Tempestade de Sentimentos Follow story

megawinsone Megawinsone Megawinsone

Rin finalmente consegue o que tanto quer de seu amado Sesshoumaru, mas tudo tem seu preço e esse acordo vai fazer a jovem Rin se arrepender ou será que a ambos? Uma noite que vai mudar a normalidade em que viviam, nada será como antes. Será que eles poderão ter uma segunda chance?


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#romance #drama #Sesshoumaru #Rin #inuyasha #kagome
5
5096 VIEWS
In progress - New chapter Every 30 days
reading time
AA Share

No limiar do desespero

-



Logo após completar dezoito anos, Rin começou a perceber que estava completamente apaixonada por Sesshoumaru. Já faziam longos dez anos que viera morar com ele no belo palácio em estilo rústico. Antes disto, ela vivia o seguindo em longas caminhadas, mas tudo acabou depois da derrota de Naraku.


Apesar de amar imensamente seu senhor, temia ser rejeitada por ele e muitas vezes até tentou uma aproximação com ele, porém sem muito sucesso. Porque o belo youkai vivia cercado de fêmeas por todos os lados, usava as mulheres até enjoar e as largava sem pena alguma, isso a deixava receosa.


Mais uma noite que não conseguia pregar o olho de tanta pensar, no intuito de descobrir um jeito de se aproximar dele, apertou forte as cobertas que estavam em sua cintura e suspirou cansada. Resolveu levantar-se e ir aonde seu amado costumava estar, logo depois de ter uma noite prazerosa com alguma youkai.


Em passos lentos aproximou-se do espelho com moldura prata e pequenos detalhes de flores entaladas nos cantos, lembrando que este foi um presente que ganhou de aniversário de seu senhor há pouco tempo. Sem mais delongas encarou sua imagem minuciosamente, para então pentear o cabelo, ajeitar o seu quimono florido bordado a ouro e sair do quarto, seguindo em direção a biblioteca, onde bateu na porta algumas vezes, para então ouvir a voz dele.


– Pode entrar Rin – Falou com sua típica voz fria. Sem demonstrar emoção, imediatamente a garota adentrou.


– Preciso falar com você! – Sentou-se de fronte a ele.


– Aconteceu algo, para me procurar a essa hora da madrugada? – Parou de escrever e olhou curioso para a moça. (Como ela está linda, pena que ela é uma humana).


– Eu queria te falar que eu ... – Abaixou a cabeça vermelha de vergonha.


– Continue – Debruçou-se sobre a mesa e a encarou interessado.


– Eu acho que estou apaixonada por você – Sussurrou em um fio de voz, e mesmo assim ele escutou muito bem o que ela disse.


– O que você quer que eu faça? – Perguntou se levantando.


– Me corresponda! – Respondeu inocentemente.


– Você sabe que eu não posso fazer isso, por mais que eu queira você é uma simples humana – Tocou o ombro dela, notou que ela já estava com lágrimas nos olhos.


– Eu faria tudo para ter você uma única vez, nem que não nos vejamos mais depois – O encarou com receio no olhar.


– Tem certeza disso? Depois que começarmos não poderemos voltar atrás – A puxou para os braços e acariciou suas costas e roçou seus lábios nos dela.


O beijo começou terno e depois tornou-se avassalador, as mãos dele vagueavam para cima e para baixo no frágil corpo da garota, que gemia extasiada com a boa sensação que estava sentindo. Num gesto rápido Sesshoumaru tirou a roupa de sua amante, a deitou no tapete azul, retirou suas vestes e a amou ali mesmo, mesmo que fosse por apenas uma noite.


No dia seguinte Rin acordou com o barulho ensurdecedor da tempestade que se formava fora da mansão, levantou-se e não o encontrou ao seu lado e sim sentado em sua mesa a encarando com desdém no olhar.


– Arrume-se, não quero mais ver você aqui – Jogou as roupas de Rin por cima dela.


– Mas a nossa noite foi maravilhosa, por que não podemos ficar juntos? – Levantou-se angustiada.


– Trato é trato, uma noite apenas e você me deixaria em paz – Dirigiu-se até ela, a pegou pelo braço e a guiou até a saída da fortaleza a jogando no lado de fora.


– Mas eu te amo! Você não pode fazer isso comigo – Gritou entre lágrimas.


– Não me importo, coloque em sua cabeça que somos diferentes, nunca iria dar certo, não quero ter filhos com uma humana – Virou-se e entrou deixando a chuva que começou a cair molhar a face e o corpo de Rin.


A garota estava desesperada não sabia o que faria, não agüentaria ficar sem ele, o amava e não acreditava que fora tola o suficiente para ser expulsa do lado dele, não poderia viver sem ele, a morte talvez fosse mais convidativa nesse momento tão triste.


Todos os seus sonhos foram por água abaixo, precisava dar um fim ao seu sofrimento. Suas lágrimas lambiam seu rosto juntamente com a forte chuva que caia, a lama cobriu sua roupa, e sem querer tropeçou num galho e caiu.


Sabia o que iria fazer não voltaria atrás, essa era a solução que tinha nesse momento, aproximou-se do grande desfiladeiro, olhou friamente para baixo e não temeu a altura que viu. Quando estava pronta para pular alguém a segurou pelo braço, Rin imediatamente se virou e encarou o meio-irmão de seu amado que parecia preocupado com ela.


– Rin, não vale a pena! – Murmurou o meio-youkai.


– Me deixa pular Inuyasha, não vou conseguir viver sem o Sesshoumaru – Insistiu a jovem desesperada.


– Inuyasha, me deixa falar com ela – Kagome pediu e se aproximou da garota que a abraçou chorando.


– Como quiser, grite se ela tentar alguma loucura novamente – Gritou o homem de madeixas prateadas, antes de se afastar.


– Pode deixar... – Sussurrou a atual sacerdotisa do vilarejo, puxando a moça de cabelos pretos para se sentar próxima de uma árvore e bem longe do penhasco.


-


Continua


-



April 25, 2018, 8:09 p.m. 1 Report Embed 2
Read next chapter Refletindo

Comment something

Post!
Divina Xavier Divina Xavier
Sechumaru mau
Dec. 18, 2018, 4:12 p.m.
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 6 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!