Dédalos Chronos Follow story

aurispice Darci Lima

Dédalos Chronos é a estória do famoso hacker Knight que, transtornado por uma tragédia em sua infância e totalmente decepcionado com a vida, acaba se tornando um criminoso virtual. Dessa maneira, ele conhece uma organização misteriosa chamada Chave Mestra. Que o contrata para cometer o crime mais genial de sua vida. Inesperadamente ele se vê envolvido numa intrincada trama de conspirações que traz à tona segredos de seu passado, do passado da humanidade e uma terrível a guerra que existe desde os primórdios do mundo pela posse de um artefato místico chamado a Chave, capaz de transformar completamente a realidade.


Science Fiction Not for children under 13.

#fantasia #distopia #apocaliptico #hacker #ficcaocientifica #conspiracao
2
4577 VIEWS
In progress - New chapter Every Thursday
reading time
AA Share

Vísita à Casa de Chá

Quase totalmente escondido entre os arranha-céus espelhados da Rua 57 estava o velho casarão que remetia em suas linhas arquitetônicas à década de 60, com seus detalhes sobriamente lúgubres contrastando com a modernidade e ousadia dos prédios ao redor.

Acima da fachada cinzenta do prédio, havia uma placa de madeira que beirava o non-sense, rompendo toda a frágil ordem do cosmos, a qual ostentava o título solene de Tea House.

Conforme o combinado na noite anterior, o Knight, como ele era chamado pelos seus amigos de trapaça eletrônica, não se deteve do lado de fora. De todo modo, havia uma pequena tabuleta pendurada na entrada que anunciava: "Entre e aguarde".

Assim que atravessou a porta, uma campainha tocou anunciando sua chegada. Entretanto, não havia ninguém ali e, espiando ao redor, pode reparar que efetivamente não se tratava de uma casa de chá, como seu título em inglês sugeria, mas espalhada pelas prateleiras havia uma caótica coleção de velhos equipamentos eletrônicos, como se fosse uma espécie de antiquário de telefones, televisores e rádios antigos.

Uns cinco minutos depois, um senhor de traços orientais surgiu dos fundos da loja, trajado em um antiquado conjunto de calças xadrez e suspensórios, que reforçavam ainda mais o anacronismo daquele lugar.

O rapaz então adiantou-se em cumprimentá-lo:

— Bom dia! Chamam-me de Knight... Recebi uma ligação telefônica e...

— Eu sei... — interrompeu-o o homem, fazendo a típica reverência japonesa. — Sou Suzuki Yamada, o dono da Tea House, mas não fui eu aquele que o convidou a este estabelecimento. A pessoa que o chamou aqui deverá chegar em breve.

— Senhor Yamada, será que você poderia me adiantar alguma coisa do assunto que seu amigo quer tratar comigo...

— Na verdade, não o conheço também, nem sei nada sobre o que vocês conversarão. Mas posso dizer que de alguma maneira este encontro já estava marcado há muito tempo, minha função nessa estória foi apenas manter esse lugar de pé para que ele pudesse acontecer...

Com efeito, não pareceu nada claro ao Knight o que aquele velho estava dizendo. De todo modo, a pessoa que falara com ele na noite anterior, parecia saber muito bem a respeito das suas recentes atividades como hacker e isso o colocara em alerta. No entanto, uma forte curiosidade o movera para aquele lugar, apesar do risco que significava se expor daquela maneira.

Yamada levando-o aos fundos da loja, gentilmente convidou o rapaz a se sentar em uma antiga poltrona de madeira, acolchoada de bela estamparia, muito confortável, enquanto ele mesmo se acomodava num sofá de couro ao lado.

— De onde vêm todas estas coisas? — rompeu o silêncio, tentando retomar o diálogo anterior que se encerrara subitamente no comentário evasivo do velho.

— São heranças de família... Meu pai era o dono dessa loja e desde que morreu tomei conta dela.

— Mas por que o nome...?

— Porque nosso chá é a especialidade da casa. Você logo verá...

Alguns minutos depois, saindo de um cômodo lateral, apresentou-se uma graciosa jovem, vestida em um macacão jeans, com os longos cabelos negros presos em um rabo-de-cavalo. Ela aproximou-se deles devagar, intimidada pela presença do estranho, emitindo um cumprimento titubeante para ele.

— Ora! Aproxime-se, Ai-chan! Traga o chá para nosso visitante.

Ela caminhou até eles, com uma bandeja nas mãos e a repousou sobre a mesa de centro diante dos dois. Sobre ela havia um belo jogo de louça de estilo britânico, com bules, pires e xícaras delicadamente decorados. Havia chá e leite como pedia a tradição, de forma totalmente oposta àquilo que Knight poderia supor, já que esse típico chá-inglês era servido por um solene senhor oriental, o proprietário daquela loja.

Com um sorriso doce dirigido à jovem, Yamada comentou:

— Minha neta, este é o homem de quem lhe falei. Chamam-no de Knight!

— Sim — assentiu a moça.

— Amanhã já não estarei aqui e quero que você o acompanhe até tudo estar resolvido...

— Sim, vovô.

O Knight, assustado com esse comentário, levantou-se num impulso, interpelando o velho:

— Ei, você pode me explicar o que está se passando?

— Acalme-se, meu rapaz — respondeu com um tom afável. — Já lhe disse que não sei. Por ora, tome seu chá e relaxe.

Um pouco tenso, o rapaz tomou uma xícara nas mãos e sorveu um longo gole da deliciosa bebida. O líquido desceu morno por seu esôfago e, ao chegar ao estômago, aqueceu todo o seu corpo numa agradável sensação.

Ai, a doce neta de Yamada, aproximando-se dele, arrumou os utensílios sobre a bandeja e com um sorriso no rosto perguntou-lhe:

— Como está o chá?

— Muito gostoso, realmente é um chá especial...

Essa seria depois a última lembrança de sua visita à Tea House, pois logo o Knight adormeceu profundamente.


Oct. 23, 2018, 9:58 p.m. 1 Report Embed 1
Read next chapter Sexo, Drogas e Rock'n'Roll

Comment something

Post!
MRz Rz MRz Rz
A primeira coisa que me chamou a atenção nessa história foi a sinopse. A priori, me pareceu um contexto que me lembrava vagamente do filme "O truque de Mestre", mas daí continuei lendo a sinopse e vi que tinha uma enredo diferente do que eu achei que fosse, mas ainda sim muito promissor. Li esse primeiro capítulo e devo dizer que não me decepcionei com a qualidade da história. Está bem envolvente a trama logo nesse início. Parabéns ao autor!
Feb. 19, 2019, 7:57 a.m.
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 13 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!