Máfia Karasuno Follow story

yuivie Yuivie :3

Uma máfia famosa com atividades misteriosas, mas atitude ameaçadora. Essa era a fama da Máfia Karasuno. Era para ser apenas mais um trabalho. Uma simples missão de intermediar a comunicação entre o governo e essa organização fechada e poderosa. A operação depende da sua neutralidade como agente. Entretanto essa regra esta para ser quebrada. Assim como muitas outras. [Aviso: As imagens utilizadas nesta fic não me pertencem. Suas autorias podem ser desconhecidas, mas os créditos por elas não são meus de maneira alguma.]


Fanfiction For over 18 only.

#Haikyuu
5
6879 VIEWS
In progress - New chapter Every 10 days
reading time
AA Share

A missão em Sendai


3:30 da manhã

Sendai- Prefeitura Miyagi

Um ônibus faz sua última parada e um passageiro desce ligeiro. Está escuro, mas o ar da madrugada é fresco e gelado.

Aquele frio conhecido pela pessoa. O frio de uma madrugada silenciosa.

- Será que vão demorar muito? - parou embaixo de um poste de luz e olhou para o relógio- não queria ficar muito tempo aqui no meio do nada...

Olhou em volta.

- Meio... Do... Nada... - olhou de um lado pro outro- Aaaaaaaaaaaaa!!!- gritou ao perceber que realmente viera parar no meio do nada

Só um ou outro cachorro latindo, os grilos fazendo seu papel.

- Cama... Eu só quero uma cama.... Comida. Comida também seria bom- começou a se estressar. Missões assim são complicadas e desgastantes.

A garota em pé na rua, embaixo do poste de luz, se chama Halley Tashima.

Ficha de Identificação

Nome: Halley Tashima

Situação do agente: Ativa

Idade: 22 anos

Sexo: Feminino

Cargo: Agente de campo

Depto: Negociações nacionais e internacionais de urgência

Hierarquia: Agente sênior

Seu trabalho era no mínimo solitário. Ás vezes era aborrecedor, pensava. Fazer tudo isso e nunca ser reconhecida. O salário era ótimo pelo menos. Mas sem tempo para aproveita-lo também.

Mal saiu de uma operação do outro lado do mundo e aqui estava. Seu fuso horário estava uma perfeita bagunça. O sono era insistente e a paciência se esvaía cada vez mais ao sentir o tempo passar.

Decidiu relembrar como viera parar ali.

Flashback on

Um celular insistente toca na cama. Halley corre do banheiro envolta em uma toalha e ainda molhada.

Halley- Sim?

-Alo? Tashima! É Hitoshi. - seu superior - não desfaça as malas

Halley- Para onde senhor? - perguntou tentando não transparecer a angústia de nem poder tomar um banho e dormir em sua cama uma noite. (aaaaah seu desgraçado!!! Eu acabei de chegar em casaaaaaa!!!- era o que pensava enquanto sorria)

Hitoshi- Sendai, Prefeitura Miyagi.

Halley- O caso de duas semanas atrás?- relembrou-se que o local fora mencionado em uma reunião de repasses

Hitoshi- Isso mesmo. Eles nos deram abertura e a missão acabou de sair, coloquei você por saber lidar com situações delicadas.

Halley- Que horas é o voo, senhor? - ( filho da puta, filho da puta, filho da puta- cantarolava em sua mente- eu acabei de chegar do aeroporto)

Hitoshi- Daqui 2 horas. Imprima o comprovante da sua passagem online.

Halley- Hai! Detalhes?

Hitoshi- Em sua plataforma. Mas não é necessário olhar, nada mudou do pouco que sabemos. Espero que isso seja alterado com seu trabalho.

Halley- Farei o possível senhor.

Hitoshi- Boa sorte Tashima!

Flashback off

Era uma missão de risco. Ela nunca se envolveu com uma organização como essa: Uma máfia.

Decidiu que agiria normalmente, ela queria primeiro saber que estilo as pessoas da máfia têm. Qualquer um que eles adotarem: ameaçador, largados ou formais ao extremo, ela saberia lidar. Uma agente coringa como seus superiores diziam. Sabia se adaptar às situações e às pessoas.

É apenas um trabalho. - pensou

Suspirou.

- Dizem que suspirar te tira 1 ano de vida sabia?

Halley deu um pulo e correu para o outro lado da rua. Ela olhou para trás.

Um rapaz de aparentes 14 anos estava parado ao lado de onde ela se encontrava anteriormente. Ele vestia uma jaqueta preta, um moletom por baixo com capuz de cor creme e calça jeans preta. Tinha cabelos laranjas (pensamento: que lindo!!) e olhos grandes e castanhos claros.

