Five Years Of Waiting Follow story

ynnub Jeon Ynnubie

{Markson} "Era só mais um ano na escola até que tudo mudou e você apareceu, virou o meu mundo e criou um universo totalmente diferente" Menção 2jae❤ °•°•°•°


Fanfiction Bands/Singers For over 18 only. © Ynnubie

#fluffy #mark #2jae #markson #got7 #tragédia #Jackson #yaoi #drama
2
4947 VIEWS
In progress - New chapter Every Saturday
reading time
AA Share

What is your name?

Mark estava andando pelos corredores procurando por seu armário, alegremente, pois era seu último ano e ele se sentia tão feliz com isso.

A falsidade daquela escola o deixava enjoado, tanto por partes dos alunos quanto pela parte dos professores. Aqueles que fingem estar preocupados com o seu desempenho escolar, porém todos sabem que eles só estão preocupados com o salário no fim do mês para alimentar seus filhos idiotas.

Inclusive, o professor de matemática, vivia pegando no pé de Tuan. Toda hora era uma reclamação diferente.

“Mark, pare de mexer no celular.”

"Tuan, pare de conversar durante a minha explicação."

"Depois eu quero ver na prova, matemática é importante Mark. Você ainda vai usar ela em algum ponto da sua vida, vai agradecer por eu estar aqui te ensinando."

Mark apenas ouvia e voltava a fazer o que estava fazendo, aquilo com certeza era implicação pessoal. Haviam outras pessoas na sala, todavia o “câncer” da sala era Tuan aos olhos do professor.

O sinal bateu trazendo uma feição de desconforto por parte de Mark, ele então abriu seu armário guardando as coisas e procurando por sua sala.

Quando entrou, não havia quase ninguém, parecia até que era véspera de feriado. A “animação” dos alunos logo de manhã é incrível, todos com cara de “Queria estar em casa”.

Tuan pegou uma das mesas da frente, por tem um grau pequeno de miopia não poderia ficar no fundo; Não pelo menos até pegar seu óculos.

Depois de alguns minutos, a sala se encheu um pouco mais, o que fez Mark bufar. Pessoas sempre foram um problema pra ele.

Suspirou mais uma vez vendo um professor novo entrar na sala com um enorme sorriso no rosto, por que tão animado? São sete da manhã.


- Bom dia! – Ele coloca os materiais que antes estavam em suas mãos sobre a mesa – Bem vindos à escola novamente. Meu nome é Akira e eu sou o novo professor de matemática – Mark estava livre afinal? – Como eu sou novo aqui, quero que se apresentem – Ele sorri novamente e começa a chamar um a um dos alunos.


Akira com certeza é muito mais engraçado e divertido que o antigo professor, quem sabe agora as aulas comecem a ficar boas de verdade.


- Bom, agora que já nos conhecemos, podemos dar início a nossa aula – ele sorri começando a passar alguns exercícios na lousa.


[...]


As duas aulas que tiveram de matemática, passaram bem rápido. Tomara que o ano todo seja assim também, pelo menos não vai ser tão horrível.

Suspirou pensando que haviam mais quatro aulas ainda para aguentar, olhou Akira guardando o material e sorriu fofo para este; Tuan se esforçaria para ter uma boa relação com o seu professor.


- Hey, você é o Mark, certo? – O garoto sorri fofo – Não sei se você ouviu, eu sou Youngjae.


- Olá – Mark sorri e volta a olhar seu caderno; Estava analisando o quanto sua letra era ridícula, ainda mais porque ele não pega em uma caneta desde o ano passado.


- Você poderia me ajudar? É meu primeiro dia aqui nessa escola, não sei como as coisas funcionam...


- Claro que posso, ande comigo e te ajudarei no que quiser, mas já aviso que essa escola é um saco – Mark ri um pouco passando a mão por seus fios loiros – Agora, vamos para o laboratório de Biologia. A professora é um amor – ele sorri olhando para a porta, Fernanda estaria lá gritando exageradamente e sendo louca como sempre.


