Família Aburame-Inuzuka Follow story

dimizito Dimitri Acibim

Kiba e Shino são amigos e disso todo mundo sabe, só que a situação mudou depois da grande guerra ninja e agora os moços do time 8 terão que decidir entre ter um futuro juntos ou separados.


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#lemon #Kiba-x-Shino #shino #shiba #Akamaru #Shino-x-Kiba #kiba #naruto
9
5.2k VIEWS
In progress - New chapter Every 30 days
reading time
AA Share

Paz, paixão e putaria

~~Esta é uma fanfic baseada em interações feitas no Twitter pelo grupo KS Fake Tour™, onde cada membro é responsável por interpretar um ou mais personagens da franquia Naruto para o fim de divertimento. Acontecimentos reais da obra de Kishimoto podem ser desconsiderados, assim como buracos de enredo podem ser tapados. Ih é, blá blá blá os direitos sobre a franquia Naruto não me pertencem e tals blá… Todo mundo citado aqui é maior de idade heim. Boa leitura, beijos.

Konohagakure
Terminal metroviário, 21:38

Noite calma e clima tranquilo em Konoha, o céu sem nuvens permite uma bela visão das estrelas, causando um contrastante com os novos prédios luminosos, que foram erguidos com a reforma urbana pós-guerra ninja. Tudo agora tem um ritmo mais devagar, comparado com a vida que todos levavam anos antes.

No recém inaugurado terminal metroviário, que permite uma maior conexão física entre as 5 grandes nações ninjas e seus demais países associados, Kiba e Akamaru aguardam pela chegada de um trem vindo de Iwagakure e que trará um amigo que durante um bom tempo ficou longe de onde habita.

- É aquele ali! - Disse Kiba ao avistar o trem se aproximando.
- Au! - Respondeu Akamaru com um latido concordando com o que foi dito.
- Não tem como esquecer o cheiro dele, certo Akamaru? - Perguntou Kiba sorrindo ao olhar pro seu irmão canino.
- Hm au au! - Concordou mais uma vez.

O trem chega, muitas pessoas se aproximam dele e a grande maioria está ali para rever aqueles de quem gosta. Com a enorme explosão industrial iniciada no mundo, muitos aldeões mudaram-se de suas vilas de origem para trabalhar em outras e em funções que não necessitavam de grandes quantias de chakra ou preparo físico. Uma multidão começa a desembarcar e encontros começam a ocorrer enquanto bagagens se chocam umas nas outras durante a movimentação. Do vagão do meio, Shino sai com apenas uma mala de mão e um tanto que atordoado olha para os lados procurando por algum rosto conhecido. Kiba percebe a situação em que Shino se encontra mesmo estando tão longe, afinal, ter todos os sentidos melhorados faz sua diferença nessas horas, além de possuir o conhecimento sobre o funcionamento do novo meio de transporte, Kiba usa esses trens com bastante frequência devido a nova vida que leva.

- Espera aqui. - Disse Kiba a Akamaru, que fica sentado aguardando.
Kiba salta de onde estava e aterrissa em cima do trem, ele corre pela parte de cima dos vagões até chegar em um próximo a Shino, que nota a forma criativa que o amigo superou a dificuldade de se mover entre tantas pessoas. Os dois moços do time 8 não trocam nenhumas forma de comunicação verbal, simplesmente sabem o que cada um pensa. Shino joga sua mala para Kiba, que a segura com maestria e após isso ele desaparece em uma nuvem de insetos. Kiba corre de volta por onde veio até chegar no local que Akamaru o espera, seguido pelo batalhão de insetos do amigo. Quando Shino volta a ter sua forma humana, Kiba rapidamente o abraça com o máximo de força que possui e diz com grande felicidade:
- Que saudade, cara! Que saudade!
- Hm Au! Auauau! - Completou.
- Ki-Kiba sufo ~tossindo~ sufocando ~tossindo~. - Disse Shino, ou pelo menos tentou pois sua fala foi dificultada pela pressão do abraço.
- DESCULPA! - Kiba solta o amigo, que não se machucou no processo. Após isso Akamaru pula em cima de Shino para lamber seu rosto, devido a isso, Shino é derrubado e diz:
- Quanta demonstração de afeto por aqui!
- Você fez muita falta, cara! E aconteceu TANTA coisa! - Kiba disse isso com extrema energia enquanto ajudava Shino a se levantar.