- Você é a Agente que mandaram?

Halley- huh? - piscou três vezes e pendeu a cabeça para o lado direito- Uma criança?

- A-an? Criança....? - olhou para os lados e depois pra si mesmo. Silêncio- Eu não sou uma criança!!- se exaltou frustrado. Mas seu nível de animação era no mínimo engraçado - Tenho 19 anos!!

Halley- Eh? Ah!! Gomenasaaai!!! - tentou se desculpar

- É minha altura né?? - disse como se desse por vencido e cabisbaixo

Halley pensamento- Gente, quem é essa pessoa??!!!

- Saiba que você não parece uma agente do governo também ok? Você tem cara de ser colegial ainda!

Halley ficou indignada e vermelha- como?? Falando da minha aparência? sujo falando do mal lavado pelo jeito então!!- em sua cabeça uma voz gritava: Halley, o que você tá fazendo sua retardada?? Entrando em uma discussão esquisita e infantil com um menino que aparentemente é da Máfia????

Os dois se encararam sem saber o que dizer exatamente.

Halley- ok.. acho que começamos errado. - tentou parecer normal (sem chances, depois dessa)

- é.. an.. desculpa... - coçou a nuca, abrindo um lindo e animado sorriso no final - meu nome é Hinata Shouyou, eu sou um agente da Máfia Karasuno, muito prazer... An...

Halley- Halley, Halley Tashima. - sorriu de volta

Hinata- Se importa de andarmos até a sede?

Halley- Claro que não! (Na realidade sim, mas não temos outra opção e você é legal pra eu ser grossa agora) An.. é longe?

Hinata- Um pouco... - olhou de lado se aproximando dela- Quer.. an.. ajuda? - olhou para a mala de alça dela

Halley- gostaria, por favor.

Sem Halley notar, Hinata colocou a mão no bolso e apertou a tela do celular que foi desbloqueada e mandou automaticamente uma mensagem previamente escrita:

Hinata: Ela chegou

Vários celulares tocaram.

Três pessoas na mesma sala se olharam.

- Vamos descobrir o que eles querem de nós... - olhou pela janela

- Ainda não entendo porquê concordou com a vinda dessa agente... É arriscado demais. - disse outro

- Ela na verdade será o nosso trunfo. - respondeu o primeiro - Primeiro apenas temos que descobrir que tipo de pessoa ela é

- Ela vai é sair correndo daqui, tenho quase certeza - disse o segundo novamente

- Quanta negatividade... - revirou os olhos, o terceiro- Ah! Já avisei os outros.

- Todos os outros? - indagou o primeiro

- Sim, todos

Ruas de Miyagi- 4:09 da manhã

Hinata e Halley ficaram em silêncio boa parte do caminho.

Halley esperava que a Máfia mandasse um carro, uma limusine, algo do tipo. Mas foi bem diferente. Além de estar a pé, era acompanhada por um garoto de aparência de 14 anos. Era no mínimo estranho. Ela estava tão acostumada com carros luxuosos ou ao menos um táxi que nunca que ia passar pela sua cabeça, uma das maiores organizações de atividades sigilosas do mundo, ter um tratamento normal para com os agentes.

Estava com sua curiosidade atiçada e se sentindo até bem por fazer um pouco de exercício. Já fazia 30 minutos que caminhavam.

Hinata- An... Antes que pergunte, não somos mal educados. Te buscar era minha responsabilidade, mas... Eu reprovei na prova prática para tirar carteira.

Halley ficou atônita. Ela não esperava por essa definitivamente. Fora pega tão de surpresa que teve muita vontade de rir. Mas seu auto controle foi maior.

Halley- Hinata-kun, nao se preocupe. Essa caminhada esta me fazendo bem até. A madrugada esta fresca então eu estou bem - sorriu

Hinata- Sei que deve estar se perguntando também por que eu apenas nao burlo a regra e dirijo sem carteira.... Bom, é exigência do capitão.

Halley- Capitão?

Hinata- O Chefe

Halley- Hmmm - ela guardou essa informação para analisar depois. Capitão, não era uma maneira comum de se chamar um líder de uma Máfia, até onde sabia

Hinata- Chegamos.

Halley agora se sentia muito mais num ambiente da Máfia do que antes. Isso combinava mais, pensou.

Uma mansão grande no alto de uma das colinas, isolado e seguro. Seus olhos nunca a traíram e ela pôde perceber durante o trajeto, diversas câmeras de segurança e quanto mais perto chegavam, mais se sentia observada, provavelmente por agentes escondidos nas casas e ruas.

Um jardim enorme e bem cuidado dava as boas vindas aos poucos e seletos visitantes e espectadores. Logo depois a fachada moderna da mansão era vista, misturando gesso e vidro em sua ornamentação. Era realmente imponente e atual, pensou.

