Minha Overdose Follow story

ritagomez Rita Gomez

Tudo mudou tão bruscamente e agora, definidamente, não pertencemos mais um ao outro. Nós não conversamos mais como antes, pois agora somos pessoas diferentes seguindo caminhos opostos.



Fanfiction Anime/Manga For over 18 only. © Enredo da minha autoria. A Arte da capa pertence a Zetsuai89.

#naruto #devaneios #yaoi #Tobimada #Tobirama-Madara #au #Tobirama #madara
Short tale
7
4974 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Nós não conversamos mais como antes...




“Porque mesmo depois de todo

esse tempo eu ainda me pergunto

Por que não posso seguir em frente

Do jeito que você fez tão facilmente”.

~*~

~ We Don't Talk Anymore – Charlie Puth feat. Selena Gomez ~



A garrafa escura se estilhaça aos meus pés. Mais uma vez, minhas lágrimas resvalam pela minha face enquanto observo, preso em devaneios, uma antiga foto sua.


Houve um tempo em que costumávamos nos entregar de corpo e alma um ao outro. Em noites cálidas, sua pele ardia lascivamente de encontro a minha, e nossos beijos, arfares e gemidos misturavam-se intimamente em juras tórridas de amor.


Nossos movimentos cadenciados harmonizavam-se na mais bela dança erótica. Nosso sexo era algo transcendental. Éramos perfeitos juntos, contudo... O tempo passou.


Inesperadamente, descobri que aquela perfeição nunca de fato havia existido. Você se foi, porém, eu continuo no mesmo lugar, preso, impedido de seguir em frente pelas nefastas lembranças que me perturbam.


Seu amor era apenas um jogo, uma mera diversão, e minhas chances sempre foram nulas, inexistentes. E, como esperado, você venceu e meu coração não passou de um prêmio descartável.


Tudo mudou tão bruscamente, e agora não nos pertencemos mais. Nós não conversamos mais como antes, pois agora somos pessoas diferentes seguindo caminhos opostos.


Tobirama...


Por que tudo teve que ser dessa forma?


O resultado da sua ânsia por sempre vencer foi apenas um coração quebrado, e lembranças impiedosas que me consomem. Eu fui o único ferido... E sofri uma overdose de sentimentos.


Mas acabou, eu sei e tento reerguer-me à cada manhã gélida e solitária na esperança vã de que uma hora a dor lancinante irá finalmente chegar ao fim... Então por que não consigo seguir em frente? Você conseguiu, e pareceu tão fácil!


Em algum momento eu signifiquei alguma coisa real em sua vida? Não, talvez eu não queira realmente saber a resposta. A ilusão que tudo pode voltar a ser como antes ainda é minha inconsolável companheira.


Eu tive minha overdose, e você não pareceu se importar com o modo como me deixou.


Minha vida se transformou em um completo caos. Ando pelo apartamento — nosso antigo lugar secreto, onde nos amamos vezes incansáveis —, e resgato inconscientemente lembranças torpes. Os cacos ainda estão pelo chão e acabam machucando os meus pés descalços, que sangram, assim como a minha alma.


Eu olho para o que sobrou da garrafa de vinho e minhas memórias se perdem no seu sorriso, que desvanece aos poucos. Eu estou desolado, completamente submisso à dor que você me impôs!


E você? Ah, Tobirama, você está tão bem! Encontrou outra pessoa e seu sorriso não é mais meu, seus lábios são tomados por outros, encaixados em uma boca que não é a minha.


Mas, não se preocupe, está tudo bem. Apenas me pergunto se ele te ama como eu te amei — ou como, provavelmente, ainda amo. Eu sou um tolo, meu coração despedaçado ainda lhe pertence, meus pensamentos vão sempre de encontro a sua imagem. É loucura, eu sei.


Eu gostaria de sentir meu coração pulsar mais uma vez, porém tive uma overdose, e pedir-me em mim mesmo tentando alcança-lo, tê-lo somente para mim.


Neste momento, pego-me desejando poder vê-lo uma vez mais para poder ter a chance de me jogar em seus braços apenas por um ínfimo segundo. Entretanto, sei que essa não é uma boa ideia. Nós não conversamos mais como antes!


Tobirama... Sou um estúpido masoquista e talvez seja insanidade, contudo, fico feliz de ter feito parte da sua vida, mesmo que por meros instantes insignificantes. Éramos felizes jutos, mas agora...


Agora não conversamos mais como antes...


June 11, 2018, 12:37 p.m. 0 Report Embed 2
The End

Meet the author

Rita Gomez Apenas uma ficwriter perdida na imensidão de palavras e sentimentos que me consomem ...

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~