Spiders and Partners Follow story

spidermax0 Max Drew

Peter Parker, o Homem-Aranha Gwen Stacy, a 'Aranha Branca'. Seguiram rumos diferentes após adquirirem seus poderes. Gwen permaneceu como uma dedicada estagiária na Oscorp, mantendo seus poderes em segredo e usando apenas quando necessário. Já Peter atua como o amigão da vizinhança, o super-herói Homem-Aranha. A iminente chegada de criminosos aprimorados faz Gwen repensar suas ideias e passa a agir como parceira de Peter. Essa parceria lentamente se transforma em romance, unindo a dupla mais do que era esperado.


Fanfiction Comics Not for children under 13.

#marvel #Spider-Gwen #Homem-aranha
2
5345 VIEWS
In progress
reading time
AA Share

Homem-Aranha, o amigão da vizinhança

POV Peter Parker


Olá, eu sou o Peter Parker, mas quando estou vestido em meu colante azul e vermelho com teias envolta e mascarado, sou chamado de Homem-Aranha. Basicamente há 3 meses eu estava na Oscorp investigando sobre meu pai, Richard Parker e, para me esconder dos seguranças, acabei entrando em uma sala cheia de aranhas. Bom... Uma dessas aranhas picou meu pescoço e desde então tenho super-poderes.

Eu escalo paredes como uma aranha, tenho força sobre-humana e um sexto sentido que me alerta do perigo antes de acontecer. Ou algo assim, eu não entendi ainda como funciona este sexto sentido - que eu chamo de sentido-aranha.

Não estava sozinho na hora da picada. Uma garota loira, na hora tinha jaleco branco, acredito que era estagiária de lá, também estava lá e também foi picada. Tenho certeza que ela também possui poderes, mas não quis me revelar. Na verdade acho que ela me odeia, mas não faz mal. Tento protegê-la quando posso, mas devo dizer que algo nela me atrai. Talvez seja seu desgosto por mim.

Então, estou a caminho do colégio Midtown e eis que me deparo com um assalto a banco. Ah bandidos... Tão previsíveis...

Entro pela porta da frente e me posiciono no vidro. Eles estão discutindo, isso é muito engraçado. Dizem que os heróis que não se dão bem, mas os bandidos não são diferentes.

-Caramba, vocês discutindo me divertem. - Eu digo, chamando a atenção dos caras.

Para minha surpresa, estão mascarados... como os Vingadores?! Sim, Vingadores. Estou vendo o "Hulk" e o "Thor" quase saindo no tapa e o "Capitão América" discutindo com o "Homem de Ferro" enquanto este segura umas sacolas pesadas de dinheiro.

-Ei, vocês são os Vingadores! - Digo. Um dos meus pontos fortes é o bom humor e geralmente faço piadas com algumas situações. Não significa que as piadas são boas. - Caras, sou seus fãs.

-Droga! Quem é esse cara? - Questiona o "Thor".

-Sério, Thor? Chutamos a bunda do Loki juntos um dia desses. - Falo. Na verdade nunca vi o Thor verdadeiro. Não pessoalmente, pelo menos.

-Já chega, acertem o cretino! - Grita o "Capitão América".

-Acertar o cretino, Capitão? Isso não é ordem de um destemido líder como você.

"Homem de Ferro" larga as sacolas de dinheiro e puxa uma arma, apontando na minha direção. Eu disparo teias do pulso - criei um lançador de teias bem bacana - atingindo a arma do criminoso. Puxo ele, que colide com o "Capitão América". O "Hulk" chega até mim com um bastão elétrico. Eu desvio uma vez, duas vezes, três vezes, bloqueio o quarto ataque e dou uma joelhada em sua barriga, depois disparo teias em seus pés e salto, acertando um chute em sua cabeça. Ele cai.

-Hulk, você parece mais forte no noticiário.

Outra vez o sentido-aranha. Vejo bem lentamente as balas disparadas pelo "Thor" vindo na minha direção. Eu desvio de todas e atiro bolas de teias no pulso - demorei uma semana para aprender a fazer isso direito. As bolas rebatem nele e uma atinge com força sua cabeça. Ele cai, eu salto e o prendo no chão com minhas teias.

-Pena que você perdeu o martelo, queria saber se eu sou digno.

