De repente... Follow story

kiki-ayanesy Kiki Chan

"- Foi com uma partida pela TV da casa do Vizinho..." - A libero do time começou - "- Que a chama do voleibol acendeu em mim!" "- Acho que com quase todas, a paixão por esse esporte apareceu..." - A Capitã ficou sem palavras "- De repente!" - O time completo.


Fanfiction Anime/Manga For over 21 (adults) only.

#asanoya #daisuga #kagehina #iwaoi #tsukkiyama #kid #Gender-Swap #Yuri-leve
0
4625 VIEWS
In progress - New chapter Every 15 days
reading time
AA Share

Prólogo

Tic... Tac... A cada segundo um novo "Tic", a cada minuto um novo "Tac". "Bola de Graça"... "Eu pego", A cada cinco minutos uma nova "Bola de Graça", e a cada um minuto um novo "Eu Pego."

Desde pequena, a garota com belos cabelos azulados, adorava assistir às partidas de voleibol que ocorriam em sua região, principalmente os amistosos que ocorriam entre duas escolas "muito fortes" — assim pensava ela — contudo, nunca teve certeza de que chegaria a jogar algum dia.

O tempo se passou, com o "Tic Tac" do relógio, cada vez se arrastando mais, e para que o tempo fosse legal consigo e passasse, a melhor decisão — Para ela — Era assistir partidas de Voleibol e torçer para que o time com mais esforço ganhasse. A menina ficava fascinada ao ver os levantamentos difíceis, os saques absurdos e as cortadas transparentes, que vez ou outra apareciam na quadra, sua facinação era tanta, que certo dia decidiu que tentaria.


 Com os cabelos presos em um rabo de cavalo, a azulada decidiu que visitaria o clube de Voleibol de sua escola, se existia algum? Bem, isso ela não saberia responder, mas se não existisse, o criaria! Com mais determinação do que coragem, a pequena de 12 anos — que já ultrapassava o 1,69 —  se infiltrou na quadra de treinos, e assistiu pela primeira vez, um amistoso bem de pertinho. Sua reação foi literalmente dar pequenos saltos e pedir para entrar no time, mas seu pedido foi devidamente negado, o que resultou em certa insistência com a capitã mais velha, Oikawa Toru — Essa garota lhe pegava o nervo — a qual tinha de ser chamada de "Senpai". 


 A última conversa que teve sobre vôlei com essa senpai, foi a que ditou qual seria o rumo de sua vida, afinal... Em partes, ela estava certa.


" - Oikawa-Senpai!! Por—! - A menina mais velha olhou-a de cima para baixo, com certo desdém no olhar, como se a estivesse amaldiçoando.


 - Você é irritante sabia? - A mais velha mexeu no cabelo preso em um coque bailarina, o soltando e logo o bagunçando, deixando com que as pontas atingissem seus ombros. - Você por acaso, sabe alguma coisa de Vôlei? - A pequena jamais esqueceria o olhar que lhe foi lançado quando negou levemente com a cabeça - Então... O que ainda faz aqui?"


Foi tão humilhante... Foi também, difícil de não chorar em frente a garota, que agora ria desenfreadamente da pequena a sua frente — A menina ria de forma esganiçada, como se realmente fosse para chamar atenção — naquele momento, a promessa feita em silêncio foi bem além do que uma simples jura, foi como um machucado que ainda seria cicatrizado, como uma vitória garantida.


Desde então a pequena se esforçou, e no meio do mês de julho, conseguiu — Finalmente — entrar no clube, não sem antes jogar um relatório sobre o que se faz, quais são os ataques, quais são os jogadores e o que acontece no vôlei sobre o colo de Oikawa e sair aindando, a Senpai que ficou surpresa com a atitude da caloura, simplesmente bufou, e resolveu olhar o que a menina escreveu, honestamente...? Sentiu-se inferior a ela.


  Sua Kouhai... Era uma ameaça para sí.

Aug. 21, 2018, 3:10 p.m. 0 Report Embed 0
To be continued... New chapter Every 15 days.

Meet the author

Kiki Chan Sou uma autora que vira e mexe entra em Hiato, mas nunca desistirei das fanfics! Então, eu vou levar uma vida para atualizar, mas eu garnto que quando o capítulo sair, eu vou fazer valer a pena!

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Related stories