Accidentally in Love. Follow story

inory12 Inory 12

[...]Nos primeiros dois dias McCree negou qualquer sentimento que ele poderia ter pelo arqueiro bonito, de rosto estoico e franzido, porém, o cupido lhe acertou definitivamente acabando aceitando seus sentimentos. [...]


Fanfiction Not for children under 13. © Overwatch não me pertence e sim a Blizzard. Imagem de Ramida-r

#Mchanzo #Vday2018 #Gency (Não implícito)
Short tale
0
6621 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Então ela disse, "Qual o problema, amor?"

"Qual o problema eu não sei
Bem, talvez eu esteja apaixonado
Penso nisso toda vez que eu penso nisso
Não consigo parar de pensar nisso."

Nos primeiros dois dias McCree negou qualquer sentimento que ele poderia ter pelo arqueiro bonito, de rosto estoico e franzido, porém, o cupido lhe acertou definitivamente acabando aceitando seus sentimentos. Não tinha por onde recorrer, o vaqueiro nunca foi muito bom em esconder sentimentos como amor e todos da base já sabiam e provavelmente o próprio arqueiro já sabia e disfarçava muito bem que não sabia.

Para a felicidade de McCree – ou não – o arqueiro se tornou um amigo bem próximo, começando com sessões de treino de tiro que sempre acabavam em empate, compartilhando bebidas – certa vez, McCree provou o famoso Sake, achando doce demais para seu gosto – e histórias sobre suas aventuras como mercenários, claro, quem falava mais era McCree, Hanzo era mais como um ouvinte.

Porém, em uma missão, composta por McCree, Hanzo, Reinhardt, Mercy, Genji e Tracer, que para o grupo, era para ser uma missão simples se tornou perigosa ao saber que Reaper e Widowmaker estava do outro lado.

- Irei procurar Widowmaker. - Disse Tracer no comunicador.

- Estarei logo atrás de você. - Respondeu Genji.

McCree estava junto de Rein e Mercy, matando todos os agentes de Talon – Tome cuidado aí em cima, darling.

Hanzo que estava sobre uns dos prédios mais ao centro bufou – Você me insulta, cowboy.

Logo os disparos altos e precisos de Widow foram escutados e Hanzo logo identificou onde a mulher estava – Franco-atirador, atrás! - Avisou.

McCree escutou Tracer bufar – Estou muito longe, vai demorar um pouco até eu e Genji chegar até aí.

Um silêncio se passou, talvez eles pudessem recuar e pensar em um plano melhor, ninguém sabia onde estava Reaper ainda e os escudos de Rein não iriam aguentar por muito tempo.

- Estou indo lá. - A voz de Hanzo soou no comunicador.

- Não, apenas recue. - Disse Mercy.

Mas Hanzo não respondeu, deixando um mal pressentimento em McCree – Mercy, poderia voar até a posição de Hanzo?

Mercy não questionou, voando até lá para apenas encontrar o local vazio.





"Acidentalmente apaixonado."




Quando Genji finalmente achou Hanzo, ele estava desacordado, Mercy achou vestígios do veneno de Widowmaker pelo sistema, mas estranhamente nada prejudicado, apenas o nível de ocitocina elevado. Hanzo passou alguns dias dormindo e isso estava deixando todos da equipe de Overwatch preocupado, mas não tanto quanto McCree, o homem estava ficando louco, ele estava se culpando pelo evento.

Todos os dias McCree estava ali, passava mais tempo ali que o próprio Genji e todos sabiam o por que e todos os dias os níveis de ocitocina de Hanzo aumentavam e consequentemente as testosterona diminuíram, causando preocupação e certa curiosidade em Mercy.

- Eu nem sei o que é ocitocina. - Disse McCree, sentindo-se um pouco envergonhado pela sua ignorância.

Mercy sorriu em compreensão – Está tudo bem McCree. - A mulher sentou ao lado de Genji – Para exemplificar é o famoso hormônio do amor. Seja lá o que Talon fez com Hanzo, assim que ele acordar, provavelmente ele será um pouco mais, como posso dizer, carinhoso e amável.

Enquanto McCree processava a informação, Genji riu tão alto que deixou a loira irritada – Hanzo, carinhoso? Amável? Isso definitivamente não pode está na mesma frase...

