Love Contract Follow story

masakia Masakia

Quando um empresário acidentalmente conta uma pequena mentirinha para sua mãe, a sua primeira é reação é tomar medidas drásticas, ou seja agora ele precisava de um namorado. Mas o problema é que ele não tem um, e não faz ideia de como arranjar, então a solução encontrada é pedir para que seu secretário finja que está em um relacionamento consigo durante duas semanas.


Fanfiction Bands/Singers Not for children under 13.

#fluffy #Fake-Dating #Neo #N #vixx #leo
4
4877 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo 1

Hakyeon estava dormindo quando o som estridente do seu toque de celular invadiu seus sonhos, o rapaz abriu seus olhos e grunhiu enquanto rolava em sua cama para pegar o celular e atender o mesmo logo em seguida com a voz sonolenta e com um tom irritado:

- Alô?

Logo do outro lado da linha a voz que mais lhe era familiar disse:

- Filho? Eu te acordei?

O rapaz continuava sonolento porém ao perceber que se tratava de sua mãe ao telefone tratou de acalmar seu tom, não queria ser mal educado com sua progenitora:

- Não mãe, claro que não.

A mulher respondeu com o tom animado que sempre teve:

- Ah que bom querido, estou ligando pra perguntar se vai vir me buscar na rodoviária na sexta?

Hakyeon estava com os olhos fechados e quase adormecendo novamente quando disse após reprimir um bocejo:

- Vou sim mãe.

Novamente a mulher animada disse com um tom brincalhão:

- E será que eu vou ter a chance de conhecer um namorado seu enquanto estiver ai?

O rapaz colocou sua mão na frente da boca ao bocejar antes de voltar a falar tão sonolento quanto antes:

- Claro que vai mãe.

E então antes de desligar sua progenitora somente disse com uma voz um pouco animada demais para quem estava acordada as cinco da manhã de uma quinta-feira:

- Te vejo na sexta querido.

E desligou deixando um Hakyeon sonolento novamente jogado na cama tentando fechar seus olhos e pegar no sono novamente, o que não foi algo que durou muito, já que cinco minutos depois seu despertador tocou avisando que estava na hora de se arrumar para o trabalho, antes de desligar o alarme o rapaz teve vontade de jogar seu celular longe e voltar a se enfiar debaixo das cobertas, mas o seu ganha pão diário o chamava infelizmente, foi só quando ele já estava de pé no banheiro escovando os dentes e olhando sua cara inchada de quem tinha acabado de acordar que o rapaz percebeu que tinha dito para sua mãe que tinha um namorado, e pior, um namorado que ela iria conhecer, a única reação que seu choque lhe permitiu foi quase se engasgar com a pasta de dente de menta.

Enquanto estava no banho o fato dele ter dito que tinha um namorado o assombrava, a última coisa que Cha Hakyeon tinha era um namorado, já teve alguns ficantes obviamente, coisas de uma noite, mas atualmete o mais próximo que tinha de um namorado era o netflix só que tinha certeza que sua mãe não aceitaria o relacionamento dele com seu querido companheiro de sexta a noite, afinal Cha Somin sempre quisera ver o filho casado ou em um relacionamento e ele ter saído do armário aos dezesseis anos não mudou nada na mulher que vivia perguntando:

- Hakyeon meu filho, quando vou poder conhecer um genro meu.

O rapaz na época sempre corava pela vergonha que tinha de falar sobre seus relacionamentos com sua mãe. Se lembrava bem da única vez que levou um namorado seu para a mãe conhecer, estava no último ano do ensino médio e andava saindo com esse garoto chamado Lee Wongeun, nenhum dos dois tinha a intenção de manter um relacionamento sério, só queriam curtir um pouco um ao outro, mas as ficadas foram se tornando cada vez mais sérias até que quando perceberam estavam praticamente namorando, foi quando Hakyeon decidiu levar Wongeun para conhecer sua mãe e sinceramente? Nunca tinha acontecido algo mais constrangedor com ele em toda sua vida, a mãe dele perguntou tudo ao namorado do rapaz, desde notas até doenças que o garoto podia possuir, quando Wongeun foi embora claramente atordoado por todas aquelas perguntas, Hakyeon se virou para a mãe e disse com toda a fúria que um garoto de dezessete anos em seu primeiro relacionamento podia possuir:

- Mãe, porque a senhora tinha que perguntar sobre as doenças dele?

