Mudanças Follow story

BeatrizPFT25 Beatriz PFT25

Após o festival da U.A. muitos alunos tinham mudado, não só a maneira de pensar ou o treino que iriam fazer como também no coração, e cada pessoa reage de maneira diferente às mudanças. [ShinIzu]


Fanfiction Anime/Manga All public.

#yaoi #boku-no-hero-academia #my-hero-academia #midoriya-izuku #Shinsou-Hitoshi #ShinIzu
Short tale
4
4984 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo Único - Mudanças

Após o festival da U.A. muitos alunos tinham mudado. Todoroki era um dos exemplos, agora treinava o seu lado esquerdo, o qual odiava por ter herdado do seu pai, para poder usar toda a sua habilidade para realizar o seu sonho de se tornar num herói, Uraraka era outro caso, apesar de querer se especializar em resgate quando se tornasse profissional, graças à luta contra Bakugou, abriu os seus horizontes e por tal queria treinar a sua parte física para, caso necessário, conseguir vencer numa luta corpo a corpo. Mas um outro aluno em especial também tinha mudado, não na personalidade, ou no seu tipo de treinamento, mas sim no seu coração.

Shinsou Hitoshi estava muito ligado emocionalmente a um aluno em especial do departamento de heróis, Midoriya Izuku. Por algum motivo, que o mesmo não conseguia perceber, ou até conseguia mas não queria, o rapaz contra quem tinha lutado no festival ocupava a sua mente, muito mais do que alguma vez pensou que alguém fosse ocupar. Mas por uma razão, desconhecida para Shinsou, Midoriya também parecia ter-se afeiçoado a ele, tanto que os dois agora almoçavam juntos de vez em quando, nos intervalos sempre que se cruzavam arranjavam um tempo para falarem um com o outro, algumas vezes Midoriya chegou até a aparecia na sala de estudos gerais para o ir buscar e até chegaram a ir para casa juntos algumas vezes.

Shinsou não sabia qual era a razão que levava Midoriya fazer isso, aproximar-se dele assim, de uma maneira tão inexplicável a seu ver, não que não gostasse, isso ele não negava, depois de algumas semanas a ter a sua cabeça ocupada por pensar e sonhar com Midoriya, Shinsou tinha acabado por perceber qual o significado de tanta confusão na sua cabeça e no seu coração, era amor. Ele estava inconfundivelmente apaixonado por Midoriya.

Ele não considerava esse sentimento algo negativo, gostava da sensação de borboletas na barriga quando Midoriya se aproximava, ou do acelerar do coração quando ele dizia o seu nome e sorria, o grande problema era que esse sentimento não vinha sozinho, acompanhado do amor que sentia vinha o ciúme, quando Midoriya trocava sorrisos com Todoroki, ou quando almoçava alegremente com Uraraka e Iida, até mesmo quando trocava olhares com Bakugou, Shinsou não conseguia controlar o ciúme, só lhe apetecia usar a sua peculiaridade e dizer para todos se afastarem de Midoriya, mas ele não podia fazer isso, não tinha esse direito, eles não era nada mais que bons amigos, e isso era de facto, o que mais incomodava Shinsou.

Ao lembrar-se novamente de Midoriya, Shinsou suspirou, ele estava na última aula do dia, faltavam poucos minutos para ele poder, finalmente, ir para casa. Não que os seus pensamentos fossem mudar muito, ele já se tinha habituado a perder-se em pensamentos sobre Midoriya, mas esse facto não o incomodava, o que realmente o deixava perturbado era não poder estar com o outro rapaz, ele sabia que no momento Midoriya estaria num treino do qual só as pessoas do curso de heróis participavam, por essa razão dificilmente iria aparecia na sua sala sorridente a convidá-lo para irem para casa juntos.

Com esse pensamento voltou a suspirar, queria estar com Midoriya, cada momento com ele era especial, eram momentos, que se dependesse de Shinsou, iriam ser muito mais constantes, e não iriam acontecer apenas dentro do recinto da U.A. ou a caminho de casa, Shinsou queria sair com Midoriya nos seus dias livres, queria trocar mensagens sobre assuntos aleatórios, ligar apenas com a desculpa de querer ouvir a sua voz, queria saber como era o habitual dele na sua casa, o que ele fazia, queria fazer parte da vida de Midoriya mais intensamente, mas não sabia como, não queria recorrer ao uso da sua peculiaridade para avançar com Midoriya, mas também não sabia por quanto tempo mais aguentaria manter-se apenas amigo dele, na verdade nem sabia se Midoriya queria ter esse tipo de relacionamento, especialmente com ele.

