Duas Vilas Follow story

gridpudim Grid Pudim

Após a 4ª grande guerra ninja, o mundo parecia calmo e bom de se viver, mas após uma reunião da Aliança Shinobi, Temari começa a perceber que tem alguma coisa acontecendo, mas Konoha não quer falar para as outras Aldeias. E Temari não mede esforços para saber tudo o que está havendo, e acaba mudando sua vida!


Fanfiction For over 21 (adults) only.

#Naruto #Shikamaru #Temari #ShikaTema #ShikamaruHiden #GaaraHiden #UniversoNaruto
12
6188 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

O Tapa


“Eu tive que bater no Shikamaru, e foi como um desabafo.
Eu sei que ele está mentindo! Tem algo acontecendo e eu vou descobrir...”


Eu repetia isso mentalmente, só para não ficar com remorso de ter sentado a mão na cara dele depois da reunião com a Aliança Shinobi.


Eu e meus irmãos resolvemos sair para comer, na verdade só sai porque estava morta de fome, mas a minha vontade mesmo era de ir na casa do Nara e arrancar a verdade dele de qualquer jeito. Eu estava realmente com muita raiva.


Paramos em uma casa de lamén. Gaara percebeu que eu não estava muito feliz, olhava meio torto para mim, esperando eu fosse dizer algo, mas preferi amenizar meus pensamentos, não queria ficar mais nervosa ainda. Comemos, em silêncio, acho que todos estávamos realmente cansados da viagem e logo íamos viajar de volta.


Chegando no hotel, resolvemos dormir cedo, pois amanhã tínhamos uma longa viagem, mas, eu realmente demorei a dormir. Não parava de pensar em tudo, eu sabia que tinha algo acontecendo em Konoha, pensava em tudo o que Shikamaru falou, pensava em tudo o que vi aqui e nada, nada me vinha a mente.


No dia seguinte, acordamos e fomos embora. Chegamos 3 dias depois, e eu realmente estava exausta, fazia muito calor em Suna. Assim que cheguei em casa, fui logo tomar banho e por roupas limpas. Normalmente quando chegávamos de alguma viagem longa como essa, eu tirava o dia para descansar e arrumar minhas coisas para o próximo dia. Mas Kankuro, definitivamente, não pensava do mesmo modo:


- Temari, vamos sair... Você está ficando velha, pelo visto! – Falou Kankuro dando uma risada de canto.


— Você não tem medo de morrer mesmo, né? – Eu não estava brava, mas gostava de impor autoridade, só para ele não esquecer, mas no fundo, estava rindo.


Kankuro só me olhou e continuou com sua risada de canto de boca mas não respondeu, olhou para Gaara e perguntou:


— Gaara, e você? O Kazekage também tem que se divertir?


Gaara, já de costas, indo para seu quarto, o respondeu :


— Hoje prefiro ficar em casa, mas vá se divertir... – Quando Gaara concluía sua frase, um amigo de Kankuro bateu em nossa porta – Olha só, devem ser seus amigos, só não volte muito tarde, amanhã temos muito o que fazer.


Kankuro saiu e eu acabei voltando aos meus pensamentos, queria muito saber o que falar com o Gaara amanhã, afinal, meu instinto não falha.


~~~~~~


Estava escuro, eu corria desesperada e não sabia bem onde eu tinha me metido. Escutava uma voz longe, corria cada vez mais depressa naquela escuridão para ver se conseguia encontrar o dono da voz, eu tinha a sensação de que a conhecia.


A escuridão foi clareando muito devagar, e eu parecia estar próxima a voz. Quando de repente, eu paraliso, não conseguia me mover. E tive a certeza, era um jutsu, como não estava mais tão escuro, vi que uma sombra tinha me pegado.


— SHIKAMARU!!! – Gritei nervosa já. Mas ele não me respondeu.


— SHIKAMARU, APARECE LOGO, EU SEI QUE É VOCÊ! – Gritei mais ainda, e ele veio andando até mim, e fui andando junto.



— Ah, Problemática!... – Ele respondeu mas não me soltou do jutsu.


— Me solte! E me fale o que está acontecendo? – Perguntei apressada.


— ... Mendokusee...! – Ele me soltou do jutsu, veio andando até mim com as mãos no bolso, quando chegou relativamente perto, ficou só me olhando.


Fiquei irritada, fui rapidamente em direção a ele e aquele idiota desapareceu.


Eu comecei a correr mais e mais, o chamava sem parar, como ele pôde sumir assim? Eu estava desesperada, peguei o meu leque e soltei algumas rajadas de vento, mas cada vez escurecia mais, e aquela escuridão parecia que ia me engolir, parecia que uma sombra grudou no meu pé e foi subindo, igual ao jutsu enforcamento pela sombra, será que ele está fazendo isso comigo mesmo? Eu dei algumas rajadas de vento a mais, mas não ajudava em nada, eu só ficava mais presa ainda. Comecei a chamar o Shikamaru desesperadamente, não era possível que ele estaria fazendo aquilo comigo, e porquê? Aquela escuridão me apertava, subia cada vez mais, me sufocava, parecia que ia me asfixiar, e eu gritava:


- SHIKAMARU, ME SOLTA, O QUE ESTÁ ACONTECENDO? SHIKAMARUUUUUUUUUUU!!!!!

March 20, 2018, 3:14 p.m. 0 Report Embed 1
Read next chapter O Sonho

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 34 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!