Na estrada Follow story

shikamaterasu Dani

Durante a greve de caminhoneiros, Temari e Sakura permaneciam na estrada e receberam adoráveis visitas enquanto aguardavam o desenrolar das coisas.


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only. © Masashi Kishimoto

#pwp #naruto #universo-alternativo #yuri #orange #temari #tenten #sakura #karin #Temari-x-Tenten #Sakura-x-Karin
Short tale
1
5.0k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo único

Notas iniciais

______________

A ideia de colocar uma greve de caminhoneiros como plano de fundo da one-shot trata-se apenas de um recorte, pois o foco é o relacionamento das meninas. É a primeira vez que escrevo yuri/orange, por favor, tenham paciência. Boa leitura.

______________


Como caminhoneira a serviço da Areia, Temari, deu sorte de a greve ter estourado durante a sua parada na Folha, podendo passar mais tempo com Tenten – não retornaria a sua vila até os cinco Kages apresentarem um acordo decente.

Tenten fechou a loja mais cedo e foi ao encontro de Temari, que não estava muito longe, levando um lanche para a loira. Fora avistada através da fumaça fina que saía do cigarro que a mulher da Areia tragava profundamente, um hábito que acabou adquirindo com a vida na estrada. Prendeu o cigarro já quase no fim entre os dedos e sorriu com desejo para a figura de cabelos castanhos que atravessou a rala cortina de fumaça para beijar os lábios de quem a havia soltado.

- Trouxe seu lanche. – a mulher da Folha disse indicando a sacola de pano estampada com o símbolo da Folha e da Areia que ela havia feito especialmente para Temari, um gesto que indicava o quão avançado estava o relacionamento delas.

- Vou ter sobremesa mais tarde? – ela perguntou de forma maliciosa, depois de receber o lanche que a namorada havia trazido.

- Quem sabe... – a de cabelos castanhos respondeu em tom de suspense, sem conter um sorriso de lado.

Temari deu uma última tragada profunda soltando a fumaça para cima e pisando na bagana que caiu ao chão, antes de puxar a namorada para um beijo cheio de desejo.

- Acho que prefiro minha sobremesa agora. – ela disse quando as bocas se separaram segundos mais tarde. Pousou o lanche no acento e fechou a porta do veículo.

Voltaram a se beijar, o desejo aumentando cada vez mais. Temari a pegou no colo, agarrando firme as coxas da namorada, uma de cada lado de seu corpo e Tenten apertou a chave de perna que dava na loira.

- Você não se incomoda de transar entre ferramentas, não é? – a mulher da Areia perguntou com a testa colada na da outra. Ela apenas sussurrou que não e Temari a levou para a porta lateral, abriu e Tenten entrou no baú*.

Ela entrou logo em seguida, fechando a porta e ficando por cima da outra, com beijos e carícias mais ousadas. O local era escuro e o espaço limitado, mas isso não seria problema; souberam se livrar das roupas com facilidade, algo gerado pela prática.

Temari traçou uma trilha de beijos até os seios da namorada e abocanhou um deles com vontade enquanto os dedos cuidavam do outro, recebendo gemidos roucos em troca. Logo depois invadiu o meio das pernas da outra com uma língua habilidosa, se posicionando de modo que as pernas de Tenten ficassem em cima de seus ombros e o tom dos gemidos vindos da mulher da Folha aumentava consideravelmente.

Quando percebeu que Tenten estava no limite, Temari parou o oral e a trouxe para seu colo. Dedos ágeis massageavam o clitóris da de cabelos castanhos que há muito tempo havia desistido de tentar conter os gemidos que a namorada arrancava dela. Não conseguiu segurar mais quando Temari aumentou a velocidade do movimento.

- Sua vez. – Tenten disse enquanto posicionava a loira do mesmo jeito que havia ficado inicialmente. Deu uma lambida antes de adentrar o sexo da mulher da Areia de maneira mais incisiva.

Apesar de conseguir controlar os gemidos, Temari estava muito ofegante e arqueava os quadris várias vezes em resposta à língua experiente da namorada. Sentiu os fios castanhos arranhando de leve suas coxas, um sinal do par de coques desfeito pela empolgação da loira em guiar os movimentos de Tenten. Mais um pouco e se desfez na boca dela, que engoliu tudo.

- Quero um segundo round depois que eu lanchar. – Temari disse enquanto recolocava as roupas e Tenten soltou uma risada.