Então tudo foi processado, McCree corou um pouco, desviando seu olhar para Hanzo, enquanto Mercy e Genji continuava a conversar.

Quando Hanzo acordou, a primeira pessoa que ele viu foi McCree e para a ilusão de McCree – ou não – ele viu Hanzo corar como nunca viu antes. Quando a notícia se espalhou pela base, todos foram visitar Hanzo, dando parabéns pelo retorno e todos acharam que o arqueiro estava realmente mais amigável, mas nem tudo era um mar de rosas, Winston chegou com simpatia, mas logo dizendo que o arqueiro estava suspenso até que seu nível de ocitocina voltassem ao normal.

McCree por um momento pensou que Hanzo iria chorar.

- Veja pelo lado bom, - Mercy estava na porta, pronta para sair – seu desempenho sexual estará melhor como nunca.

Ambos nunca viram Hanzo corar como agora, na realidade, eles nunca viram o arqueiro fazer qualquer expressão além de desgosto – Não fale coisas assim...

Mercy saiu, rindo. Então a sala ficou em silêncio, McCree não sabia o que realmente falar, finalmente chegou a vez de ver Hanzo e ele simplesmente não sabia o que falar. Quando ele olhou para Hanzo, percebeu que o arqueiro estava olhando para ele de forma tão amável que fez o coração de Jesse tremer.

- Genji me disse que você passou o tempo todo do meu lado. - Hanzo pôs uma mão sobre a de McCree – Eu aprecio a sua atitude Jesse.

Hanzo falou seu nome, seu maldito nome, em vez do seu apelido – Que isso darling... Eu fiz apenas o que um amigo faria.

O olhar amável sumiu e a mão recolheu – Sim, amigos fazem isso.

"Vamos lá, vamos lá
Chegue mais perto
Vamos lá, vamos lá
Eu quero escutar o seu sussurro
Vamos lá, vamos lá
Se acomode em meu amor"

McCree sentiu que não deveria ter falado isso, queria que a mão de Hanzo voltasse, que o olhar gentil voltasse, aparentemente ele estragou qualquer coisa, mas o arqueiro esta sob os efeitos de hormônios, nada disso é real, é apenas hormônios – Sim, amigos.

Ele não queria se machucar depois, ele conhecia o arqueiro, assim que a tal de ocitocina fosse embora e a testosterona voltasse tudo iria acabar e o coração do vaqueiro iria para ser completamente despedaçado. Ele voltou a olhar para Hanzo, para apenas ver um turbilhão de emoções em seu rosto, o arqueiro simplesmente desviou o olhar como se quisesse esconder algo, McCree imediatamente sentiu um peso em seu coração, segurando o braço de Hanzo.

- Olhe para mim Hanzo.

O arqueiro não respondeu, nem se moveu. O vaqueiro puxou Hanzo, forçando-o a encara-lo, mas as mãos ágeis de Hanzo cobriu seu rosto, mas as gotas de lagrimas era evidentes sobre o lençol da maca, formando uma pequena poça úmida – Não olhe – Ele suspirou – Para mim.

A culpa nunca foi tão pesada sobre McCree – Darling... Me perdoe, eu não... - Jesse rodeou seu braço no corpo de Hanzo – Estou apenas com medo de que seja apenas hormônios falando. - Hanzo corresponde o abraço de forma tão carinhosa quanto McCree – Tenho medo de ser rejeitado quando eles sumirem. - Ele sussurrou a ultima parte, como se fosse um segredo.

- Não. - Hanzo disse, com carinho, sua voz ainda afetada pelo choro – Eu sempre amei tanto você, eu apenas não sabia que me amava de volta. - Hanzo sentiu McCree segura-lo pelo rosto e percebendo que os olhos do vaqueiro agora apenas centrados nele, sorriu, nunca imaginando que seu sorriso saiu tão amável quanto queria – Eu te amo tanto Jesse, talvez os hormônios...

Hanzo não pode completar sua frase, sua boca fora invadida pelos lábios de Jesse.

"Vamos lá, vamos lá
Pule um pouco mais alto
Vamos lá, vamos lá
Se você se sentir um pouco mais leve
Vamos lá, vamos lá
Era uma vez, nós apaixonados "

March 7, 2018, 2:23 p.m. 0 Report Embed 0
The End

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~