos de uma vida normal e miserável destruídos em meros cinco dias por Las Vegas. Eu sou uma fudida mesmo.

Nós fomos em quinze pessoas. QUINZE. E ninguém teve o mínimo de bom senso para parar a merda antes que ela aconteça.

Eu só queria curtir meu aniversário, e agora estou puta pra um caralho. E se você, leitor desgraçado, se pergunta o porquê de tanta raiva. Eu digo.

Nós chegamos em um país estranho, em um hotel estranho, e conhecemos pessoas estranhas. E não lembramos de uma foda sequer até que acordássemos com uma pilha de problemas a nossa porta.

Nós, quem?

Bom, somos um grupo de pessoas estranhas que são amigos por motivos estranhos e decidiram comemorar meu aniversário em Vegas.

Veja bem, não há menores de idade nesse grupo, mas eu realmente irei ajoelhar no milho assim que chegar em casa, pedindo perdão para minha irmã mais nova, Giovanna, e para a Mari, que foram arrastadas cedo demais pra esse mundo, já que elas se tornaram maiores de idade apenas esse ano.

Fora elas duas, todos os outros, inclusive eu, mereceram os tapas na cara que essa viagem nos deu.

.

 

Considerações finais de Las Vegas:

 

“ — Vocês estão detidos por exatamente vinte e dois delitos, vocês tem noção disso?”  — Policial legal que conseguiu colocar quinze pessoas em uma sala e falava em um inglês bonitinho.

“ — Esse teste de gravidez não pode ser meu, galera, eu transei com o Thiago não faz nem três semanas!  — Eu mesma, apavorada com a ideia de estar gravida.

“ — Ele é o tipo de traficante que mataria vocês se não tivesse o dinheiro das drogas que gastaram.” — Dimitri, o estranho de cabelo azul, filho do tal traficante.

“ — Eu me sinto como naquela música do Panic, aquela que falava de cocaína.” — Minha irmã, Giovanna, enquanto tentávamos não surtar.

“ — Vocês estão brincando comigo quando dizem que vieram só ver os pontos turísticos, certo?” — Balconista estranho, enquanto fazíamos o check-in.

“ — Puta merda a Steh prometeu pra mãe dela que nao faria isso!” — Pablo, atrasado ao me dar o recado.

.

Eu juro que prometi que não haveria apostas, jogos, bebidas, drogas, sexo, gravidez, casamento ou prostitutas em um puteiro, mas minha palavra não anda valendo muita coisa nesses últimos tempos.

Eu só quero deixar bem claro que pelo menos a parte de apostas eu cumpri, ou quase. O que fodeu minha vida nao foi o cassino, não.

Foi a merda de um verdade ou desafio.

Eu me recuso.

Nov. 24, 2018, 5:26 p.m. 0 Report Embed 0
Read next chapter Prólogo

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 1 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!