Tell Me It's Real Follow story

akannyreedus Akanny Reedus

Por conta de uma simples noite no passado surgiu o homem que iria trazer Claire ao mundo. Criada em berço de ouro e recheada de carinho pela família, principalmente, por seus avós: Howard Stark e Peggy Carter. A luxúria não foi impedimento para querer seguir os mesmos passos de sua avó na S.H.I.E.L.D. e assim se tornando a nova Agente Carter. A vida de Claire poderia ser vista como uma verdadeira linha única com os mesmos passos. Um equilíbrio tão perfeito como anda de salto alto. No entanto quando sentimentos fortes são postos no caminho tudo pode desabar a qualquer momento. Bucky Barnes era o seu desequilíbrio e Claire está disposta a abandonar seu equilíbrio pelo Sargento.


Fanfiction For over 18 only.

#marvel #BuckyBarnes #capitão-américa
3
4522 VIEWS
In progress - New chapter Every 10 days
reading time
AA Share

Prólogo

— Claire… Querida está me escutando?

A voz mansa de minha avó se fez presente naquele momento, e assim, me despertando dos meus pensamentos.

— Desculpe, vó  — digo. Sorrindo para a mesma.  — Estava viajando.

— Parece até que estava em outro planeta.

— Não é uma opção ruim. Talvez eu tenha ido para Nárnia  — sugeri, o que fez as duas rir.  — Enfim, o que a senhora ia dizendo? Ah, sim, sobre como você conheceu o famoso Capitão América, certo? Continue. Eu gosto de ouvir suas histórias.

— Ah, sim, o Steve, claro… o meu Steve.

Sorria, conforme ia ouvindo as palavras minha avó sobre o Capitão América.

Mesmo tendo conhecimento de cada detalhe da história, não me cansava de ouvir mais e mais vezes. Desde pequena que escuto a história de como minha avó conheceu Steve Rogers, junto com os detalhes sobre a guerra e de sua época. Agora com sua idade avançada é natural que ela vá repetindo as histórias achando que nunca havia contato.

Se eu achava isso ruim? Não.

Eu amava ouvir cada palavra vindo dela.

Era compreensível que com sua idade avançada a memória dela não se encontrava cem por cento boa. Mas também não se pode dizer que ela estava péssima, dizia que sua situação mental era razoavelmente boa para alguém que tinha 93 anos.  Ela se lembrava de mim, sabia quem eu era,  e também lembrava de toda sua família.  Portanto eu não acho que isso seja uma situação ruim. Minha avó é bem lúcida.

Para alguém que conseguia se lembrar de cada detalhe do que passou na Segunda Guerra e do trabalho que teve como Agente Carter na SSR. Não acho que seja algo que chega perto de alguém que sofre de mal de Alzheimer. Considero a saúde da minha avó ótima para ser bem sincera.

Agora devem estar se perguntando se realmente sou neta da famosa Margaret Carter, ou como muitos a conhece, a famosa Peggy Carter? A resposta é sim; Peggy Carter é minha avó paterna. Outra pergunta deve ser; quem é meu avô paterno? Bem, a resposta para isso também não é complicada, mas quando alguns descobrem ficam surpresos já que é difícil imaginar  ambos juntos. É uma história longa do meu pai que foi o resultado de uma noite de fondue.  Enfim, sendo mais direta e ignorando suspense. Eu sou nada mais e nada menos que neta do bilionário Howard Stark.

— Steve me convidou para dançar — disse minha avó sorrindo.

— Uau. Que lindo — digo sorrindo e observando-a. — E aonde foi que vocês marcaram para se encontrar?

Mesmo já sabendo a resposta, perguntei da mesma forma, mantendo o tom carinhoso e admirável. Sempre achei incrível a forma apaixonante que ela mencionava Steve Rogers. Isso só comprova o quanto o amor que ela nutria por ele era forte.

Ela ia me responder, mas antes dela falar o meu celular tocou.

Claro que fiquei furiosa, não só com quem ligou, mas comigo mesmo por não ter desligado o celular.

— Querida não vai atender?

— Não é nada importante — respondi ao ignorar a ligação.

Rolei os olhos quando o maldito celular voltou a tocar.

— É importante — diz minha avó. — Atenda.

Percebendo que não teria coragem em ignorar mais uma vez o pedido dela, bufei derrotada; tirei o celular da bolsa e o atendi:

— Alô!

Levantei-me da poltrona que estava sentando e fui mais perto da janela.

— Agente Carter. — Era Nick Fury do outro lado da linha. — Sinto muito ligar nesse momento, imagino que esteja ocupado, mas isso é muito mais importante.

— Não, tudo bem — digo tentando controlar meu tom de voz. — O que é de tão importante assim?

— Quero que você vá até o Ártico para encontrar com uns militares.

— Ártico? — repeti. — Por que?

Fury só pode estar doido para me mandar assim do nada ao Ártico.

Nem digo mais nada já que o meu chefe é bem imprevisível, às vezes, decidi fazer do nada alguma loucura.

— Acreditamos que o Capitão Rogers foi encontrado.

Fiquei estática, e senti uma felicidade tão repentina em quente no peito.

Sorri feito boba ao me dar conta que depois de 70 anos o corpo desaparecido do Capitão América pode ter aparecido.

Será que dessa vez vou finalizar a busca do meu avô pelo Capitão?

Nov. 19, 2018, 11:48 p.m. 1 Report Embed 2
To be continued... New chapter Every 10 days.

Meet the author

Comment something

Post!
Daniela Machado Daniela Machado
Aiiiii socorro 😍😍 Postei no grupo do face que queria fics com o Bucky e você já me dá essa coisa linda e que promete muita coisa?!?! Ahhhh ❤ Gente, Tony Stark tem uma sobrinha, amei hahah Ansiosíssima para o próximo, bjos ❤
2 weeks ago
~

Related stories