Mais agentes povoavam aquele espaço enorme, todos posicionados em silêncio, em pontos estratégicos.

Eles entraram. Halley observou tudo rapidamente e em mínimos detalhes.

Hinata a encaminhou para um salão enorme onde três rapazes conversavam com vários papeis espalhados e notebooks em cima da mesa que parecia ser de jantar.


Hinata- Shitsurei shimasu!! - pediu licença- Daichi-san, nossa visitante, Halley Tashima.

O de cabelos curtos e negros, olhar firme, sorriso encantador e educado levantou-se e fez reverência. Ela retribuiu.

Todos levantaram-se e aproximaram-se. Os outros dois rapazes aparentavam ter a mesma idade de Daichi Sawamura. Um de cabelos cinzas, sorriso acolhedor e uma pinta no canto do olho esquerdo, apresentou-se como Sugawara Kouchi e o outro, de cabelos castanhos presos, de aparência intimidadora, mas fala mansa, era Asahi Azumane.

Daichi- Peço desculpas antecipadas por não mandarmos um carro para te buscar. Hinata--

Halley- ele me contou sobre a carteira de motorista. Não me importo. Realmente foi ótimo pegar um ar fresco pela manhã.

Daichi- Realmente sentimos muito.

Halley- Sem problemas. Uma agente não se importa de andar de madrugada, estando tão protegida- seu olhar mudou por poucos segundos, mas não passou despercebido pelo capitão, que compreendeu que ela sabia que estava sendo vigiada

Hinata- Não é legal, ela é uma agente mas tem cara de colegial não é ? - disse animado

Daichi- Está falando o que? Já te confundiram com uma criança do fundamental, Hinata.

Hinata foi quebrado em vários pedacinhos. Halley teve vontade de rir.

Sugawara- Perdoe a pergunta, mas quantos anos tem, Halley?

Halley- Poderia fazer vocês adivinharem, mas talvez demorássemos na questão. - sorriu- Me digam a de vocês que eu digo a minha. - tornou a sorrir

Daichi pensamento- Ela não é boba... Nem um pouco. - sorriu de volta

- Bom, Hinata tem 19 como provavelmente ele deve ter falado, já que tambem provavelmente você o confundiu com uma criança. - Hinata se sentia cada vez mais deprimido- assim como ele, outros 4 agentes têm essa idade, e outros 3 são um ano mais velhos que eles. Nós- apontou para Sugawara e Asahi- e outra agente, temos 22.

Halley pensamento- Eles têm mulheres na organização. Que interessante.

- Em resposta- virou-se para Sugawara- Tenho a mesma idade que vocês três, Sugawara-san.

Sugawara- Apenas Suga, por favor- sorriu novamente

Daichi- como provavelmente você esta cansada, não nos prolonguemos. Mais tarde conversamos e você conhecerá os outros membros também.

Halley- Agradeço por me recepcionarem aqui.

Daichi- Nós que agradecemos a oportunidade de firmarmos laços com o governo. Espero que sua estadia seja agradável, Halley.

Eles se cumprimentaram novamente, em sinal de despedida.

Daichi- Hinata, apresente os aposentos dela, por favor.

Hinata- Hai!

Eles saíram.

Sugawara- Então? Eu gostei dela.

Asahi- perigoso, muito perigoso...

Daichi- Ela é esperta. - sorriu

Já em seu quarto...

Hinata- Acho que é isso...

Halley- Obrigada Hinata-kun, por me mostrar e acompanhar até aqui. - Ela sorriu amável. O garoto parecia a primeira vista, alguém bem inocente e transparente. Entretanto ela sabia muito bem que as primeiras impressões apesar de ficarem, são as mais errôneas.

Hinata- Espero que goste da gente Halley - sorriu

Halley- Espero não ter o que não gostar em vocês. - rebateu, apesar se não querer. Foi automático

Hinata- Fica a seu critério nos julgar - ele sorriu de maneira estranha das outras vezes

Continua

Feb. 26, 2018, 2:39 p.m. 2 Report Embed 2
Read next chapter Surpresa ao estilo Karasuno

Comment something

Post!
Anna Beathriz Costa Anna Beathriz Costa
Vou ler por que gostei bastante!
Feb. 26, 2018, 11:41 a.m.

  • Yuivie :3 Yuivie :3
    Obrigada xuxu!! Espero que curta! As postagens vão ser mais rapidas por enquanto visto que os próximos capítulos já estão prontos. Beijoooo e obrigada novamente pelo apoio :3 Feb. 26, 2018, 11:57 a.m.
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 4 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!