O sinal de final de aulas trouxe Shinsou de volta dos seus pensamentos sobre Midoriya, arrumou o seu material e quando se apercebeu estava sozinho na sala, como era sexta-feira a maioria dos alunos queria logo ir para casa para poderem aproveitar o fim-de-semana, mas para Shinsou o pensamento não era esse, para ele fim-de-semana significava que não poderia estar com Midoriya, ele não se sentia no direito de lhe mandar mensagem ou ligar para combinar algo, pensava que poderia estar a forçar algo, ele não achava que Midoriya pudesse querer esse tipo de relação mais próxima com ele.

Foi em direção à saída da escola a passos lentos, não tinha pressa, nem motivação, para chegar a casa. Quando chegou aos cacifos da entrada principal surpreendeu-se, pois viu alguém que pensava que só iria ver no próximo dia de aulas. Midoriya arfava, parecia que se tinha esforçado muito fisicamente, teria sido do treino? Ele olhava para os lados como se procurasse alguma coisa, assim que percebeu que alguém o observava viu Shinsou e logo abriu um sorriso e for de encontro a ele.

– Shinsou-kun! Ainda bem, parece que cheguei a tempo. – Disse ele levando uma mão ao peito e respirando fundo. Shinsou olhou confuso para Midoriya e prontamente perguntou.

– A tempo do quê? – Ele estava feliz de poder ver Midoriya antes de ir para casa mas também estava curioso pelo facto de ele estar ali.

– De me encontrar contigo. – Respondeu controlando a respiração. – Assim que o treino acabou troquei de roupa o mais depressa possível e vim a correr para aqui, vi os teus colegas saírem e por isso pensei que talvez já tivesses ido para casa, mas ainda bem que cheguei a tempo de ter encontrar. – Após explicar sorriu, um sorriso que fez o coração de Shinsou acelerar, ele tinha ido até ali só para se encontrar com ele? Como é que Shinsou poderia exprimir a felicidade que estava a sentir?

Shinsou colocou a mão na nuca, gesto que fazia sempre que estava nervoso ou sem saber como reagir, e sorriu, um sorriso pequeno mas sincero.

– E querias encontrar-te comigo por alguma razão em especial? – Perguntou tentando não parecer nervoso ou ansioso.

– Be-Bem… Que-Queria ir contigo para casa. – Confessou Midoriya mexendo as mãos deixando o seu nervosismo transparecer.

Shinsou não sabia como essa pequena frase o podia ter feito ainda mais feliz do que já estava, Midoriya tinha-se esforçado para ir ter com ele, só para irem juntos para casa, abriu mais o sorriso e olhou nos olhos de Midoriya.

– Obrigado, fico feliz por teres vindo. – Agradeceu e virou-se para ir tocar os sapatos.

Midoriya ficou paralisado e corado, não sabia o que tinha acabado de acontecer, Shinsou tinha sorrido, o que ao longo dos dias em que estavam juntos tornava-se algo mais natural, e ainda agradeceu? Midoriya ficou muito feliz com a reação dele, ele tinha ido à procura dele porque não queria passar o fim-de-semana sem o ver, ficava difícil para ele, mesmo que ficassem muito mais tempo juntos a cada dia, parecia não ser o suficiente, haviam dias em que Midoriya só via o Shinsou se fosse ter com ele à sala de estudos gerias para irem juntos para casa no final do dia e isso, para Midoriya, não era de longe, tempo suficiente com Shinsou.

– Ainda bem… – Murmurou Midoriya, atraindo a atenção de Shinsou para si. – Eu às vezes pensava que era o único que ficava feliz quando estávamos juntos. – Confessou sorrindo. – Às vezes pensava que só aceitavas a minha companhia por algum tipo de obrigação. – Shinsou encarou Midoriya com os olhos arregalados, ele não pensava que Midoriya se sentia dessa forma.

– Se não gostasse da tua companhia já te teria dito… – Comentou Shinsou corado.

Midoriya sorriu ainda bem e começou a andar para a saída da escola, sendo logo seguido por Shinsou. Durante o caminho Midoriya explicava o que tinha feito no treino do dia, e quando ambos se aperceberam já estavam na parte do caminho em que se separavam, por morar em direções diferentes. Ambos ficaram parados de frente um para o outro, nenhum mostrava vontade de ir para casa, então estavam apenas a olhar para direções diferentes, à espera que o outro dissesse alguma coisa. Depois de respirar fundo e ganhar coragem Midoriya foi o primeiro a falar.

