First Time Follow story

jpstyle JPStyle !

Kousuke e Masahiro já tinham recebido provas o suficiente de como eram preciosos um para o outro. Naquela noite, queriam apenas entregar seus corpos, assim como já haviam entregado seus corações.


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#yaoi #lemon #hardlemon #HitorijimeMyHero #Kousuke-Masahiro
9
5861 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Trust Me?

Oi gente, eu tava com fogo no cool, porque terminei o anime e não tinha NENHUMA fanfic para me consolar, então eu fiz...

Se passa logo após o episódio 07
Espero que gostem...

Pwp né amores

_____________________________________________________________


— Por favor, seja gentil comigo!

— Eu vou dar o meu melhor, mas, me perdoe se eu não conseguir me controlar!


Ooshiba Kousuke deitou com cuidado o corpo de Setagawa Masahiro em sua cama, o menor ainda tinha o braço enfaixado e o professor não queria machucá-lo, mas ainda assim, não era capaz de controlar-se. Precisava tê-lo, precisava provar para si mesmo que ele era seu.


O aluno ainda constrangido com a situação em que se encontravam tinha o rosto corado, e os olhos fechados, Kousuke passou de leve a mão por sua face, enquanto o admirava, ele era lindo. Deitou-se sobre o corpo alheio com calma, beijando de leve os lábios finos, gravando em sua memória cada gemido que o mais novo deixava escapar.

Os beijos ainda calmos tornaram-se mais melosos, e os gemidos mais sôfregos, quando o moreno apertou de leve a cintura fina. A mão livre do loiro encontrou a nuca do Ooshida puxando-o para mais perto.

Kousuke retirou sem pressa o moletom esverdeado que Setagawa usava, acariciando seus ombros no processo, logo descendo os dedos finos para a barra de sua camiseta, passando-os de leve pelo abdômen do outro, causando-lhe arrepios, antes de retirar a peça por completo.

As mãos trêmulas do mais jovem tentavam inutilmente abrir os botões da camisa social do professor, que achou graça no ato. Masahiro era adorável quando envergonhado, e ele gostava de provocá-lo.

— Deixa que eu faço isso - disse com a voz rouca, depositando um selinho tímido nos lábios do jovem que apenas concordava com a cabeça.


Despiu-se por completo, deixando apenas a cueca - não queria assustar, e voltou a deitar o corpo sobre o seu. Beijando-lhe o pescoço, descendo por seus ombros e peitoral, até chegar na barriga. O loiro arqueou os quadris.


— Faz cócegas - dizia rindo - Kousuke-san, faz cócegas.


— Kousuke - o maior respondeu subindo o rosto para perto do seu, puxando-lhe os lábios inferiores com os dentes - Quando estivermos assim, me chame apenas de Kousuke - Setagawa engoliu em seco e concordou. - Então repita!


— Ko-Kousuke-s… Kousuke!


— Muito bem, onde paramos? - voltou a descer os lábios pelo abdômen alheio.


As mãos ágeis foram até a braguilha da calça jeans que o menor usava, e logo ele pedia ajuda para se livrar da mesma. Setagawa fechou as pernas instintivamente quando percebeu que sua cueca tinha sido retirada junto da calça. Levou o braço não enfaixado ao meio das pernas, numa tentativa falha de esconder algo. O rosto queimando, desmaiaria a qualquer momento.

Kousuke se pôs mais uma vez cara a cara com o menor, levou um das mãos até seu rosto, enquanto a outra ia até a sua mão livre.


— Ei, está assustado? - o loiro concordou - Confia em mim? - Beijou um lágrima que descia pelo rosto corado - Se você não quiser, podemos fazer outro dia, quando se sentir mais confiante…


— Não, eu confio no Kousuke-san - o maior o encarou arqueando a sobrancelha - Kousuke. Por favor, continue.


Ooshida beijou-lhe os lábios com paixão, tentando passar todos os sentimentos possíveis por aquele contato, suas pernas se enroscaram a do menor, uma mão enlaçou-se a de Setagawa enquanto a outra foi para o meio de suas pernas, masrurbando-o, instigando-o. Os lábios foram para seu ouvido, sussurrando rouco:


— Eu vou te fazer sentir bem!


Beijou sem pressa cada parte do pequeno corpo, raspando levemente os dentes algumas vezes, dando chupões não tão demorados em partes que sabia ficarem escondidas pelas roupas, queria guardar aquele momento só para os dois.


Masahiro era só gemidos e contorcia-se abaixo de si, tentando levar a mão boa até o falo que tinha sido esquecido pelo professor. Este o impediu, segurando a mão gelada na sua, quando notou o que ele pretendia. Levou o indicador até os lábios, percorrendo com a língua sua extensão, para depois abocanhá-lo, os olhos pregados nos do loiro.


— Eu quero fazer isto aqui - disse levando a mão livre para o membro do aluno - Posso?


Engolindo em seco, Setagawa concordou com os olhos, fechando os mesmo, assim que o moreno fechou os lábios em torno de seu membro.

