Short tale
2
4557 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo único

Ainda me lembro quando você chegou, nossos pais te olhavam de um jeito tão carinhoso que foi impossível não sentir empatia por aquele pequeno ser que chorava tão alto que por alguns momentos, eu pensava ser um super bebê.

Naquela época, o nosso pai Jotaro me levou para te ver no berço, disse que agora eu era o irmão mais velho e que deveria cuidar de você para sempre, como a família que somos. Não entendia muito bem o que aquilo significava, mas sabia que ele havia dado uma missão a mim e que deveria ser cumprida, por isso, não deixava ninguém chegar perto de você. Por exemplo, a vez que o Vô Joseph se aproximou do seu berço e eu acabei mordendo a perna dele por isso, ninguém além de nós três podia te pegar no colo. 

Mesmo sendo tão pequeno, gostava de ajudar o Pai Noriaki com sua mamadeira, troquei sua fralda várias vezes e te segurei no colo em quase todas as cólicas que você teve.

Nós crescemos juntos, quebrando mais brinquedos que poderíamos contar, tomando broncas homéricas dos velhos, fazendo as maiores traquinagens possíveis e sem entregar um ao outro. Sempre fomos unidos, guardando o segredo um do outro quando necessário.

Você foi e é a minha melhor amiga, mesmo quando era uma adolescente insuportável. Lembra das vezes que encobriu as minhas saídas noturnas e eu os seus encontros com esse insuportável que você chama de marido?

A partir de hoje as coisas vão mudar, mas sei que posso contar com seu apoio. Nossos pais são dois ciumentos e superprotetores e lidar com eles é um pé no saco, mesmo que agora nós não sejamos mais crianças. Fico feliz por ter você comigo para rir dos discursos exagerados do Papa Jotaro e das conversas constrangedoras do Papa Noriaki.

De tudo, Jolyne, hoje é o seu casamento. Admiro a mulher incrível, doce, leal e forte que se tornou, fico ainda mais feliz por ter estado ao seu lado para acompanhar cada uma de suas fases.

Não sei se fui um bom irmão mais velho, porém, fiz o impossível para cuidar de você, assim como havia prometido aos velhos que faria.

Nunca fui bom com palavras, acho que puxei isso do pai Jotaro. Porém, esse são meus votos para você. De tudo, só gostaria de te prometer que sempre serei o seu porto-seguro, juro que te darei todo amor possível e estarei aqui para sempre.

Obrigado por ter sido a melhor irmã do mundo, eu te amo.

Nov. 12, 2018, 2:32 a.m. 0 Report Embed 1
The End

Meet the author

Hasashi Rafaela Faço estágio de Scorpion nas horas vagas, principalmente quando Plano Terreno precisa de salvação. Tenho sangue Uzumaki e dou aula de como lidar com Senju Cretino, interessados chamar no probleminha. Apaixonada por Mortal Kombat e a mama da igreja HashiMito.

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~