Brincadeira Do Destino Follow story

estherliz96 Esther Liz

Uma simples atividade da sensei. Uma revelação de sentimentos na época desconhecidos. Uma brincadeira do destino em repetir o ciclo, afinal sempre teremos o sol e a lua


Fanfiction Anime/Manga Not for children under 13. © Todos Os Direitos Reservados

#Sol-E-Lua #familia #sarada-uchiha #Himawari-Uzumaki #naruto-uzumaki #sasuke-uchiha #romance #comédia #orochimaru #sasunaru #sns #Uzumaki-Boruto #mitsuki #BoruMitsu #MitsuBoru
5
4680 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Nossos Sentimentos

Era mais um dia comum no jardim de infância Sementinha de Konoha e como acontecia sempre Boruto e Sarada não paravam de brigar, em alguns momentos nem mesmo pareciam irmãos.

Quando a professora chegou na sala de aula todos os alunos começaram a sorrir. Ino Yamanaka era aquela educadora doce e amada por todos. Todas as classes daquela escola queriam ter uma professora tão divertida e carinhosa, seus alunos sabendo disso saiam sempre causando ciúmes em outras salas.

Mas aquele dia estava diferente. Boruto não entendia muito as coisas, quando a Tia Ino anotou a atividade em seu quadro negro.

Notou que todos estranharam a atividade e Sarada como uma verdadeira chata questionou:

-Como assim professora?

-Simples crianças, vocês vão fazer um desenho sobre o que vocês querem ser no seu futuro ou o que querem ter. Soltem a imaginação!

Todos se animaram com a possibilidade de desenhar, se imaginavam no espaço, sendo policiais, bombeiros, cuidando de crianças. Era tantas opções que ficava difícil escolher.

-Ah, eu não sei - Boruto murmurou desanimado, nunca havia pensado nisso.

-Desenha o que você mais quer no seu futuro, eu tô fazendo o mesmo Boru - Mitsuki, seu melhor amigo sugeriu, sendo a luz que salvava o loiro.

-Obrigado Suki - Sorriu animado, já que teve uma vaga ideia do que fazer.

A aula passou animada, todos os alunos comentavam sobre o que queriam ser, o que tirava risos da professora pelas ótimas ideias.

Logo após ter dado o tempo da tarefa, Ino anunciou que começariam as apresentações dos desenhos. Até que o momento chegou, a professora começou a chamar os alunos para frente da turma.

-Eu quero ter sempre comida, porque comer deixa todos felizes- Chōchō foi a primeira a ir, falando feliz e arrancando risadas de alguns alunos.

-Gente, é muito feio rirem dos sonhos dos seus amigos. Sempre temos que oferecer aquilo que queremos, já pensou se é de vocês que estão rindo? - Ino repreendeu a sala, arrancando pedidos de desculpas dos seus amados alunos.

-Olha, eu não sei muito. É complicado. Só quero dormir - Shikadai respondeu, mostrando seu desenho de um garotinho deitado olhando as nuvens.

-Otimo Shikadai! - A professora elogiou, amando a sinceridade dos seus alunos. Lembrando que ele realmente parecia com seu pai.

-Eu quero sempre desenhar! Papai diz que meus desenhos são lindos - Inojin foi o próximo, mostrando um desenho dele e do seu pai sujos de tinta.

-Eu quero sempre aprender - Denki respondeu, mostrando um simples desenho de um livro que ele amava.

-Certo pessoal, vamos para o recreio e depois continuamos - Ino anunciou, já abrindo a porta da sala para seus pequenos irem comer.

-Ah! Que fome - Chōchō resmungou, pegando um pacote de batatinhas.

-Você sempre está com fome - Inojin respondeu enquanto roubava algumas batatinhas.

-Sa-chan quer ser o que? -Chōchō questionou sua melhor amiga, estava curiosa com a resposta dela.

-Segredo - Sarada respondeu, mostrando a língua e sorrindo logo depois.

Continuaram conversando e comendo, como toda criança que tem a única preocupação de se divertir, pois têm a certeza que seus heróis estão lá para os amparar.

Quando o recreio acabou, voltaram correndo, pois a atividade da Ino-sensei os animou demais. Assim que chegaram, Shinki já foi chamado para ser o primeiro a se apresentar.

-Eu quero ser forte igual otou-san - Respondeu simplista, mostrando um desenho do seu amado pai

-Seu pai é muito forte mesmo Shinki! Você vai ser um grande homem seguindo os passos dele - Ino elogiou, não evitou o sorriso ao notar seu aluno reservado corar com suas palavras.

-Agora é a minha vez! - Metal Lee levantou animado, indo para a frente da sala. Ino não se surpreendia mais com o jeito do seu aluno - No futuro eu quero ter uma juventude tão forte quanto à do papai.

Seu desenho ao contrário de todos não mostrava sua família, mas sim uma flor que ele gostava e que o significado foi ensinado pelo seu pai. Era uma flor de Sakura.

-Então agora é a vez da Sarada - Ino anunciou, vendo sua aluna engolir a saliva em nervosismo.

A pequena caminhou até a frente da sala, respirou fundo e mostrou seu desenho, surpreendendo Boruto.

-Eu quero ser forte como papa Naru e esperto como otou-san Sasuke, mas quero continuar sendo uma família com Buruto e Hima-chan. -

As meninas da sala não conseguiram segurar algumas lágrimas, Boruto ficou corado com a declaração. Afinal ela era a irmã chata, mas a amava muito.

-Certo Sarada, foi muito lindo. Não se preocupe com isso. Serão sempre essa família linda - Ino respondeu, secando algumas lágrimas - Agora é a vez do Mitsuki

O Albino levantou sua expressão sempre demonstrando calma e foi para frente da sala.

-Papai disse que quando gostamos muito de uma pessoa, devemos viver sempre com ela - comentou, respirou fundo e mostrou seu desenho - por isso eu quero sempre viver ao lado do Boru, ele me lembra do sol, e eu gosto de dias ensolarados.

A sala ficou em silêncio, ninguém sabia como reagir. Ino só conseguia sorrir enquanto pensava "Eles são iguais ao Sasuke e Naruto". Boruto, que já estava tímido com a declaração de Sarada, corou igual a um pimentão com seu melhor amigo.

-Lindo como sempre Mitsuki! Agora só falta o Boruto! - a professora chamou e, como em qualquer sala de aula, todos encararam o loiro.

Respirou fundo e levantou, olhou a todos que o encaravam e mostrou a língua. Agradeceria por ter sido um pouco esperto e ter feito dois desenhos e estar levando o certo, ou viraria piada na sala.

-Bom, eu não sei direito o que quero - começou dizendo enquanto coçava a nuca, hábito que pegou do seu papa Naruto - eu também quero continuar sendo uma família com a Sarada, quero que uma pegadinha dê certo com o otou-san Sasuke, quero sempre proteger a Hima, mas… - Respirou fundo, precisava de coragem para dizer isso - papa sempre diz que ele é o sol e o otou-san é a lua, eu quero sempre ser o sol do Suki.

Mostrou seu desenho, no centro estava sua família todos felizes, um dia ensolarado reinava ali, mas ao seu lado no desenho tinha Mitsuki dando as mãos para si. Formando sua definição de família feliz.

E como num ciclo, a história se repetia. Com um novo sol e lua para iluminar a quem estivesse perto.

Sept. 1, 2018, 10:24 a.m. 0 Report Embed 1
Read next chapter Almoço Em Família

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 1 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!