Sentimentos ariscos Follow story

yumo-yumi35 Yumo Yumi

Depois de muitas noites em claro, Todoroki Shoto decide ir até o quarto de Midoriya para esclarecer seus sentimentos e finalmente acabar com esse sufoco que o afligia, mas mal sabia ele que o menor sentia o mesmo.


Fanfiction Not for children under 13.

#Yaoi #TodoDeku #Boku no hero academia #tododeku #Bnha #Tododeku #One shot
Short tale
19
7098 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Seu Quarto

Mais uma vez deitado em uma cama em um quarto solitário, junto com seus sentimentos embaralhados, sem saber o que fazer ou o que pensar.
Todoroki Shoto, um jovem garoto de dezesseis anos que estava mais perdido do que um peixe fora da água, perdido em seus sentimentos por conta de uma face sardenta que com poucas palavras o ajudara tanto com seu trauma e problemas. 
Depois do menor o ajudar com tantos problemas, mesmo praticamente sendo inimigos naquele campeonato, aquilo o fez repensar sobre ele. O fez repensar sobre seus sentimentos sobre o mesmo.

Não era novidade que Shoto não é uma pessoa muito sociável ou muito menos caloroso com alguém, mas depois dessa série o bicolor acabou ficando mais ''aberto'' com as pessoas, fora o fato de começar a usar regularmente seu lado esquerdo mas geralmente isso apenas ocorria na presença de Midoriya. E falando no garoto, Shoto se sentia completamente perdido ao lado dele, sentia seu coração bater forte e mãos suarem, fora que ficava perdido sobre o que falar ou como agir ao seu lado. E pela primeira vez se sentia assim perto de alguém.


Nunca fora de se apaixonar ou ficar admirando alguém amorosamente, então o garoto realmente não sabia se seria direto ou tentava se aproximar aos poucos. E também tinha outro fato que martelava sua cabeça todas as noites, como seria a reação do esverdeado? E como seria a reação das pessoas ao saber que o filho de Enji Todoroki, ou mais conhecido como o segundo super-herói do japão fosse homossexual? Shoto se sentia completamente perdido, e o pior que não tinha como fugir desse destino já que seu coração estava totalmente entregue a Midoriya.

Já estava cansado de se sentir assim, de ficar perdido e se sentir indefeso. Então tomou uma decisão arriscada porém necessária. Se levantou bruscamente e mesmo de pijama saiu de seu quarto com pressa, indo em direção do quarto do esverdeado sem se fingir importar com tais medos. Chegando em seu quarto, Shoto ficou parado encarando a porta, não sabia quais horas eram mas provavelmente eram em torno de 02:20 da madrugada, mas já que estava aqui não teria como voltar atrás. 

Levantou seu braço com certo receio, e bateu em sua porta calmamente já que tinha outras pessoas dormindo nesse horário, inclusive o proprio Midoriya.


Do outro lado, o mais novo dormia de forma tranquila, que por acaso sentia quase todos os sentimentos que Todoroki sentia, porém ele não tinha coragem o suficiente para se declarar então seu único foco era continuar observando o bicolor de longe, e se sentia um fracassado por fazer isso mas era a única opção que tinha no momento. 

Depois daquele campeonato, Midoriya sentia algo diferente em relação a Shoto, não sabia exatamente o que já que nunca se apaixonara antes, mas sabia que era algo especial então sempre que dava o menor ao menos tentava falar com o bicolor mas era um pouco difícil porquê sempre acabava gaguejando ou se perdendo em suas próprias frases, fazendo se sentir um tanto idiota por suas falhas.


Após a batida na porta, o sardento acordou com um certo receio, normalmente ninguém aparecia a essa hora nem mesmo sua fiel amiga Uraraka ou até Lida. Mas mesmo com suas opiniões formadas, se levantou da cama com seus cachos levemente bagunçados e rosto um tanto cansado e assustado, foi em direção da porta e a abrindo com calma, olhando de canto antes de abrir por completo, agindo como um total medroso.

Logo seu olhar mudou ao ver Shoto em sua frente, com um rosto totalmente cansado porém aflito, fazendo Midoriya o olhar com preocupação.


- T-Todoroki-kun? -Disse um tanto assustado mas abrindo a porta por completo, sentindo suas bochechas ganharem um leve tom rosado, não era todo dia que recebia uma visita assim, mas não se importou de estar de pijama na frente do mesmo, já que sua expressão era mais importante do que esse mero fato- O que aconteceu? Você está bem? P-Por que essa visita assim tarde? -Se amaldiçoou mentalmente por estar novamente se perdendo em suas frases-.