Após ficar de pé e começarem a caminhar rumo a saída, Shino diz:
- Já pode me contar as novidades.
- A Hinata vai casar! - Disse Kiba com um certo brilhos nos olhos.
- E eu sou do clã Aburame. Conte novidades Kiba. - Shino se mantinha curto e sincero nas palavras.
- Ué, contei! - Disse Kiba confuso.
- Kiba todo o mundo sabe desse casamento, voltei para ajudar nele, afinal, nós dois somos padrinhos dos noivos. - Explicou Shino, como sempre.
- Poxa, quem te contou tudo? - Perguntou Kiba bastante entristecido por ter sua notícia informativa barrada.
- Inventaram o telefone e ele muito útil, Hinata me ligava todo dia, ao contrário de você. - Explicou Shino jogando uma verdade na cara de Kiba.
- Desculpa, eu ando muito ocupado, né verdade Akamaru? - Perguntou Kiba à Akamaru, que concordou com a cabeça e seguiram andando.
- Tudo bem, quase não tive tempo nesse tempinho que fiquei fora. - Disse Shino entendo que cada um tem suas obrigações.
- Tempinho? FOI QUASE UM ANO! - Gritou Kiba.
- Kiba, grita baixo! - Advertiu Shino.
- Mals ae, mas não foi tempinho!
- Certo certo. Retornei para ficar.
- Quero saber tudo sobre como foi estudar insetos em Iwagakure.
- Chato. - Shino realmente achou profundamente chato, tanto é que lembrar disso o deixava entristecido.
- Nossa, por que? - Perguntou Kiba.
- Por que você não estava lá.

Kiba fica corado ao escutar isso e ri de puro nervosismo enquanto Akamaru ri de deboche mesmo.

- Entrarenos nesse assunto mal resolvido mais tarde, Shino, de preferência em um lugar mais reservado. - Desconversou Kiba se mantendo  corado.
- De acordo.
- Sua casa é tão distante daqui, passa a noite na minha.
- Você aprendeu a ter boas ideias. Sua mãe não vai se importar?
- Olha só, você fez uma piada inferiorizando minha inteligência, que incrível!
Shino ri discretamente já que seu passatempo não oficial era zoar o Kiba na frente dos outros e Kiba continua a falar:
- Eu disse para passar a noite na MINHA casa! - Ao falar isso Kiba tira um molho de chaves e as gira no dedo indicador. Ao entender o contexto, Shino pergunta:
- Sua? Como você conseguiu comprar uma casa?
- Com o dinheiro dos meus trabalhos.- Disse Kiba com bastante orgulho nas palavras.
- Ah sim. Você vai me explicar muito bem sobre seus trabalhos! Eu ouvi uns boatos e duvido que tais fatos ocorreram.  - Shino intimou Kiba.

Kiba ri de nervosismo extremo ao notar que terá que explicar sobre um de seus trabalhos agora, já que saíram do terminal e em um imenso outdoor no outro lado da rua tem uma foto dele de costas, trajando apenas uma cueca boxer vermelha. Shino ao visualizar o anúncio diz sem entender:
- Kiba?
- Bacana né? - Kiba ri sem graça, mas com felicidade e satisfação.
- É você ali, não é?
- Sim, eu mesmo, modelo exclusivo da marca de roupas Hunter.
- Entendo.
Shino não demonstrou fisicamente o turbilhão de emoções que sentiu ao ver Kiba seminu em uma posição tão intimidadora e visível para tantas pessoas, ele apenas ficou levemente vermelho enquanto ria discretamente da imagem, após pensar uns segundos, Shino pergunta:
- Mas como você foi parar lá?
- Teve um teste e eu passei, precisavam divulgar a marca de uma forma chamativa, ai deu nisso. - Kiba explicou rapidamente para não ter que explicar tantos detalhes.
- Não ficou com vergonha não?
- Não vejo motivo para isso, é só uma propaganda.
- Ah bom.

Todos continuam a caminhar, Kiba está carregando a mala de Shino, a todo momento conversam sobre coisas que ocorreram no período em que Shino se ausentou. Minutos se passam e chegam na frente da casa de Kiba, que está situada em uma área nobre da cidade, com arquitetura moderna e um vasto paisagismo.

