Um Bom Começo Follow story

taimatsu_kinjou Taimatsu Kinjou

Me inspirei com o fim de ano chegando, ou quero dizer, começo de um novo ano... (escrito em 2011)


Fanfiction Anime/Manga All public. © Kazuki Takahashi

#yaoi #fluffy #Yami Bakura #Marik Ishtar #thiefshipping #yu gi oh!
Short tale
1
6628 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Oneshot

Lá estava eu, enfadonho, sentado no gramado de um dos parques de Domino City que estava coberto por uma camada espeça de neve. Ryou, meu hikari, me obrigou a vir assistir os fogos de fim de ano com ele e a “Gangue da Amizade”. A única coisa boa nisso tudo era o fato de terem chamado Marik para vir também.

Marik estava sentado ao meu lado abraçado as pernas olhando para o céu estrelado que logo estaria sendo preenchido por fogos de varias cores. Seus cabelos cor de areia se moviam com o vento, seus olhos lilás pareciam duas ametistas brilhando em ansiedade e a luz do luar que refletia sobre sua pele bronzeada fazia com que ele parecesse ainda mais atraente.

Sim, é exatamente o que vocês estão imaginando, eu sinto algo forte por esse egípcio. Sinto algo dentro de mim borbulhar cada vez que ele sorri para mim, fico irritado cada vez que vejo seus olhos tristes, coro quando ele me toca e por ai vai.

Suspiro fundo. Já tinham se passado três anos desde que nos conhecemos na Batalha da Cidade e exatamente dois anos desde que eu descobri que eu gostava do loiro mais do que um amigo.


"Era exatamente dia 31 de dezembro e Marik me arrastou para um parque para ver os fogos de fim de ano com ele. Esta seria a primeira vez que ele veria os fogos e estava muito animado. Já se aproximava da meia noite e eu estava resmungando algo enquanto Marik não parecia se importar com minhas reclamações.

– Marik, esta frio... Vamos embora... – eu reclamo num gemido.

– Espera só mais um pouco Bakura. – ele diz sorrindo animadamente. Eu bufo revirando os olhos.

Para mim aquele ano estava sendo o mais frio de todos e eu odeio o frio. O loiro parecia não se incomodar com isso, provavelmente pelo fato dele estar muito animado e não ter parado em momento algum.

– Dez... Nove... Oito... – as pessoas ao nosso redor começaram a gritar.

– Conta também Kura! – Marik diz animado e eu rosno – Feliz ano novo Kura!!! – ele me puxando pela mão pulando.

Eu perdi o equilíbrio, cai no chão levando Marik comigo e nós rolamos na neve. Quando paramos de rolar nossos lábios se conectaram em um beijo suave. Arregalei meus olhos e encontrei os olhos lavanda no mesmo estado, nos afastamos rapidamente. Senti meu rosto queimar apesar do frio, olhei para Marik e ele não estava em um estado muito diferente do meu.

Os fogos estouravam no céu acima de nós."

Fui tirado dos meus devaneios quando a contagem começou e Marik tinha me puxado para ficar em pé ao lado dele, ele sorria largamente enquanto contava.

– Sete... Seis... – o puxei pelo braço.

– Preciso te dizer uma coisa! – eu gritei e ele assentiu concentrando toda a sua atenção no que eu tinha a dizer. Respirei fundo antes de começar – Marik eu te amo! – gritei, mas minha voz foi abafada por gritos e o som dos fogos.

– O que você disse? Eu não pude ouvir! – ele me diz confuso. Estreitei os olhos e balancei a cabeça.

– Feliz ano novo! – eu digo forçando um sorriso.

– Feliz ano novo Kura! – ele sorri em resposta e ergue a cabeça para ver os fogos coloridos.

Uma parte de mim se sentiu aliviada por ele não ter ouvido o que eu disse, a outra estava amaldiçoando os fogos por terem atrapalhado. Suspiro em frustração e depois sorrio observando Marik feliz olhando para o céu multicolorido. Me senti feliz.

Neste novo ano haveriam muitas oportunidades de dizer o que eu sinto, por enquanto vou simplesmente apreciar o momento ao lado dele...

March 2, 2018, 1:33 p.m. 0 Report Embed 1
The End

Meet the author

Taimatsu Kinjou ƒαηƒι¢ѕ тαмвéм ησ ηуαн!, ѕριяιт, ƒαηƒι¢тιση.ηєт, ασ3 e ωαттρα∂

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~