– Shinsou-kun! – Chamou e os seus olhos encontraram-se quando levantou a cabeça. – Se… Se quiseres podemos ir amanhã a algum lado… Só se quiseres claro… – Midoriya atrapalhava-se com as palavras, deixando o nervosismo claro.

Shinsou ficou surpreendido, por um segundo pensou que Midoriya lhe tinha conseguido ler a mente ou algo parecido.

– Midoriya… Porque me estás a convidar? – Perguntou curioso, mas ao perceber o olhar meio de pânico de Midoriya acrescentou. – Não que não fique feliz… – E voltou a direcionar a mão para a nuca e olhou para o lado, corado.

– B-Be-Bem… – Midoriya ficou muito corado e mais nervoso do que já estava. – Eu quero estar mais contigo Shinsou-kun! – Confessou tapando a boca com o braço, tentando esconder o rubor no seu rosto.

– Porquê…? – Midoriya sentia-se da mesma forma que ele? Shinsou só conseguiu sorrir ao pensar nessa possibilidade, mas queria que Midoriya confirmasse.

Midoriya tirou o braço de frente da cara e olhou determinado nos olhos de Shinsou, ele já tinha planeado dizer-te mais cedo ou mais tarde, a maioria das vezes era a coragem que lhe fazia falta, e porque não aproveitar o rumo da conversa e dizer agora? Mas que tipo de herói perde a coragem quando é para falar dos seus sentimentos? Pensou Midoriya antes de falar.

– Porque gosto de ti Shinsou-kun! – Afirmou extremamente corado mas sem desviar os olhos dos de Shinsou, que se arregalaram ao ouvir essa resposta de Midoriya. – E não é só como amigo. – Acrescentou, com medo que a sua frase tivesse sido mal entendida.

Mas Shinsou tinha compreendido, a determinação nos olhos de Midoriya não lhe deixava dúvidas. Shinsou tirou a mão da nuca e aproximou-se de Midoriya, que não sabia o que fazer a seguir.

– Eu também… – Murmurou sorrindo encarando os olhos de Midoriya, que ao ouvirem essa frase brilharam.

– A sério? – Perguntou sem conseguir acreditar no que estava a acontecer.

– Teria razões para mentir? – Perguntou arqueando uma sobrancelha. Midoriya só conseguiu sorrir em resposta. – Então posso ligar-te mais logo para combinarmos o nosso encontro de amanhã? – Perguntou Shinsou um pouco corado e nervoso, não tinha pensado que teria coragem para dizer aquilo, mas depois da declaração de Midoriya pensou que poderia arriscar um pouco.

– En-Encontro? – Midoriya estava incrédulo, ele já achava que seria um encontro, mas ouvir Shinsou a dizer era completamente diferente de quando repetia a palavra na sua cabeça.

– É normal os namorados irem a encontros não é? – Midoriya não esperava Shinsou dizer aquelas palavras, não tinha havido pedido de namoro, mas com aquela situação ambos tinham percebido os sentimentos um do outro.

– Sim! Podes ligar-me mais logo então. – Respondeu Midoriya sorrindo, fazendo Shinsou sorrir em resposta.

– Até logo então. – Despediu-se Shinsou dando um beijo na bochecha de Midoriya, não sabia de onde tinha vindo a coragem, mas ver a reação envergonhada de Midoriya compensou.

– Até logo. – Despediu-se Midoriya e correu na direção da sua casa, acenando de longe.

Foram então cada um para seu lado muito felizes com o que tinha acabado de acontecer, não sabiam de onde tinha vindo tanta coragem, provavelmente estava no sangue de heróis deles, mas eles não tinham a certeza, no momento também não importava realmente de onde tinha vindo a coragem ou a situação, ambos só tinham na cabeça que estavam felizes por ter acontecido.

Sept. 2, 2018, 3:31 p.m. 0 Report Embed 2
The End

Meet the author

Beatriz PFT25 Viciada em BNHA! ❤ Apaixonada pelo Todoroki Shouto! ❄❤🔥 Escrevo nos tempos livres! ✍ TT: Beatriz_Kami7 Sintam-se livres para falar comigo :3 Tenho conta também no Spirit, Wattpad e Nyah, todas com o mesmo nome

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~