A cabeça foi jogada para trás, e a mão livre foi para a boca, tentando abafar o gemido que soltava.

Kousuke levou seu braço até o rosto do loiro, retirando a mão de lá, sem parar o que fazia. Parou de chupá-lo apenas para adverti-lo:


— Eu quero ouvir você, não sinta vergonha! - a que o mastubava, não deixava com que Masahiro processasse de fato o que acontecia - Eu vou tentar algo, pode ser um pouco doloroso, mas será bom, eu prometo, confia em mim?


O loiro sacudiu o rosto, em afirmação.


E logo os lábios do moreno estavam o sugando novamente, Ooshida o chupava por inteiro, circulando-o com a língua e fazendo uma sucção com as bochechas

Tirou-o da boca, e virou o corpo alheio com um pouco de brusquidão, Setagawa virou a cabeça assustado, mas Kousuke lhe beijou os lábios enquanto lhe apalpava as nádegas, uma após a outra. Um das mãos foram para trás dos joelhos, fazendo com que o menor ficasse de quatro.

Colocou-se atrás do mesmo, usando as duas mãos para afastar as bandas e passou a língua por aquela entrada, o menor estava envolvido demais em sensações para se preocupar com a vergonha.

O professor circulou a entrada com a língua, simulando estocadas, logo lambeu dois dedos, deixando-os melados e inseriu no interior do outro, que deixou escapar um grito, não só de dor, mas pelo incômodo , era uma sensação estranha. Kousuke esperou alguns instantes, até que ele se acostumasse com aquela invasão, e começou a estocá-lo, levantando as falanges na tentativa de alcançar o ponto sensível de Masahiro. E não demorou muito para encontrar, porque o menor começou a rebolar instintivamente sobre seus dedos, soltando grunhidos incompreensíveis. O moreno continuou metendo os dedos, indo mais rápido antes de colocar um terceiro dígito e começar a alargá-lo.


— Ooshida Sensei, eu vou… Eu… Vou…


Kousuke pirou ao ser chamado daquele jeito, puxou o corpo do menor para cima, fazendo-o ficar de joelhos, enquanto segurava possessivamente seu pescoço e beijava-lhe os lábios.


— Do que me chamou?


— Ke-Kousuke-san - Setagawa não era capaz de distinguir o que dizia, ainda mais quando o mais velho levou a mão livre até seu pau, mastubando-o com agilidade.


— Não foi isso que disse - passou a diminuir o ritmo, torturando-o, a língua percorrendo os brincos em sua orelha - Me chamou de sensei. Repete. - o ritmo voltou a ficar mais rápido - Re.. Pe… Te.


— Sen-sei… Ooshida Sensei.


O loiro derramou-se nas mãos de Kousuke. As pernas cederam, deixando-o de bruços, a respiração descompassada.


— Espero que tenha se divertido - o professor disse retirando a cueca que usava, enquanto espalhava o pré-gozo por todo seu pênis, que pulsava em desejo - Por que é minha vez.


Sem aviso prévio, meteu fundo no interior do menor, que soltou um grito que foi abafado pela mão do moreno, não se mexeu, ficou um tempo parado, sentindo o pau ser engolido pela entrada apertada do outro, retirou a mão de sua face, levando até o topo da cabeça, empurrando-o para frente, fazendo com que ficasse novamente de quatro.


— Não faz ideia de como essa visão é agradável ao olhos - passava a mão pelas costas alheias, causando-lhe arrepios, logo Setagawa mexeu levemente o quadril, um sinal de que podia se mexer, e assim ele o fez.


De joelhos, com as mãos apertando com força a cintura de Masahiro, ele metia com força, gemendo abafado, revirava os olhos, o prazer o tomando, o menor abaixo de si grunhia , e rebolava contra si, buscando por mais contato.

Kousuke sentiu que o orgasmos estava próximo, apoiou o corpo sobre as costas do loiro, passando os antebraços por em torno de seus ombros, estocando ainda mais fundo, Setagawa virou o rosto para beijá-lo e ele lambeu as lágrimas que desciam por seus olhos.

Mais uma estocada, acertando o ponto sensível do menor e este gozou, gritando por seu nome. Ooshida veio logo em seguida, gemendo algum palavrão desconexo.


Estava na cama, ainda nu, fumando seu cigarro, setagawa apesar de dolorido já tinha limpado todo o quarto, assim como a si próprio e agora repousava a cabeça sobre seu ombro, Kousuke tinha quase certeza que ele tinha dormido.


— Você foi perfeito - acariciava seu cabelos - se continuar assim, matará o matador de ursos!



March 31, 2018, 10:06 p.m. 1 Report Embed 5
The End

Meet the author

Comment something

Post!
Ana Kelry Fernandes Ana Kelry Fernandes
Eu amei essa fic de todo o meu coração ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤ sempre fiquei meio sedenta tipo "EOQ, ACABO ASSIM ESSA MERDA DE EP??!! N CREIO:v". Mas é shounen-ai ent é compreensível, amei a fic, já disse?❤❤❤
March 31, 2018, 5:47 p.m.
~