- Chegamos! - Kiba falou apontando para seu lar.
- Você mora nessa mansão? - Shino está bastante surpreso com o que vê.
- Sim, esse pedaço da cidade era uma área vazia que ficava entre os distritos de clãs, mas o Kakashi deu as terras como pagamento de uma missão.
- Isso eu entendo, mas ele deu o terreno, como você conseguiu pagar a construção? Quantos quartos isso tem? - Shino seguia assustado com a magnitude das casas por ali.
- Eu explico lá dentro, calma. Hm, acho que 8 ou 10. - Disse rindo e confuso.
- Você por um acaso é milionário? - Perguntou Shino sem sarcasmo.
- Talvez sim. - Disse Kiba rindo, pois ele não sabia quanto dinheiro ele possui.
- Não esqueça dos amigos agora que tem tanta condição.
- Jamais. Falando em amigos, aquela casa lá longe é a da Sakura e aquela do outro lado da rua, a que tem flores, é a da Ino, mas elas ainda não moram aqui. - Ao falar Kiba apontava para os locais.
- Me arrependo de ter ido embora, todos enriqueceram. - Lamentou Shino.
- Nunca é tarde para começar a lucrar. Agora entra, vai descansar da viagem!
- Certo.

Ao entrar, Kiba praticamente obriga Shino a ir tomar um banho enquanto ele prepara o jantar, que será algo que agrade o paladar da visita.
Um tempo se passa, Shino aparece na cozinha com seu típico visual de muita roupa no corpo, mas não tanto quanto antes. Kiba já está sentado à mesa e diz:
- Olá de volta, fiz salada. O suco é de limão.
- Minha comida e bebida favorita… Suspeito. - Disse Shino usando as habilidades de dedução que todo ninja tem.
- Só estou tentando agradar, favor comer calado.
- Certo chef.
Shino se senta à frente de Kiba e antes de comer, pergunta:
- Quais outros trabalhos você fez mais?
- O mais recente é que eu abri um pet shop e uma clínica veterinária.
- Hinata mencionou sobre, isso é bastante legal.
- Animais merecem atenção igual gente. Ainda não inaugurei, me falta funcionários. - Rindo.
- Se eu puder, eu ajudo.
- SÉRIO? ÓTIMO! - A felicidade de Kiba quase salta do próprio peito, porém mantém a classe.
- Afinal, inseto também é animal. - Disse Shino ao militar a favor dos insetos.
- Isso mesmo meu caro companheiro. A comida tá boa?
- Está ótima. - Shino disse isso porque realmente está ótima e contínua. - O suco também está, amo limão.
- Bacana. - Rindo.
- Só que esse seus estabelecimentos não devem ter saído barato né? A verba veio do emprego de modelo, foi? - Questionou Shino.
- Não foram baratos não… E sobre a verba…  Então… - Kiba está exitante nas palavras, Shino não entende o fato de Kiba ficar tão envergonhado e feliz do nada, mas já suspeita do que se trata o assunto e pergunta:
- Tudo bem? Você está um pouco nervoso.
- É que é estranho ter que explicar.
- Foi algo fora da lei? Tu tá metido com droga, Kiba? - Perguntou Shino elevando a voz.
- NÃO! Foi tudo feito nos conformes, eu assinei umas 20 páginas de documento.
- O que algo tão burocrático pôde render tanto?
- Eu fiz… Eu eu atu...ei? - Kiba tentava encontrar um termo que melhor explicasse o ocorrido.
- Atuou em? - Shino segurou o copo se preparando para beber.
- Eu atuei em um filme….
- Filme? - Shino após dizer isso deu uma golada farta no suco.
- Em um filme pornô. Disse Kiba rindo sem jeito enquanto Shino, após ouvir essa afirmação, cuspiu todo o suco que estava a engolir com uma força digna de um poderoso estilo suiton. Shino meio engasgado e totalmente surpreso diz:
- Cof cof você cof o que?
Kiba se levantou para pegar papel toalha para ajudar a limpar a bagunça feita por Shino e de pé diz sem olhar para Shino:
- E foi com o Lee.
Shino descompensa sua respiração e com o máximo de confusão mental diz quase gritando:
- COM O LEE? COMO ASSIM KIBA?
- Se acalma, respira, não vá perder o controle dos insetos hein. - Kiba tentava contornar o assunto como podia, mas Shino tinha muitos motivos para ficar com raiva sobre a situação.
- Num pede calma não! - Advertiu Shino!
- Deixa eu explicar tudo!
- Explicar o que seu cachorro? Eu fui pra longe para tentar te esquecer, amorosamente falando e em respeito a você, porque suas palavras em resposta ao meu "eu te amo" foram "eu sou hetero".
- Mas até então eu era! Ou achava que era… BOM DEIXA EU EXPLICAR! - Kiba disse já implorando para poder explicar.
- Deixo, comece.