O maior ficou um pouco atordoado ao ver Midoriya assim, mas agora realmente não tinha como voltar atrás. 

Deu um pequeno suspiro como se estivesse criando coragem para falar isso.


- Podemos entrar antes? Não será muito confortável falar aqui fora -Disse um tanto calmo e o olhando de forma serena, nem parecendo que por dentro estava uma total confusão-.


O esverdado se estremeceu, será que tinha feito algo que o grisalho não tivesse gostado? Ou quisesse distância ou até mesmo tivesse notado sua leve mudança de comportamento? Midoriya não sabia dizer, apenas concordou com a cabeça e ficando nervoso com a ideia. Ambos se dirigiram para a sala que apenas tinha um abajur como iluminação, mas não se incomodaram com esse fato já que tinha algo muito mais importante a se tratar.

Se sentaram não muito próximos, no total de um bloco de diferença no sofá.

Midoriya se encontrava totalmente nervoso mas não querendo demonstrar isso, enquanto apertava suas próprias mãos de leve, tentando se acalmar por estar tão ''perto'' de Shoto. E do outro lado o bicolor também estava nervoso mas conseguindo se controlar e logo percebendo o nervosismo do outro, se sentindo péssimo por o deixar assim, mas dando inicio ao que queria falar.


- Eu... primeiro eu preciso que você mantenha a total calma e.. -Falava em um tom calmo enquanto fitava o esverdeado, tentando o máximo tranquilizar o mesmo mas decidiu ser direto, se poupando e poupando ele desse clima agonizante- Desde quando você me ajudou em questão sobre meu pai, eu comecei a me sentir diferente em sua presença -Estava tudo indo bem até Midoriya começar ao olhar de uma forma fofa, com os olhos brilhando e bochechas coradas, deixando Shoto perdido em suas falas- d-digo.. eu acho que estou apaixonado por você, mas não precisa se preocupar com isso ou algo do tipo, eu entendo se não sentir o mesmo -Se sentiu um fracasso por ter falado tão rápido assim, mas se sentiu feliz ao mesmo tempo por ter conseguido se confessar assim. Agora Shoto era encontrado com suas bochechas levemente coradas enquanto olhava para Midoriya, mas não necessariamente esperando uma reação positiva e sim apreciando a cara fofa que expressava agora-.


Midoriya não sabia como se sentia agora, sentia seu coração explodir de sentimentos enquanto suas bochechas estavam agressivamente vermelhas agora, sentia suas mãos suarem e todos seus pensamentos falharem agora. De todas as coisas Midoriya não esperava que fosse receber uma confissão, e justamente da única pessoa que ele admirava amorosamente. Ficou alguns segundos completamente parado, encarando Shoto com os olhos brilhando e face ruborizada tentando pensar em alguma frase que fizesse sentido agora, respirou fundo criando coragem para falar e tendo total certeza que sua voz falharia com isso.


- E-Eu.. v-você gosta de mim? C-Certeza? -Se sentia um bobo por perguntar isso mesmo tendo ouvido a confissão agora pouco, logo vendo o bicolor concordar com a cabeça e com sua típica face ''natural'' e fazendo Midoriya corar novamente com isso como se não estivesse acreditando ainda. Respirou fundo sentindo suas mãos suarem mais ainda, não era novidade que o menor era horrível com sentimentos e ainda mais sentimentos românticos- E-Eu -Colocou suas mãos sobre suas bochechas como se estivesse tentando se acalmar por dentro, sentindo seu coração pulsar com força mas logo dando outro suspiro criando coragem para falar- d-desde a época do campeonato eu s-sinto algo por v-você e.. -Sua voz estava baixa e tímida e seu olhar era focado no chão, com total vergonha de olhar em Shoto em seus olhos, sentindo seu coração bater cada vez mais rápido-.


Todoroki não podia se sentir mais feliz do que agora, ficando completamente sem reação durante alguns segundos mas logo abrindo um pequeno sorriso, algo que era super raro para o garoto. Não se segurou e praticamente avançou em Midoriya, fazendo ambos se ''deitarem'' no sofá em uma forma de abraço, e ficando por cima do mesmo e encaixando sua cabeça entre o pescoço do sardento.

E como explicar o que Midoriya sentia, ele estava completamente realizado, mesmo completamente tímido com a situação que ambos se encontravam já que o bicolor estava entre suas pernas, mas retribuiu o abraço de uma forma meiga e fazendo carinho em sua nuca e costas enquanto um sorriso formava em seus lábios. 