A progenitora somente lhe disse:

- Não quero que você pegue alguma doença dele na hora H meu filho.

O garoto corou dos pés a cabeça enquanto dizia com a voz um pouco mais aguda que o normal:

- Mãe!

A mais velha disse enquanto passava a mão no cabelo escuro do filho:

- Só quero seu bem meu amor.

Mas lógico que como todo bom adolescente de dezessete anos de idade Hakyeon só soltou um grunhido frustrado e foi para seu quarto onde se trancou depois de bater a porta, naquela noite também recebeu uma mensagem de Wongeun dizendo que era melhor eles terminarem.

Já no trabalho Hakyeon não parava de bater seu pé e morder a ponta de sua caneta pensando em o que raios ele faria quando sua mãe chegasse e não tivesse namorado algum, não é como se pudesse chegar e dizer que não tinha nenhum namorado e que vivia a base de seriados, sabia até a reação da mais velha, ela o olharia de cima a baixo e diria:

- Como você pode ter quase 30 anos sem nenhuma namorado? Sua irmã na sua idade já estava casada.

Ele soltou um suspiro frustrado ao imaginar as palavras de sua mãe, odiava lembrar que sua irmã mais velha com 27 anos estava casada e grávida do primeiro filho, enquanto Hakyeon aos 27 anos, bom ele tinha todas suas séries em dia. E então quando ele pensou nos milhares filmes de romance e de comédia romântica que vivia assistindo, uma ideia veio a sua mente: ele iria pedir para alguém ser seu namorado falso, era uma idéia brilhante que o animou por alguns segundos, até lembrar que seus amigos todos namoravam, Hakyeon era o único solteiro do grupo, até mesmo Jisoo que sempre o acompanhou nessa vida de solteiro agora tinha uma noiva, novamente soltou um suspiro desanimado enquanto deitava em sua mesa.

Hakyeon não estava exatamente dormindo, mas aparentemente foi o que seu secretário pensou ao dizer em voz alta:

- O senhor não devia dormir durante o expediente.

O rapaz levantou sua cabeça dando de cara com Jung Taekwoon que o olhava com reprovação clara em seus olhos, tudo o que fez foi responder o mesmo:

- Eu não estava dormindo.

Taekwoon o olhou como se duvidasse de sua palavra porém se conteve em dizer:

- Sua mãe ligou e me pediu para passar um recado.

Hakyeon sentou-se reto novamente e disse:

- Qual o recado?

O mais alto disse enquanto ajeitava sua franja que insistia em cair nos olhos:

- Ela pediu para lhe dizer que deve chegar de tarde na rodoviária.

Hakyeon passou a mão em seu cabelo e disse:

- Certo, obrigada Taekwoon.

O secretário afirmou com a cabeça e deu as costas para o rapaz mais baixo para sair da sala.

Enquanto o mais baixo olhava para o Taekwoon que se retirava ele teve uma ideia, talvez uma ideia idiota e que tinha poucas chances de dar certo, mas quando percebeu se pegou dizendo:

- Taekwoon, posso falar com você?

O moreno se virou e disse com uma expressão confusa encarando seu rosto:

- Hã... Claro que pode, senhor

Hakyeon disse indicando a cadeira a sua frente:

- Por favor se sente, é estranho ter que conversar olhando para cima o tempo inteiro.

Taekwoon então se sentou e disse enquanto cruzava suas longas pernas:

- O que quer falar comigo senhor?

O mais baixo suspirou e disse enquanto juntava as mãos:

- Primeiro de tudo, não me chame de senhor por favor, faz eu me sentir mais velho do que já sou e segundo, quero lhe fazer uma proposta.

O moreno novamente tinha uma expressão confusa enquanto falava:

- Que tipo proposta estamos falando no momento?

Hakyeon suspirou e disse enquanto olhava sério para o rapaz a sua frente:

- Vou ser direto com você Taekwoon, preciso que você seja meu namorado falso por duas semanas.


June 27, 2018, 4:37 a.m. 0 Report Embed 1
Read next chapter Capítulo 2

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 11 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!