Decepção Follow story

inkosazana Inko Sazana

"Decepção, aquela era a única coisa que eu havia conseguido causar durante meus momentos na terra sendo um humano, sendo Byun Baekhyun"


Fanfiction Bands/Singers Not for children under 13.

#kpop #exo #sehun #baekhyun #boto-cor-de-rosa #pirlimpimpim
Short tale
27
5510 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capitulo único



Nota: Esta fanfic faz parte do desafio Sítio do Pica-Pau Amarelo. Acabei escolhendo usar a lenda do Boto-cor-de-rosa


Tenham uma boa leitura, espero que gostem de alguma forma


~~



Capitulo único 


Decepção, aquela era a única coisa que eu havia conseguido causar durante meus momentos na terra, sendo um humano, sendo Byun Baekhyun. E agora, depois de anos, quando converso pela primeira vez, cara a cara com um de meus filhos, é que me dou conta disso.

— COMO VOCÊ PODE? — O garoto, que agora sabia se chamar Sehun, gritou comigo, como ninguém antes havia feito — Tem noção do sofrimento e humilhação que causou em várias pessoas?

Sim, tinha uma noção mínima, pelo que pude reparar. Sabia que uma mãe solteira não era bem vista pela sociedade, mas o que isso importava para mim? Eu era apenas um golfinho, que passava a maior parte do tempo nas águas de um rio, que vinha a terra em forma de humano apenas para me divertir, nunca houve algo, que me obrigasse a lidar com as consequências.

Mas ouvir outra pessoa falando aquilo para mim, fazia parecer muito mais grave do que cogitei.

— ME RESPONDA — Meu filho se estressou mais, ao notar que eu apenas mantinha a cabeça baixa.

— Me desculpe.

Aprendi que os humanos usavam aquelas duas palavras quando percebiam que haviam errado, ou até mesmo por educação, diziam ser palavras mágicas que quando usadas, fariam com que o erro fosse perdoado mais facilmente.

— Pedir desculpas não pode mudar nada do que aconteceu.

Mas aparentemente, elas não tinham força suficiente para fazer o mais importante: mudar as consequências do erro

— Você nunca nem mesmo se interessou em conhecer nenhum de seus filhos?

— Não — Me senti envergonhado ao ser sincero.

Ao ouvir a resposta, Sehun me encarou com uma mistura de descrença e decepção.

— Pois eu sim! Durante anos sonhei com o dia que eu iria te encontrar, e tudo mudaria — Veio caminhando em minha direção, fazendo com que recuasse, ficando cada vez mais próximo do rio — Durante anos fui ridicularizado, por ser mais um, dos vários filhos do boto.

Não sabia informar se Sehun parecia com sua mãe, afinal, em meio a tantas parceiras de uma noite que tive, não me lembrava do rosto de alguma em específico. Mas poderia dizer com certeza, que comigo ele não parecia nada, a única coisa que denunciava nosso parentesco era seu cabelo, que era tão rosa quanto o meu.

— O que quer que eu faça para tentar consertar isso?

— Consertar?! Você não pode consertar algo assim

Fechei os olhos por alguns instantes, senti o peso de suas palavras me atingindo, o sentimento de impotência me incomodou.

Sehun tinha razão, nada poderia mudar meu comportamento. Ele já era um garoto crescido no auge de seus dezessete anos, não me interessei em o conhecer ou acompanhar sua vida, nem a dele nem a de nenhum dos outros vários filhos que possuía. Ele não tinha a obrigação de me perdoar, não me devia nada.

— Então apenas suma da minha frente e prometa não causar mais decepções a ninguém — Sehun pediu, dando as costas para mim

E foi isso que fiz, pela primeira vez como pai, atendi o primeiro e último desejo de um de meus filhos.

Sem me despedir, me joguei no rio e junto com águas levei comigo sua promessa, nunca mais voltaria ali, nunca mais voltaria a ser Byun Baekhyun.

Sept. 12, 2018, 2:56 p.m. 5 Report Embed 12
The End

Meet the author

Comment something

Post!
Inkspired Brasil Inkspired Brasil
Olá! Primeiro de tudo, queremos nos desculpar pelo atraso no comentário e garantir que faremos o possível para que isso não se repita. Foi muito interessante você ter pensado em desenvolver a história pela perspectiva do filho de um boto e foi muito legal a forma como você deixou claro os sentimentos do personagem. Deu pra sentir todo o rancor e tristeza dele por ser só mais um filho do boto e essa questão de ter um pai ausente realmente é algo bem comum — infelizmente — na nossa realidade. Você mantéu a essência da lenda na história e fez bom uso dela, além de ter desenvolvido um plot realmente muito interessante. Sugerimos que você dê uma revisada mais minuciosa na história, pois ela tem alguns erros de pontuação e concordância, mas não é nada que atrapalhe na leitura. Parabéns por ter cumprido e desafio e obrigada por compartilhar a sua história com a gente. Até a próxima! <3
Feb. 22, 2019, 10:51 a.m.
Ayala O. Melo Ayala O. Melo
Que lindo :O triste, mas lindo. Nunca pensei em misturar uma lenda tão violenta, como a do boto, com nosso Byun (ou como eu chamo Baekie XD), mas faz sentido e eu amei. Agora que te descobri, vou te seguir até o inferno kkkk Escreve mais, amei.
Nov. 11, 2018, 8:27 p.m.
Kat miya Kat miya
Oct. 27, 2018, 9:41 p.m.
Daniel Martins Daniel Martins
Amiga bem sad sua história, tem algumas críticas sociais disfarçadas e não vou negar que eu amei, as palavras tem um peso emocional em quem lê e isso deixa a pessoa mais apegada, lindissima
Sept. 18, 2018, 8:02 p.m.
Natalle Cristina Natalle Cristina
;-; Mano eu vim no mundo pra sofrer viu? Coisa linda mano! Triste, mas linda
Sept. 16, 2018, 4:34 p.m.
~