Countdown to The Authors' Cup 2020. Sign up now for chance to win prizes!. Read more.
brightshade Jammes Messias

- ...Te amo, Butters... - Também te amo, querido. E assim, fechamos os olhos, e eu dormi calmamente, ao lado do meu marido...Leopold Butters Stotch.


Fanfiction Not for children under 13.

#yaoi #Scott-Malkison #romance #Clott #Clutters #spoiler #Clyde-Donovan #Butters-Stoch #South-park
Short tale
2
5.4k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo Único

Eu realmente não esperava por isso...Sei lá, talvez tenha sido depois de Tweek e Craig se assumirem, ou eu estou ficando louco...Mas me apaixonei...Me apaixonei perdidamente por Scott Malkinson.

Sim, o garoto "esquisito" que tem diabetes.

Eu não sei...Eu sempre achei que se fosse gay me apaixonaria por Token...Tweek, talvez...

Mas por Scott Malkinson ?


Eu não sei explicar...Talvez fosse o jeito dele falar, ou a língua fofa dele que fica para fora...Simplesmente, eu estou apaixonado por ele.

Tweek já me incentivou a me declarar...O mesmo dizia Craig, Token e Jimmy. Mas eu não consigo. Eu não consigo me declarar por que sou idiota, porque sou fraco.

Sou um bebê chorão idiota.


Agora estava ali, sentindo o perfume que impregrinava o ar, Scott tinha acabado de passar na nossa frente.


- Hey, Clyde! - o pequeno louro estalou os dedos na minha frente, tinha esquecido completamente de Butters.


- Ah, sinto muito!Disse alguma coisa ? - perguntei voltando o olhar a ele, o garoto pareceu corar e então virou irritando


- Nada...Podemos ir ?


- Sim... - falei e seguimos caminho. Butters tinha um trabalho para fazer comigo, e como Craig estava com Tweek, Token com Nicholle e Jimmy com...Sei lá, eu fiquei sozinho. Então Butters foi a "última opção".


Chegamos em casa e começamos a fazer o trabalho em silêncio. Não tinha assunto. Eu nunca fui próximo de Butters e não era agora que ficaria.

Apenas me deixei levar pelos meus pensamentos gays e de garotinha na paixonite...Scott.

Por que eu só penso nele ?Por que ele não sai da minha cabeça?


Eu...Não sei explicar, eu apenas quero senti-lo, quero abraça-lo, quero beija-lo...Mas isso é impossível não é ?

Sim, é.

Afinal, Scott não é gay...Não mesmo!

Está namorando com aquela garota...Aquela loira que não faço idéia de qual o nome...E não me importo em saber!Eu realmente não tenho chance...Nenhuma.


- Clyde!PORRA! - olhei assustado para o louro confuso. Ele nunca falava palavrão...E parecia irritado, algo de fato surpreendente... - D-Desculpa...Eu...Só i-ia dizer que vou embora...


- Ah, okay... - sorri bagunçando o cabelo dele. Butters pegou seu material e saiu, antes me deu um beijo na bochecha. Eu coloquei a mão na bochecha pensando por alguns segundos...Por que ele tinha feito isso ?


O ponto foi...Não deu para parar pensar nisso...Scott passou na frente da minha casa, de bicicleta...Sorri e acenei, o garoto fez o mesmo, logo voltando a uma direção totalmente oposta.

Droga...Eu virei um Craig!


~


Já se passou uma semana...

E lá estava eu, Clyde Donovan...Paralisado.

Não sabia o que responder, não sabia o que fazer.

Butters olhava a cena de longe, pude sentir que assim como eu, ele queria chorar, mas por motivos destintos.

Eu havia me declarado para Scott...Na frente da escola inteira...Apenas aconteceu algo que eu não esperava...

Ele aceitou...Ele me amava...


Eu não sabia o que responder, as asiáticas tinham um sorriso no rosto, meus amigos tinham um sorriso orgulhoso no rosto...

Mas, por que aquilo não parecia certo ?Por que eu não estava feliz ?