Shino era bastante calculista sobre seus atos, tudo o que fazia era cuidadosamente pensado, mas naquele momento ele só queria ir embora dali, porém ficou, pois estava curioso demais sobre tudo. Kiba respirou fundo e começou a falar:
- Eu falei que teve MUITA coisa enquanto você estava longe.  Principalmente, como eu digo isso? Bom, principalmente sobre sexualidade. - Kiba continuava a contornar a situação.
- O que você quer dizer com isso?
- Bom, digamos que não existem ninjas héteros em Konoha. - Afirmou Kiba.
- Ham? - Shino estava completamente perdido.
- Não seja lerdo, Shino! Você entendeu.
- Isso é sério? Você generalizou legal.
- Só que essa não é uma informação pública ou que seja aceita por geral, descobri isso por pedaços.
- Você foi investigar a vida pessoal das pessoas? Dos nossos amigos?
- Eu fui ser feliz, ao acaso fui descobrindo e ligandos os pontos. Tudo começou quando eu… - Kiba passou a olhar para baixo devido a vergonha dos fatos que ele tem pra dizer.
- Não faz o tímido pra cima de mim não! Vai falando! - Shino era dócil como uma borboleta, mas nesse momento ele está com uma raiva digna de uma vespa.
- Tudo começou quando eu e o Sai saímos em uma missão no país das fontes termais… Tomamos banho juntos e ~risos~ a gente se pegou.
- VOCÊ E O SAI? - Disse Shino chocado.
- Não me julgue, ele é bonitinho e até que bastante eficiente nesses assuntos. Bom ele tá com a Ino agora. Ah, Eu e Ino nos beijamos também umas poucas, muitas vezes. - Kiba mantinha a timidez ao falar disso, mas a relação que posusi com Shino o fez ter calma para falar tudo.
- Eu não estou sabendo lidar com tanta informação sobre tanta gente, porém continue, a surpresa é tanta que matou minha raiva de antes. - Disse Shino despertando a curiosidade pelas  fofocas  da vila.
- Então acho que terá mais surpresas...
- Rikudou... Tenho medo do que vou ouvir.
- Eu e Ino-Shika-Chô fomos para Kumogakure, tudo lindo e bacana, teve festa com umas bebidas diferenciadas e a única coisa que me lembro é acordar pelado junto do Shikamaru enquanto via Chouji sair do quarto da Karui, a moça que nos auxiliava na vila.
- Então você e o Shikamaru…
- Sim. - Kiba diz rindo sem jeito.
- Tem mais coisa? - Shino já não se chocava mais com o que ouvia.
- Depois disso recebi a oferta do filme.
- Explique bem sobre.
- Achei que seria outro tipo de filme, eu realmente achava. Eu cheguei no dia da gravação, que era um lugar bastante suspeito e na recepção encontrei com o Lee. Estranhamos tudo. Após isso o diretor apareceu, elogiou nossa aparência e mandou a gente tirar a roupa. Entendemos a situação e íamos embora, porém ele triplicou nosso eventual pagamento e… Bom, aceitamos fazer.
- Não acredito que o Lee se prestou a esse papel. - Disse Shino surpreso com a atitude de Rock Lee, mas no fundo sabia que Kiba é do tipo de pessoa que faria isso mesmo.
- Prestou muito que bem, eu fiquei dois dias sem andar. NÃO! ESSES DETALHES EU NÃO CONTO! - Kiba disse sem querer querendo.
- NEM QUERO SABER! - Afirmou Shino.
Um silêncio bastante constrangedor fica entre eles até que Kiba fala:
- E por fim teve a despedida de solteiro do Naruto e da Hinata, eles fizeram juntos e ocorreu coisas que eu não esperava.
- Ah não Kiba, não me diga que o Naruto traiu a Hinata contigo?
- Então Shino. Não foi traição. Festinha rolando e Sake na cabeça de todo mundo. Hinata me puxou pro canto e me mandou esperar lá, em seguida ela voltou com o Naruto, eu e ele ficamos sem entender.
- Eu preciso saber disso? - Shino disse isso por achar que detalhes sobre seus amigos mais próximos seriam prejudicais para a amizade.
- Não se finge de santo! Tá estampado na sua cara que você quer saber o fim! Eu sinto o cheiro da curiosidade. - Afirmou Kiba.
- … Continua … - Shino realmente tava ansioso pelo fim da história.
- Então Hinata me colocou de frente pro Naruto e falou "se beijem!". Não entendi nada com nada. Ela então começou a beijar o Naruto de uma forma que meu amigo! Eu não tava esperando aquilo, do nada ela parou de beijar o noivo, veio pra cima de mim e fez comigo o que tinha acabado de fazer com o Naruto. Meu cérebro desligou com a situação e aí voltou a pegar quando Hinata me largou e me empurrou pra cima do Naruto…. E nos beijamos também com a mesma intensidade enquanto ela fazia outras coisas que não vem ao caso! No fim da festa os noivos foram pro Hospital em coma alcoólico, mas ninguém soube disso.
- Não estou surpreso com esse final, a Hinata já tinha me contado que gostaria de realizar esse desejo. MAS NÃO ESPERAVA QUE FOSSE COM TU NO MEIO!
- Eles nem devem se lembrar disso, tudo bêbado.
- E realmente não me importo, mas o senhor Inuzuka pegou konoha inteira pelo visto.
- É..  Agora pode me criticar por tudo.
- Criticar? Por mais que eu te ame, nunca tivemos um compromisso e você não me deve satisfação. - Shino sabia que ciúme é um sentimento tóxico e ele nunca sentiu isso sobre Kiba.
- Você merece um prêmio por ser tão compreensivo.
- Agora não imaginava que você seria tão festeiro e pegador, realmente um cachorro. - Disse Shino levemente decepcionado.
- Assim você me magoa… - Realmente magoaria Kiba.
- Não foi a intenção.
- Só que enquanto eu beijava todos os membros do nosso círculo de amigos, eu percebi que nenhum sentimento além de amizade estava presente ali.
- Hm bacana, fala mais.  
- No fim disso tudo percebi que eu só consigo amar um homem e que ele não estava próximo de mim naquele momento, mas agora ele tá na minha frente. - Disse Kiba abrindo seu coração para Shino.
- Fofo.
- Eu sei, fiquei treinando esse discurso tem um mês.
- Isso foi mais fofo. - Shino achava tão meigo quando o barulhento do Kiba falava suave, mas a delicadeza durou pouco pois Kiba disse:
- Ah vamos logo com isso!

