Todos os dias Follow story

monachopsis Amanda Figueiredo

Todos os dias quando acordo... #SetembroAmarelo | Poesia | #NãoÉApenasUmMês


Non-fiction Not for children under 13.

#fobiasocial #depressão #SetembroAmarelo #lírica #poesia
Short tale
1
4458 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Todos os dias

Todos os dias quando acordo, me pergunto o que me motiva a sair da cama hoje. É duro não encontrar motivos bons os suficientes para mim – e nem para eles.

Todos os dias quando me levanto, escovo os dentes observando minha imagem no espelho e pensando quando deixei de ser tão eu para ser tão eles.

Todos os dias quando saio de casa, ando até a faculdade e consigo minha presença indispensável para concluir o semestre – a grande questão é, estou realmente ali?

Todos os dias quando faço o que tem que ser feito, sinto dores internas que me assombra(rão)m por ter que me anular para eles, por eles.

Todos os dias quando consigo ter um tempo para mim mesma, repito como um mantra que não posso me deixar afetar pelo mundo lá fora, nem que ele me destrua com suas palavras gentis e críticas construtivas para ser uma versão melhor de mim – quem sabe disso realmente, eu ou eles?

Todos os dias quando como, sei que devo me amar mais, gostar mais de mim mesma – mas porque eles fazem isso parecer tão errado e impossível?

Todos os dias quando respiro, me mostram um novo padrão ideal e todos os benefícios de segui-lo – até onde serão benefícios para mim e não para eles?

Todos os dias quando sobrevivo, meus erros são jogados em meu rosto e as palavras gentis e críticas construtivas ser transformam apenas em olhares de decepção e desgosto e isso dói, como dói, não ser o suficiente – quando deixei de ser suficiente para mim e tentei ser suficiente para eles?

Todos os dias quando volto para casa, me jogo cansada no sofá e avalio tudo o que fiz naquele dia – porque é tão difícil sentir orgulho próprio (porque parece errado sentir)?

Todos os dias quando me deito na minha cama, esperando apenas uma noite de sono calma e profunda, recebo apenas uma ansiedade que me consome migalha por migalha, me deixando sem fôlego e com o desejo de nunca mais sair dali – amanhã começa tudo de novo.

Todos os dias quando acordo, me levanto, saio de casa, enfrento meus demônios pessoais e ainda os de outros, quando simplesmente existo, porque não celebro o fato de ter vivido mais um dia sem desistir?

Todos os dias que a depressão e a fobia social não me incapacitam são uma vitória – porque não me sinto merecedora dela?



Sept. 18, 2018, 10:21 p.m. 0 Report Embed 0
The End

Meet the author

Amanda Figueiredo monachopsis: o sutil, mas persistente sentimento de estar fora de lugar. Jimin bottom e gravidinho squad🐣

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~