Foi ai que me toquei...Não queria mais Scott, eu queria Butters...

Só percebi isso ao ouvir a porta bater com força, só percebi isso ao sentir meu coração doer ao ver a primeira lágrima dele cair.

Me lembrei da última semana, me lembrei de tudo, me lembrei do porque comecei a amar Butters...


- Flashback -


- Ho, Butters...Temos mesmo que fazer isto ?...Que saco! - falei me esticando, quase cai da cadeira, mas estava pouco me importando, aquela sala já estava me irritando.


- Temos! Clyde, não se preocupe, estamos quase acabando... - o louro falou focado em sua parte do trabalho, ele estava apenas me enrolando...Estavamos a horas na mesma, e eu queria ver Scott!


- ...Ta... - então resolvi me esforçar, ajuda-lo para sair logo. Me abaixei e olhei o cartaz, estava bem feito, Butters sabia desenhar... - Wow...Já fez tudo isso ?


- Bem, sim...M-Mas por mim tudo bem fazer tudo!


- O trabalho é em dupla, eu tenho que ajudar ou então não seria justo. - falei calmamente, virando o cartaz, algo eu faria ali, nem que saísse ruim...Bem, óbvio que não iria sair ruim, eu sou o Clyde Donovan!


- ...Hm, o que está fazendo? - o garoto tentava espionar, mas era invão. Meu braço estava na frente, e isso atrapalhava a visão dele.


- Bem, eu to desenhando... - falei com um pequeno sorriso.


- Desenhando o que exatamente...? - dessa vez o tom dele saiu mais preocupado, como se eu estivesse fazendo um crime...Virei o cartaz animadamente, demonstrando minha "obra de arte".


- É UM DINOSSAURO DESTRUÍNDO O CARTMAN! - falei com um grande sorriso no rosto, parecia uma criança idiota. Butters segurou a risada, desviando o olhar.


- ...M-Mas o tema é preconceito... - ele falou com dificuldade, ele parecia querer rir muito, porém seu bom senso falava mais alto.


- ...Mas...É o Cartman!Ele é a maior definição de preconceito! - falei soltando o cartaz na mesa e me aproximando do garoto. - Confesse...Essa foi boa...


- C-Clyde, o que está fazendo...?


- Isso! - praticamente pulei em cima dele, lhe fazendo cócegas, então me "deliciei" ouvindo suas gargalhadas. As risadas de Butters eram incríveis, como uma sinfonia perfeita...Espera, o quê ?!


- HaHAHa!Pa...HAHA PARA! - ele falou tentando se soltar, era uma graça...Porém, óbvio que não soltei.


- Ah não paro! - dei um sorriso, mas logo isso foi interrompido pela porta se abrindo, era a idiota da representante de turma...Wendy testa de hambúrguer.


- O que estão fazendo? - a morena cruzou os braços, batendo o pé com insistência. Tão chata... - Sala depois das aulas é apenas para trabalhos!


- Estamos fazendo o trabalho, não esta vendo? - me afastei de Butters, bufando. - Vai cuidar do gordão do seu namorado que você ganha mais...


- Arg!Vai se foder, Donovan! - ela saiu e bateu a porta, troquei um olhar cúmplice com Butters e rimos, era um momento doce.


Algum tempo depois, estavamos na rua, andando e rindo sobre mais cedo. Butters era um cara legal, mesmo que eu não achasse isso...Mesmo que não concordassem com isso.

O garoto andou mais alguns passos, pegando um pouco de neve, no início não compreendi, mas depois...Bem, depois tinha um punhado de neve na minha cara, e um pouco dentro do meu casaco...


- PUTA MERDA, BUTTERS!


- Haha! - o pequeno louro riu, pegando outro punhado de neve.


- Então é guerra ?! - gritei pegando um punhado de neve e jogando nele, acho que foi fraco, afinal ele nem se encolheu. Apenas tacou outra em mim. E assim ficamos por um bom tempo, nos escondendo atrás de carros ou coisas parecidas. Vimos Craig e Tweek passando de mãos dadas, era notável o quanto eles tinham se aproximado...Eu espero ser assim com Scott algum dia!