Kiba se inclina sobre a mesa, se apoiando nela com uma mão e com a outra puxa a cabeça de Shino para próximo dele, Shino repete o movimento e finalmente deixa fluir tantos sentimentos através de um beijo demorado, quente e de puro amor recíproco. Após tal momento, Kiba para de beijar Shino e pergunta:
- Quer namorar comigo?
- Não.

A felicidade de Kiba some ao ouvir tal resposta negativa e Shino seriamente, porém corado devido ao trabalho que sua língua fez e continua a dizer:

- Não, eu não vou namorar com você.

~Isso é tudo pessoal.








Sept. 6, 2018, 12:28 a.m. 7 Report Embed 4
To be continued... New chapter Every 30 days.

Meet the author

Dimitri Acibim Sei algumas artes e vivo pra salvar yaoi no celular.

Comment something

Post!
Jessie Teixeira Jessie Teixeira
C-como assim?! Cadê o cap dois?? NÃO ME MATA DESSE JEITOO
Dec. 12, 2018, 8:10 p.m.

  • Dimitri Acibim Dimitri Acibim
    AAAAa desculpa kjkjkjkskjdskd O segundo capítulo sairá em breve, muito em breve. Obrigado por ter lido sz c: Dec. 13, 2018, 7:38 a.m.
  • Dimitri Acibim Dimitri Acibim
    AAAAa desculpa kjkjkjkskjdskd O segundo capítulo sairá em breve, muito em breve. Obrigado por ter lido sz c: Dec. 13, 2018, 7:38 a.m.
  • Dimitri Acibim Dimitri Acibim
    AAAAa desculpa kjkjkjkskjdskd O segundo capítulo sairá em breve, muito em breve. Obrigado por ter lido sz c: Dec. 13, 2018, 7:40 a.m.
  • Dimitri Acibim Dimitri Acibim
    AAAAa desculpa kjkjkjkskjdskd O segundo capítulo sairá em breve, muito em breve. Obrigado por ter lido sz c: Dec. 13, 2018, 7:40 a.m.
  • Dimitri Acibim Dimitri Acibim
    DSLFSDKLFNDSF OBRIGADO INKS POR BUGAR MINHA RESPOSTA AAAAA Dec. 15, 2018, 1:24 p.m.
  • Jessie Teixeira Jessie Teixeira
    Kkkkkk okay <3 Dec. 16, 2018, 9:04 a.m.
~