Depois de ficar alguns calorosos minutos assim, Shoto decidiu separar apenas um pouco esse contato, se afastando um pouco podendo olhar nos olhos de Midoriya, e ficava completamente hipnotizado com a fofura e com o olhar inocente do mesmo, com isso fazendo o bicolor corar de leve. Enquanto ambos se encaravam de forma apaixonada, Todoroki mal percebeu que estava se aproximando aos pouco do esverdeado, já fazendo os fios alheios se juntarem contra os seus, deixando apenas alguns centímetros de distância. 

E o menor não queria de jeito nenhum interromper esse momento, mesmo que nunca tivera tido tais experiências, queria tentar ter uma com ele. Deixou Todoroki se aproximar ao completo, fazendo seus lábios se chocarem de forma suave, um típico selinho calmo e demorado, mas ambos sentiram que precisavam mais que um simples selinho. Shoto logo pediu passagem e Midoriya cedeu sem pensar duas vezes. E assim iniciaram um beijo caloroso e quente, como se precisassem disso a um longo tempo, o ritmo calmo do grisalho conseguia deixar o sardento calmo também, e assim começando a ir em um ritmo tranquilo enquanto suas línguas exploravam a boca um do outro de forma meiga.

Mas como tudo que é bom dura pouco, logo ficaram sem ar, fazendo se afastar e encarar um ao outro de forma fofa, enquanto Midoriya ficava completamente corado e colocando as mãos no rosto, Shoto admirava a fofura do parceiro, dando um pequeno riso ao ver assim.


- Eu estou definitivamente apaixonado por você -Disse de forma doce enquanto o fitava com carinho, ainda por cima do garoto mas não se importando com isso. Todoroki não queria sair de-lá por um bom tempo-.


Se é possível, Midoriya conseguiu corar mais ainda mas dessa vez conseguindo manter seu olhar sobre os olhos heterocrômicos que tanto amava, mas logo deu um sorriso fofo fechando os olhos brevemente e voltando a fitar Shoto.


- Eu sinto isso já faz um tempo -Desviou o olhar um tanto tímido- f-fico feliz em seu coração ter me escolhido -Deu outro riso, mas dessa vez um baixinho como se tivesse tentando se controlar ali-.


- E eu fico feliz em você ter me escolhido -Se aproximou roubando um inocente selinho de Midoriya e fazendo o mesmo corar, e se deitando sobre o mesmo, não se importando na posição que estavam mas sim aproveitando o cheiro suave que o menor exalava-.


Midoriya deu um riso interno com Shoto dessa forma, mas não o repreendeu e sim o abraçou mais forte, tentando o arrumar melhor naquela posição, sentindo seus corpos ficarem quentes apenas com o tato e nem sequer precisando de cobertor ou algo do gênero para os esquentar, enquanto isso fazia carinhos sobre seus cabelos. Sem que percebesse o grisalho já havia caído no sono enquanto recebia carícias do esverdeado, o fazendo ficar mais calmo e começar a fechar os olhos devagar, sem perceber e cair ao sono igual Shoto.


No dia seguinte ambos acordaram um tanto alegres por finalmente terem tirado esse peso no peito, e decidindo que não importa o que aconteceria, um iria proteger o outro seja quaisquer circunstâncias.

E sobre Shoto, esperaria um tempo até falar sobre isso com seu pai, já tinha noção sobre qual seria a reação dele, mas não permitiria ele tirar novamente algo que amava muito. 

E assim ambos começaram a viver praticamente juntos, quando dava um dormia no dormitório do outro ou vise-e-versa, fora que sempre tentavam fazer trabalhos em dupla, e tirando as trocas de olhares carinhosas no meio das aulas. Todoroki já tinha decidido que seu único foco agora era proteger e ficar ao lado de Midoriya  com todas suas forças possíveis, e que nunca deixaria qualquer coisa o ferir. E ficaram vivendo assim durante três longos anos, até terminarem o ensino médio e finalmente irem morar juntos.


Feb. 26, 2018, 8:57 p.m. 1 Report Embed 10
The End

Meet the author

Comment something

Post!
Alice Alamo Alice Alamo
Olá! Notei que sua história é uma fanfic e, portanto, está na categoria errada do site. Fanfics devem ser postadas na categoria Fanfiction e os gêneros como romance, poesia, lgbt, etc, devem ser postados nas tags ;) Para alterar, basta ir em Editar configurações da história, ok?
March 3, 2018, 6:38 p.m.
~