- Hey, Clyde...Eu vou para casa, ou vou acabar ficando de castigo...


- Oh, claro... - o olhei preocupado, o pai de Butters ainda era rígido, e aquilo irritava a qualquer um da escola, o pai do garoto parecia um maniaco doente...


- Até amanhã! - ele acenou e iria embora, mas por algum impulso, o puxei e dei um beijo na testa dele.


- Heh...Estamos quites por aquele dia!


- ...A-Até, Clyde! - e então o pequeno sumiu nas ruas cobertas de neve, e eu fiquei lá, um ponto vermelho no meio do branco...


Por que eu tinha feito aquilo ?


- Flashback off -


Ai eu parei para pensar o motivo de estar correndo atrás de Butters, aquilo era um pesadelo, só podia ser um pesadelo...Parei, me ajoelhei no chão e coloquei as mãos na cabeça...Scott nunca me aceitaria, eu não tinha me declarado para ele...Por que eu me declararia para ele se...Eu amava outro ?!

Eu só queria acordar...


- Eu só preciso acordar...


- Flashback on -


Eu estava abraçado em Butters, mal podia respirar...Eu sequer entendia em que situação eu me encontrava, Butters dormia como um anjo...Nem parecia que ha algumas horas atrás ele estava chorado, nervoso...Eu sei, não deveria ter dito que amava o Scott justo quando ele se declarou para mim...Afinal, por que eu disse aquilo ?Eu não amava Scott.

Foi algo inconsciente, um impulso...O qual me arrependi...

Me arrependi no momento em que Butters me beijou.

Eu sabia que tinha algo acontecendo desde que o trabalho começou, sabia que os beijos na testa de "despedida" significavam algo mais, sabia que as brincadeiras, piadas...TUDO significava algo.


E eu tinha entendido...Tinha entendido o porque sempre que Scott passava, Butters ficava zangado, entendia o porque meu coração começou a acelerar quando eu via ele...Não era Scott, ele apenas estava no mesmo lugar...


Beijei a testa do meu loiro, o apertando. Meu pai dirigia em silêncio, eu apenas o agradeci com um aceno por não ligar o rádio com aquelas músicas zoadas...E ele sorriu.

Retribui o sorriso, então encostei minha cabeça no ombro do outro.


- Flashback off -


- EU SÓ QUERO ACORDAR, PORRA! - gritei para o além, sentindo as lágrimas correrem pelo meu rosto, eu só queria o Butters...Eu só queria o MEU Butters...


Então...

Eu acordei...

Totalmente suado, com lágrimas nos olhos, pensei que fosse até cair da cama, mas algo me segurou, uma mão leve.


- Clyde...


- B-Butt...? - limpei minhas lágrimas, encarando o pequeno - nem tão pequeno heh - louro que coçava os olhos, segurando minha mão.


- Tudo bem...?Teve aquele pesadelo de novo...? - Leo bocejou, abrindo os olhos com preocupação.


- Sim...Por que ?Por que isso me persegue ?


- Já disse que tudo bem...Toda vez te digo isso, passou, certo ?Eu te perdoei e estamos juntos agora, Cly...


- Mas, ver suas lágrimas...Aquilo...


- Eu sei, eu sei... - ele me abraçou, nos deitando novamente. - Clyde, isso não importa, volte a dormir, amor.


- ...Te amo, Butters...


- Também te amo, querido.


E assim, fechamos os olhos, e eu dormi calmamente, ao lado do meu marido...Leopold Butters Stotch.

April 10, 2018, 8:07 p.m. 0 Report Embed Follow story
1
The End

Meet the author

Jammes Messias Sou um garoto (Ou melhor, prefiro que se refiram a mim como garoto) que ama South Park e musicais! Tenho cabelo azul e gosto de escrever, e fazer rpg. Também...Amo yaoi heh...

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

More stories

Promiscuous Promiscuous
Lunaria River Lunaria River