Chanyeol! Follow story

kiefan Anna Luisa

Park Chanyeol não tinha culpa! Apesar dele adorar correr pela casa além de amar destruir o sofá ou a cama de seu namorado, ele não tinha culpa em quebrar o vaso preferido de Byun Baekhyun. O vaso que foi culpado de ficar em sua frente enquanto corria, mas nem se dissesse essa verdade iria dar certo. O namorado iria ficar furioso consigo de qualquer forma e ele tinha como provar somente ao ouvir Baekhyun lhe chamar... Fanfic também postada no Spiritfanfiction, no perfil zayniam, user kiefan.


Fanfiction Bands/Singers For over 18 only.

#exo #Chanyeol-bem-amorzinho #Chanyeolhybrid #+18-pelo-yaoi #baekyeol #chanbaek #fluffy
Short tale
10
4825 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo Único

Capítulo Único


Chanyeol colocou as mãos sobre sua cabeça e quase puxou as próprias orelhas ao ver o que havia acontecido. 


O vaso favorito de seu namorado estava completamente quebrado e seus caquinhos estavam no chão perto de onde ele costumava ficar. 


Só fazia poucas semanas desde que começaram a morar juntos, ele teria que arranjar outro lugar para morar já que provavelmente Baekhyun lhe expulsaria daquela casa ao descobrir o que aconteceu com seu querido vaso. 


Mas, primeiro... Chanyeol não havia tido culpa, não mesmo! 


Tudo bem que ele estava correndo após ficar pulando sobre a cama do namorado e bagunçar os lençóis, além de jogar todos os travesseiros no chão. 


Logo Baekhyun voltaria da faculdade e ele só iria dizer que havia dormido muito na cama e bagunçado ela... Sem querer, claro... 


E se conseguisse colar o vaso? Não sabia onde conseguiria arranjar cola naquele momento, mas podia tentar.


O que poderia dar errado, se ele apenas tentasse?


― Vou tentar. ― O híbrido murmurou para si mesmo enquanto se aproximava dos cacos. 


O rabo balançava animado, só por imaginar o final feliz que aquela história teria e sem xingamentos vindos de seu querido namorado. 


Seu sonho acabou sendo destruído quando Chanyeol segurou um dos cacos com a mão e por causa de sua força, acabou quebrando ainda mais o mesmo. 


― Não... ― Não acreditava naquilo e acabou gemendo baixinho ao também acabar cortando um de seus dedos. ― Ai! ― Seus olhos já começavam a ficar marejados por conta do pequeno ferimento. 


O que ele poderia fazer agora?! Estava perdido... Talvez pudesse deixar o Byun menos bravo se pedisse desculpas? 


― Chan, cheguei! ― Suas orelhas se levantaram ao ouvir a voz do outro e ele rapidamente correu para o quarto, fechando a porta com cuidado e quase rezando para sobreviver a fúria do namorado. 


Baekhyun havia tido um dia tenso na faculdade, tinha tido três provas e precisaria estudar suas falas para um trabalho que iria apresentar no dia seguinte, estava cansado e queria apenas ir dormir junto com o híbrido ao seu lado. 


O sono que ele sentia naquele momento, acabou sumindo ao ver seu vaso no chão. Não era seu vaso, na verdade... Eram apenas os caquinhos dele.


― Meu vaso... ― Sussurrou confuso. ― Chanyeol!


Quando ouviu o grito de seu namorado, o Park se encolheu contra a porta e sentia seu corpo começar a tremer devido ao medo que já sentia. 


― Chanyeol! ― Baekhyun gritou ainda mais alto enquanto andava pela casa. 


Chegou ao corredor e observou a porta do quarto fechada, tinha certeza de que o namorado estava escondido ali. 


Ao ouvir a porta sendo aberta com força, o híbrido queria que o chão se abrisse e ele conseguisse se esconder ali.


― Cadê você, Chan?! ― Baekhyun disse entre dentes, observando a cama bagunçada.


O Byun deixou um suspiro escapar e quase riu ao encontrar Chanyeol embaixo da cama. Conseguiu reparar naquilo, ao ver as pernas do namorado para fora da cama e ainda estava balançando elas.


― Chan... ― Pode observar as pernas do maior começarem a ficar trêmulas.


Droga... Como ficaria bravo com aquele maldito híbrido tão amorzinho? Tudo bem que ele conseguia quebrar e destruir a maioria de suas coisas, já deveria ser um fato que ele estava acostumado. 


― Não estou bravo com você, Chan. ― Baekhyun usou um tom ameno e acabou se assustando, quando ouviu um barulho alto e observou o namorado sair de onde estava.


― Bati a cabeça, dói. ― O Park murmurava enquanto esfregava o local que havia machucado. 


― Aish, Chan. ― Baekhyun se agachou em frente ao maior. ― Você vai ficar todo machucado. 


― Desculpa... ― O híbrido murmurou e mostrou seu dedo ferido. 


― Como fez isso? ― Baekhyun perguntou surpreso. 


― Eu tentei concertar o vaso... ― A voz de Chanyeol era baixa. ― Mas, acabou quebrando ainda mais e eu não consegui... Desculpa, Baek.

Baekhyun soltou um suspiro e abraçou o maior, lhe surpreendendo.


― Você é a pessoa mais fofa do mundo inteiro. ― Baekhyun disse e sorriu ao imaginar que o namorado estaria envergonhado em ouvir aquelas coisas. 


― Não está bravo comigo? 


― Eu estou bravo com você, bastante! ― Chanyeol engoliu a seco ao ouvir aquilo. ― Porém estava com saudades e querendo logo chegar em casa para ter você em meus braços. 


― Vou concertar o vaso, Baek, prometo. ― Chanyeol finalizou o abraço. ― Ele vai ficar bem bonito! 


―  Primeiro, precisamos cuidar de seu machucado. ― O Byun segurou na mão machucada do namorado e observou seu dedo ferido. 


― Dá um beijinho, Baek. ― Chanyeol pediu e ele acabou sorrindo. 


― Depois, precisamos antes lavar seu machucado. ― O menor se levantou.


― Espera, espera! ― Chanyeol também se levantou rapidamente. 


― O que, Chan?


― Você não vai brigar comigo agora? ― O híbrido perguntou um pouco receoso. 


― Não, não vou. ― Baekhyun sorriu fraco. 


― Então me dá um beijinho. ― Chanyeol voltou a pedir. ― E dessa vez, aqui! ― Ele apontou para seus próprios lábios. 


E claro que o Byun não iria negar aquele pedido. 

June 7, 2018, 6:30 a.m. 0 Report Embed 5
The End

Meet the author

Anna Luisa 💕💕 Sou a kiefan do spirit 💕 💕• Ficwriter • 💕 ••EXO-L•• 💕

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~