//

Sakura havia terminado de descarregar a última caixa de mantimentos que transportava, pois havia sido notificada de que alguém viria pelo ar para levar ao hospital da Folha – teve o azar de ter ficado presa ali. Enxugava o suor da testa com uma toalhinha felpuda que estava em seu ombro. Respirou fundo, pegou uma garrafa d’água no isopor e bebeu com tanto gosto que até fechou os olhos; o líquido escapava pelos cantos da boca tamanha era sua sede.

- Quer que eu enxugue pra você? – ouviu uma voz muito conhecida e quando abriu os olhos focalizou Karin a sua frente. Ela havia chegado sorrateiramente e se encostou ao veículo, ficando há cerca de meio metro de Sakura, com os braços cruzados e um meio sorriso no rosto. Os olhos vermelhos por trás dos óculos capturavam o par de esmeraldas pertencentes à mulher de cabelos cor-de-rosa. – Tenten me liberou hoje e eu vim te ver. – explicou, pois a outra parecia confusa demais para expressar em palavras.

Piscou uma, duas vezes, só voltando completamente a si quando percebeu que a outra já estava bem próxima dela.

- Ora, não faça essa cara, Sakura. Me receba como eu mereço – o tom era manhoso e os narizes se tocavam de leve.

A distância entre elas deixou de existir quando Karin a beijou e Sakura correspondeu. Começou de forma gentil e se aprofundou em algo com mais desejo, uma das mãos se perdendo nos fios rosa e a outra descendo pela cintura; Sakura tinha os braços em volta dos ombros de Karin, ambas as mãos tocando o cabelo ruivo.

Pararam o beijo somente para que Sakura subisse no caminhão, puxando Karin em seguida. Ajeitou-se melhor no banco e passou uma das pernas da Uzumaki pra um lado, deixando-a sentada em cima de si. Não havia muito movimento na rua, mas ela preferiu cobrir o para-brisa ao estender com um puxão rápido um tecido escuro que usava como cortina quando tinha que trocar de roupa dentro do caminhão.

- Temos que ser rápidas, alguém do hospital da Folha está vindo pegar os mantimentos. – Sakura falou pela primeira vez e voltou a beijá-la.

- Se nos pegarem, vai dar ruim. – Karin disse entre beijos, referindo-se também ao fato de estarem transando em local público.

- Então não faça barulho. – Sakura respondeu em tom malicioso e sarcástico, abrindo o zíper do short escuro da ruiva.

Passou a mão entre as pernas dela e percebeu que já estava molhada. Introduziu um dedo e depois outro, com um lento vai e vem que fazia a ruiva rebolar em busca de mais contato. Aumentou a velocidade e chupou os seios exibidos por Karin, enquanto ela gemia baixo em seu ouvido e puxava os fios rosa com empolgação. Não tardou para a ruiva chegar ao limite, sujando os dedos e o colo de Sakura.

Com um movimento rápido e ágil, trocaram de posições. A Uzumaki levantou a blusa da outra e chupou os seios ao mesmo tempo em que seus dedos entraram no short rosa e alcançaram o clitóris de Sakura. Ela alternava entre movimentos lentos e rápidos, fazendo a mulher de cabelos rosa empregar todo o autocontrole que ainda possuía para não gemer alto e atrair uma atenção desnecessária – que os deuses a livrassem de ter aquele momento interrompido. Karin adicionou um terceiro dedo e logo Sakura veio.

- Perfeito. – a ruiva disse quando lambeu o líquido proveniente da outra em seus dedos.

Saiu de seu colo, trocou de short no espaço mínimo e ajeitou os fios rosa enquanto se olhava no espelho. Afinal, teria de receber quem quer que fosse o enviado do hospital da Folha para entregar os mantimentos.

- À propósito. – Karin começou atraindo os olhos verdes através do espelhinho. – Precisa assinar isto. – estendeu um papel branco para ela. Era um recibo contendo o número de caixas, o que transportavam e o símbolo da Folha carimbado no canto. – Agora eu também trabalho no hospital da Folha e Shizune me encarregou de vir pegar a mercadoria que você está levando. O jatinho da antiga Hokage está há cerca de dez metros daqui. – ela explicou com o típico risinho de canto, deixando Sakura visivelmente surpresa.


______________

Notas finais

______________

*É uma das partes do caminhão.

Foto de capa: peguei as imagens no Pinterest e fiz uma aesthetic com a primeira coisa que me vinha à mente sobre cada uma das meninas.

June 1, 2018, 10:55 p.m. 0 Report Embed 1
The End

Meet the author

Dani • Uchiha stan •

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~