Fechadura Follow story

byaaaaa Bya Alves

Há quanto tempo eu estava encarando aquela gaveta? Olhei o relógio, okay, faziam só cinco minutos, pelo menos dessa vez, desde que Sasuke chegou ontem tarde do trabalho não consigo parar de encarar essa maldita gaveta!


Fanfiction Anime/Manga All public. © Personagens de Masashi Kishimoto

#sasuke #hinata #sasuhina
Short tale
3
6983 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Fechadura

Há quanto tempo eu estava encarando aquela gaveta? Olhei o relógio, okay, faziam só cinco minutos, pelo menos dessa vez, desde que Sasuke chegou ontem tarde do trabalho não consigo parar de encarar essa maldita gaveta!

Ele achou que eu estava dormindo, não fez barulho quando entrou no quarto e foi até a velha cômoda, era da familia dele, antiga, com uma única gaveta com chave, chave essa que o moreno carregava no chaveiro, colocou algo la e trancou, ele nunca trancava aquela maldita! O que colocou lá de tão importante?! Por que ele não me mostrou o que era antes? Nós moramos juntos, eu devia saber o que ele tranca na gaveta!

Suspirei pesado e desci indo a cozinha fazer o jantar, ou o almoço? Ah! Vou ficar louca pensando nisso!

Subi no quarto mais umas cinco, seis, sete, tá, talvez dez, vezes, podia morrer de tanta curiosidade, não que eu achasse que Sasuke estava escondendo algo sério de mim, mas é que sou curiosa mesmo! Poxa o que podia ser tão importante pra ele guardar lá? E se for algo ruim? Se ele estiver com algum problema? Dividas e não quer que eu descubra?

Estava no terceiro degrau quando ouvi a porta abrir, dei meia volta descendo e indo o recepcionar.

— Boa noite amor. Como foi no trabalho?— sorri recebendo um selinho.

— Tranquilo, aproveitou sua folga?

— Limpei a casa. — ri o Abraçando, trocamos alguns carinhos, Sasuke subiu para tomar banho e não me aguentei subindo logo após.

Vamos lá Hinata, isso não é certo...Tudo bem eu sei, ele vai ficar bravo não posso invadir a privacidade dele...Mas e se estiver acontecendo algo? As coisas andam meio difíceis, ele pode estar com vergonha de me contar...Somos quase casados! Eu tenho que apoia-lo! Não posso deixar que carregue tudo sozinho. Mas é a privacidade dele! Se enfiar a chave nessa fechadura vai viola-la completamente! Mas eu o amo e se o deixar carregar tudo nas costas nunca vou me perdoar! Tá e se ele não te perdoar?! Sabe como Sasuke é, preza pelo próprio espaço tanto quanto pela propriá vida!

Estava tonta tentando decidir o que fazer enquanto apertava a chave velha entre meus dedos, respirei fundo, olhei em direção a porta do quarto e respirei novamente. É agora ou nunca, sei que nunca esconderia nada de mim, por isso me preocupa, destranquei a gaveta e a abri devagar, fiquei surpresa ao ver que dentro não havia mais nada além de uma caixinha negra de veludo.

Ta bem, posso parar agora.

Quem eu quero enganar? Me deixou mais curiosa ainda! Peguei a caixinha fechando a gaveta.

— O que está fazendo Hinata? — Tomei um susto largando a caixa e me virando a ele sem saber o que dizer. — Você mexeu nas minhas coisas?!

Abaixei apressada, a caixa tinha aberto, a peguei procurando pelo chão o que estava dentro, ouvindo os passos dele em minha direção, pronta para pedir mil desculpas, ele se abaixou ao meu lado e vi que pegou algo embaixo da cômoda, o olhei, tentando ignorar aquele peitoral maravilhoso, o cabelo molhado, estava só com a toalha na cintura...Ei Hinata!

— Me desculpa! Eu não queria! Foi...Foi sem querer!

— Você sempre foi curiosa, por isso tive de guardar a chave, mas pelo visto não adiantou. Bom vamos acabar com isso antes que a senhorita descubra tudo.

— Sasuke, não... — podia não saber do que ele estava falando mas parecia sério, segurou minha mão calmo.

— Eu esperava estar vestido ao menos, mas não importa, Hyuuga Hinata, quer acabar com a sua curiosidade e se casar comigo? — me mostrou a aliança de noivado simples de prata com um diamante. Posso dizer que enquanto sentia a maior felicidade do mundo também me sentia uma grande idiota por ter atrapalhado todos os planos dele.

— Eu nunca vou deixar de ser curiosa, claro que aceito! — sorri boba, vendo-o colocar o anel em meu dedo, ele ria maroto, sabia que eu aceitaria, sempre convencido, sorri mais sem aguentar o beijei.

Suspirei entre o beijo sentindo seu corpo molhado, confesso que valeu a pena ser tão curiosa, já estava na hora desse Uchiha me pedir em casamento.

Feb. 26, 2018, 9:53 p.m. 0 Report Embed 5
The End

Meet the author

Bya Alves Autora com o mesmo Nick no Social Spirit!

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~