- Okay, espero que seja melhor do que a minha antiga escola.

O loiro apenas sorri pegando seus materiais e andando até a sala de biologia. Durante o caminho todo, Mark foi explicando algumas coisas, regras da escola, como todos eram grandes filhos da p... E, sem querer, acabou batendo de frente com um garoto.


- Me desculpe, eu não lhe vi e...


- Tudo bem, se machucou? Eu também deveria prestar atenção, desculpe – Ele coça a nuca um pouco sem graça – Eu estou meio perdido, você sabe onde fica a sala de inglês?


- Fica no final desse corredor, para a esquerda. Você vai ver um monte de idiotices escritas em inglês – Tuan sorri apontando para a direção que o outro deveria seguir.


- Muito obrigado... Qual o seu nome?


- Mark – sorriu fofo sentindo suas bochechas tomarem um tom vermelho.


- Obrigado Mark, meu nome é Jackson – Ele sorri mais uma vez – Bom, eu vou indo antes que eu me atrase mais – Jack sai dali um pouco rápido.


- Está tudo bem Mark? – Jae olha o novo amigo um pouco preocupado, parecia que ele estava plantado no chão.


- Sim, estou bem... Eu acho... Vamos logo para a sala – balançou a cabeça começando a andar.


- Espero que eu consiga passar em Biologia esse ano. Eu quase repeti por causa dessa matéria.


- Fique tranquilo – Tuan sorri entrando e se sentando no mesmo lugar que na sala anterior.


Parece que os alunos tem medo, ficam sempre em cantos concentrados da sala...


- Eu não entendo muito, mas posso te ajudar – Um garoto moreno e muito bonito olha Youngjae sorrindo, não precisaria nem dizer que isso derreteu o baixinho.


- V-você poderia? Eu iria te agradecer para sempre, meu nome é Youngjae e o seu? – Sua fala estava um pouco apressada, Choi parecia animado com a presença do outro.


- Jaebum – Sorriu mais uma vez trazendo alegria para a vidinha de Jaejae – Você é novo aqui não é?


- Ele é – Mark entra na conversa vendo que o amigo não responderia por estar em um ataque interno de alegria – Estava na aula de matemática, Jaebum?


- Eu cheguei muito atrasado, entrei pela diretoria sem que a diretora me visse. Ela estava conversando com o vice-diretor – ele ri baixo – Passei e nem fui visto.


- Nossa, bem ninja – Youngjae sorri apoiando o queixo nas mãos.


- Ele não foi não – Tuan começa a rir um pouco – É que aqueles dois tem um caso, eles batem o pé e dizem que não, mas várias vezes que você passa por lá, escuta uns barulhos estranhos.


- E a porta está sempre trancada – Jaebum completa a informação rindo junto a Mark.


- Eu não sabia, que horror – Jaejae cora levemente.


- Você ainda não viu o que de fato acontece aqui dentro – Mark olha para a porta vendo a professora entrando e pedindo silêncio.


- Bom dia, bem vindos de volta. Vejo alguns rostos novos e outros nem tanto... Para quem não me conhece eu sou a Fernanda, sua professora de Biologia – ela sorri pegando o notebook e iniciando a aula.


Youngjae olhava para a lousa com uma cara de confusão, botânica não parecia – e nem é – Fácil de ser compreendida assim de primeira.


- Depois dessa explicação, quero que vocês façam os exercícios da página 6.


- Mark – Youngjae sussurra olhando o outro – Me ajuda aqui, eu não entendi nada.


- Eu não entendi muito bem também – Ele sussurra de volta arrancando alguns risos baixos de ambos.


- Querem ajuda? – Jaebum sempre prestativo e muito inteligente, aparece na conversa.


- Eu quero – Choi sorri e logo Im pega uma cadeira se sentando no meio dos dois.