Por fim, só sobram o "Homem de Ferro" e o "Capitão América". Avanço até eles e disparo teias no corpo dos dois, puxo-os e dou socos em cada um dos falsos Vingadores, finalizando com minhas tradicionais teias prendendo-os no chão.

-Sabe, foi tão fácil que estou começando a achar que vocês não são os verdadeiros Vingadores. - Brinco, tirando a máscara do Capitão América. - Caramba, pensei que você fosse loiro.

Foi legal para me exercitar esta manhã, mas perdi um tempo precioso de caminho até o colégio. Estou quase atrasado. Quase.

Saio do banco e vejo viaturas da polícia chegando. Alguns pontuais policiais descem de seus veículos e apontam suas armas para mim. Exceto um, o honorável e amigável capitão George Stacy, curiosamente descobri que ele é pai daquela menina que também foi picada pela aranha. Será que ele sabe sobre ela?

-Salve, capitão! Os bandidos estão lá, nenhum dinheiro foi ferido e, bom, trabalho feito.

-Obrigado, Homem-Aranha. Agora saia da minha vista antes que eu mande atirarem em você.

-Sim, capitão meu capitão! - Respondo, obedecendo, saltando e balançando com minhas gloriosas teias para o leste a caminho do colégio.

Eu brinco como Homem-Aranha, mas tudo isso que faço é o mínimo. Meu tio, antes de morrer, disse que "Grandes poderes trazem grandes responsabilidades". No início eu ignorei, achei que fosse um sermão por, sei lá, naquele dia eu briguei no colégio e o meu bully quebrou a mão porque eu me defendi. Eu queria ter contado a meu tio Ben sobre esses poderes e como os uso com responsabilidade. Às vezes penso se ele apoiaria ou condenaria.

Chegando ao colégio, troco de roupa. O lado ruim dessa fantasia é que preciso ficar quase pelado para poder trocar de roupa. Se fosse algo estilo Homem de Ferro, uma armadura que bate no peito e ela se junta ao corpo, seria bem bacana. Mas, por enquanto, tenho que ficar de cueca no telhado do Midtown.

Saltando e pousando no gramado do futebol americano, eu entro pela janela de uma sala vazia e saio pela porta. Ninguém desconfia, felizmente. Todos estão mais preocupados com namoro, festas, celulares e nunca notam um nerd magricelo como eu saindo de uma sala escura. Ainda bem, obrigado zumbis virtuais!

Vou ao meu armário e pego meus livros. Química, história II, física, matemática. O dia é bem produtivo para mim. Eis que do outro lado do corredor vejo a menina da Oscorp. Gwen Stacy. Loira, cabelo curto na altura dos ombros, tiara na cabeça, usa uma blusa verde e uma saia xadrez, carrega uma mochila rosa nas costas. Ela é inteligente como eu, mas não sofre bullying. Não que eu saiba, na verdade. Bem tímida, porém participativa nas aulas.

Geralmente minhas manhãs são assim meio movimentadas. Assalto a banco, escola, aulas chatas. Estranhamente o bobão do Flash Thompson não veio mexer comigo. Não que eu esteja reclamando. Vou para a aula de química.

April 19, 2018, 3:05 p.m. 2 Report Embed 2
Read next chapter Rinoceronte solto na rua

Comment something

Post!
Ultimate Spider Guy Ultimate Spider Guy
Olha só, entrei no seu perfil do Nyah e decidi ver o que tinha no final dele, e encontrei esse link XD, acho que vou postar minhas fics nesse site também, deve dar mais divulgação. Enfim, vi varias referencias ao Ultimate, tanto na cena do banco quanto ele quebrar a mão do Flash só bloqueando o soco. Já disse, não tem como esconder referências ao Ultimate de mim! Meu nome já diz isso XD. Enfim, nem sei se você ainda ta continuando essa fic ou se você ainda usa esse perfil, mas vou comentar e ler tudo!
Dec. 10, 2018, 8:37 p.m.

  • Max Drew Max Drew
    Uhu! Seja bem-vindo! XD Vez ou outra ainda acesso o site, geralmente quando tenho uma inspiração para essa fic. Referências everywhere =D Ultiverso sempre viverá em nossos corações <3 Leia e comente! =) Se não me engano agendei um novo capítulo para sair em breve, então digamos que ainda continuarei. Dec. 15, 2018, 5:44 p.m.
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 9 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!

Related stories