Código Errado Follow story

tripulante-sad Cih Lumae

Ele recebeu um ultimato, ou se ajeitava, ou teria que deixar a delegacia. Comprometido a não perder o emprego estava preparado para tudo, exceto para o seu novo parceiro que, ao seu ver, é completamente insano.



Fanfiction Bands/Singers For over 18 only.

#investigação #Trisal #taeyoonseok #mistério #jikook #policial #comédia
7
6488 VIEWS
In progress
reading time
AA Share

Prólogo

A chuva dava uma pequena trégua naquela noite e, mesmo assim, as pessoas ajuntavam-se em uma pequena multidão curiosa para tentar ver o que acontecia. Os policiais tentavam inutilmente tranquilizar as pessoas mandando-as embora, mas os seres humanos curiosos como são, não iam tão facilmente.

O silêncio não era uma opção nem mesmo em uma madrugada em meio de semana. Os carros de policia parados em "V" frente à casa também não colaboravam, os homens fardados davam passagem aos poucos para a equipe.

Com a típica expressão neutra um homem com luvas de couro cortava caminho em meio ao grupo de pessoas, sem pedir licença, apenas empurrava-os para o lado mostrando o distintivo. Olhou um dos guardas com um sorriso meia-boca e inclinou-se ultrapassando a faixa amarela.

Moveu-se entre as pessoas sem dificuldade, parando apenas para avaliar brevemente a situação das coisas ao redor.

Um corpo havia sido encontrado num galpão, os vizinhos já não aguentavam o cheiro, e após algumas reclamações, mais do que um animal morto foi achado. Andou indo de encontro ao local em que apenas polícia e perícia passavam.

— Ei garoto, demorou hoje — Um senhor acenou indo de encontro ao jovem asiático, o homem trajava um colete com a identificação do departamento de pericia e suas mãos estavam enluvadas.

— Meu GPS falhou hoje — Olhou para, o que já havia sido uma pessoa, dentro do casebre — O que temos aqui?

— A bolota de gordura ali ainda não foi identificada, mas achamos algumas coisas bem interessantes.

Cruzou os braços dando-lhe um aceno de cabeça para que continuasse. Jeon Jung-kook não era o homem mais paciente do mundo, descendente de um pai coreano e uma mãe francesa, havia puxado o temperamento forte da matriarca.

Seus olhos analíticos encaravam o senhor seguir até o corpo, a sobrancelha ergueu-se ao lhe ser mostrada as mãos do defunto.

— Sem unhas. Mãos e pés? — Indagou juntando-se a ele.

— Exatamente, a língua também foi arrancada — Ergueu o tecido que cobria a barriga do cadáver — E, conhece essa letra?

Jeon passou os olhos pelas letras talhadas na pele, e um estalo o fez suar frio. Levantou-se, colocou a mão na barba por fazer e pigarreou para si mesmo.

— Este maníaco está morto, não tem como ele ainda estar caminhando por aí — Começou a andar de um lado para o outro — Você acha que alguém pode por voltar do inferno?

— Só se sentar no pau do inimigo e gemer muito.

March 18, 2018, 3:18 a.m. 5 Report Embed 2
Read next chapter Capitão Explosivo

Comment something

Post!
Jéssica Polli Jéssica Polli
Bugou aqui perdão!!
April 7, 2018, 5:06 p.m.
Jéssica Polli Jéssica Polli
era essa frase "so se sentar no pau do inimigo e gemer muito" eu amei kskskks ]
April 7, 2018, 5:06 p.m.
Jéssica Polli Jéssica Polli
KSSKKSKSKKSKS meu deus melhor frase!! Td bem se eu usar? skksks
April 7, 2018, 5:04 p.m.

~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 3 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!