E assim, com as explicações dadas por Jaebum, os dois conseguiram fazer os exercícios e entregar antes do fim da aula.


- Mais duas aulas só, e agora? – Choi pega os materiais olhando Im, naquele momento ele parecia ter esquecido a presença de Mark.


- Encerraremos com duas aulas de Educação Física – Tuan sorriu fofo.


- Aigo... Eu odeio esportes – Youngjae bufou andando para fora da sala.


[...]


Enfim, o término das aulas chegou, um momento de sossego para os estudantes.

Youngjae passou a aula toda olhando Jaebum jogar basquete e vôlei.


- Você está começando a gostar do Jae, ou já está completamente apaixonado? - Merk sorri olhando o amigo.


- E-eu?? N-não! Mark, olha para ele e olha para mim, você acha que eu tenho chance com um cara como o Jaebum? Ele é inteligente, ótimo em esportes... E eu só sei dessas suas porque conheço ele há poucas horas, mas ele deve ser muito mais incrível.


- Nunca desista tão fácil só porque acha que não vai conseguir – Mark sorri colocando as coisas no armário.


- Ele é só o cara que eu observo por enquanto... – Jaejae tranca o armário suspirando – Podemos ir embora agora, não é? Onde você mora Mark-ah?


- Podemos, eu moro em frente o parque que fica no centro da cidade.


- Eu moro umas duas ruas depois desse parque. A gente mora perto, olha só que maravilha – ele sorri animado.


- Vamos embora então.

Os dois começaram a andar para a saída da escola, essa era uma das horas que Mark mais odiava; Pessoas ficam andando bem devagar em sua frente, outras param no meio do caminho e não estão nem aí.


- O que você vai fazer hoje de tarde Mark? – Jaejae sorri assim que já estavam um pouco longe da escola.


- Com certeza nada e você?


- Acho que nada também, vamos fazer nada juntos?


- Claro, almoce lá em casa. Meus pais não ligam se eu levar amigos para lá de surpresa.


Depois de andar mais uns quarteirões, estavam na casa de Mark.


- Mãe? – Tuan dá um pequeno grito – Cheguei e trouxe um amigo.


- Olá filhote – ela sorri se levantando do sofá e olhando o garoto – Quem é o rapaz lindo?


- Esse é o Youngjae e Youngjae essa é minha mãe – sorriu vendo eles apenas sorrirem um para o outro, logo o pai do loiro desce as escadas um pouco sério.


- Boa tarde.


- Boa tarde pai, tudo bem com o senhor?


- Sim, quem é você meu jovem? – ele olha Choi ainda sério.


- E-eu? Eu sou Youngjae, senhor – ele se curva brevemente.


- Seu amigo Mark?


- Sim senhor


- Menos mal – ele dá um pequeno sorriso – Ainda estou esperando você trazer os pretendentes para que eu possa os analisar.


- Quando eu escolher um namorado, você saberá e eu trarei aqui – Mark cora um pouco.


- Tudo bem, subam e lavem as mãos, o almoço já está quase pronto.


Mark e Youngjae nem pensaram duas vezes, apenas subiram as escadas e andaram até o banheiro.


- Meu quarto fica ali, não o arrumei hoje de manhã, então a cama está uma verdadeira bagunça – Tuan ri um pouco e começa a lavar as mãos.


- Eu não estou ligando para isso, eu só estou querendo entender – ele se apoia na pia – Seu pai sabe que você é gay e te apoia?


- É – sorriu fofo – Ele não liga muito, só liga com o fato de saber com quem eu vou me envolver, entendeu?


- Queria que meu pai fosse assim – ele ri baixo e sem humor – O meu me rejeita desde quando eu contei. Aliás, como você soube que eu era gay?


- É só ver o jeito que você estava olhando para o Jaebum – Mark riu baixo descendo as escadas com o outro.

Aug. 18, 2018, 7:29 p.m. 0 Report Embed 0
To be continued... New chapter Every Saturday.

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Related stories