24 horas Follow story

inory12 Inory 12

Mãe, não se preocupe, eu estarei bem. Bem com a dor, bem com meu peito doendo, cólicas absurdamente dolorosas, mas ao seu lado eu estarei bem.


Short Story Not for children under 13.

#Mia #Nina #Gato #Depressão
Short tale
0
6442 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Mom, I ok, don't worry.

Mãe, não se preocupe, eu estarei bem. Bem com a dor, bem com meu peito doendo, cólicas absurdamente dolorosas, mas ao seu lado eu estarei bem. Você chora todas as noites por você e por mim. Onde você estava quando eu cair no sofá agonizando sem ar? A lembrança de me botarem naquela caixa azul é bem vaga, porém, você entrando no carro me trouxe conforto. Por que tão triste? Ou melhor, por que sempre triste?

Não se preocupe, eu estou bem, mas e você? Naquela noite, dentro do banheiro, você caiu de repente sem ninguém para ajudar você. A mesma coisa que você está sentindo agora eu sentir naquela noite, desespero, querendo ajuda-la e deixa-la segura. Nunca mais deixei você entrar naquele banheiro sozinha, nunca. Sinto você segurar o choro pela milésima vez em nossos 10 anos juntas, como sempre, mas tudo bem, não gosto de escuta-la chorar, mesmo que seja a única disposta a escutar.

O médico tateando-me, procurando a coisa errada em mim e você tão preocupada, com medo de me perder e eu sempre tive medo de perde-la. Dentro daquela caixa novamente, vocês me levaram para outro local, com urgência, no prédio branco com outros animais e por fim me deixaram com pessoas estranhas, mas eu vi o seu olhar mãe, tão preocupada, tão triste, tão culpada, porém, eu confio em você e deixei aquelas mãos me segurarem e levarem-me para longe de você. Os dias passam e a saudade estabelece, mãe, quando me visitará? Tenho saudades de você, seu cheiro está se perdendo para o cheiro daquele local branco e frio, muito frio.

“Mãe!”

Demorei para reconhece-la, seu cheiro está se estabelecendo novamente na minha memória. Tão triste você está, mas estou feliz em vê-la, mesmo que essa coisa na minha pata atrapalhe nosso contato. Você me abraça e me beija do mesmo jeito de sempre, com muito amor e com a aura de tristeza ao seu redor mesmo que agora esteja mais intensa. Você não está tomando seus remédios? Escuto os humanos murmurarem, mas percebo que não presta atenção e sim em mim, com seus olhos escuros e lacrimosos. Você me renova mãe, por favor, venha me visitar novamente amanhã, já que está mulher me carrega longe de você e, com tristeza, se despede e se vai, mas olhando para trás, encontrando meus olhos vigilantes. Foi a última vez que nos vimos em vida mãe.

Essa dor está me incomodando novamente, a dor da solidão também, a dor de você não está aqui, a dor no meu peito se intensifica e o ar é perdido. Como se eu estivesse me afogando, mãe, me ajude, estou com medo, eu vou morrer? Cadê você? Mãe, me ajude, tudo se tornou negro.





Mãe, pare de chorar, pare de acariciar meu corpo morto enquanto perguntam coisas importantes para você. O luto estabelece em você e a tristeza piora, eu fiz isso? Desculpa mãe, a minha hora chegou, mas minha alma está com você para sempre. Mãe, eu sei que a solidão dói em você, sei que queria ter me visitado mais, sei que se culpa, sei que queria se despedir de mim de forma mais reservada.

Estou feliz em acompanhar você eternamente. Eu vejo você triste naquele estabelecimento e logo olhar para uma gata de rua e você estabelece nela, assim como fez comigo. Espero que ela traga muito amor para você mãe, espero que ela consiga lhe trazer amor, pois a felicidade parece nula para você. Mãe, você pegou ela não para me substituir, mas para ter algo que preenchesse o vazio que sente quando percebe que não estou deitada em cima de sua cama, ou quando pensa sobre a minha morte, quando vê que não estou dentro do seu guarda-roupa, quando estou em canto nenhum. Mia, faça minha mãe amar você, ela precisa disso.

March 5, 2018, 12:11 a.m. 0 Report Embed 1
The End

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~