Silent Love Follow story

misssiozo Miss Siozo

Um drama escolar, girando em torno de Sasuke que perdeu o pai num acidente de carro que deixou seu irmão Itachi surdo por conta de uma parte de sua cabeça foi fortemente atingida deixando um coágulo que o deixou nessa condição, Sasuke se tornou frio e fechado por se achar culpado por isso e ambos tiveram que mudar de cidade porque Itachi foi para a faculdade e Mikoto, sua mãe, foi trabalhar em outro hospital como psicóloga para estudar um caso muito interessante para ela. E Sakura é uma garota meiga e misteriosa, com muitos traumas, não suporta que ninguém a toque enquanto está consciente, o que preocupa a madrinha Tsunade, e ninguém nunca a ouviu falar nenhuma palavra, foi criada como uma garota muda. Quando esses dois mundos se colidem, que caminho dará?


Fanfiction For over 18 only. © Masashi Kishimoto

#Romance #Drama #Naruto #silent love #Escolar
2
6485 VIEWS
In progress - New chapter Every Wednesday
reading time
AA Share

Conflito

Prólogo

Diversos acontecimentos nos levam até onde estamos hoje, com eles isso não foi diferente. A dor é um sentimento que pode unir as pessoas. O destino que é visto muitas vezes como cruel acaba compensando por todo sofrimento passado, apenas se merecer, é claro.

Sasuke’s pov on

“Mudar”, a palavra que nunca ouvi tanto em minha vida. Troca de cidade, casa e colégio. Não sou do tipo sociável e isso não quer dizer que eu não seja adaptável. Tudo isso começou depois que tinha se completado 8 anos desde a morte de meu pai num acidente de carro, deixando a mim com quase 8 anos naquela época totalmente desamparado. Meu irmão até hoje sofre com a sequela desse acidente, ele ficou surdo, graças ao coágulo que se formou no crânio dele, ele é forte e enfrenta tudo isso com coragem, viemos pra cá por causa dele também, ele passou para a faculdade Akatsuki que fica em Konoha, onde estamos agora, ele começará um novo tratamento que está na fase de testes. Enquanto minha mãe começará seu trabalho como psicóloga no Hospital Federal de Konoha, ela chegou a comentar sobre um “caso espetacular” que terá em mãos e o resto não prestei atenção. Depois de cuidar da mudança e descansar no final de semana, eu estava mentalmente preparado para encarar o colégio ou pelo menos era o que eu pensava.

Entrando no colégio, que é enorme por sinal, muito facilmente eu fiquei um pouco perdido, porém estava determinado em achar o caminho sem ajuda, logo encontrei o mapa da escola exposto e estou perto da diretoria, onde devo pegar o bilhete com o número da sala e os horários, pude notar que várias garotas estavam cochichando sobre mim e dando seus suspiros, todos os colégios são iguais, seria menos assediado num colégio masculino, tudo bem, consigo suportar.

– Aqui está sr. Uchiha – disse a secretária – Esse são seus horários, a turma 2007 fica no 3° andar, na ala leste, tem sorte porque seu primeiro professor costuma se atrasar um pouco – ótima informação para um novato saber, onde fui parar? – Bem vindo ao Elite Konoha School! – disse sorridente.

– Hm.. – murmurei e saí da sala, deixando aquela mulher estática.

Passando pelos corredores estava ouvindo muitas fofocas, que seria um ano difícil porque uma senpai está na mesma turma que a rival e quando adentrava a sala, ouvi gritinhos femininos e logo fui puxado pro canto por uma pessoa conhecida.

– Teme! Quantas saudades! – o loiro berrava – Finalmente terei meus dois melhores amigos juntos! – ele disse dois?

– Naruto você é sempre muito escandaloso! – finalmente disse alguma coisa e afastei-o do abraço que me dera- Não sei qual é a sua fama aqui, não quero ser taxado de gay outra vez por sua causa – Ele me causou problemas no outro colégio por isso, mas, em parte foi uma solução por não ter tantas garotas me seguindo, o pior foi aparecer caras me passando cantadas - Você é muito dramático dobe, não nos vemos há 2 anos.

– Falando desse jeito parece que foram dois dias – É inacreditável o quanto ele consegue ser barulhento – Vamos nos sentar antes que o professor...

– Bom dia classe! – entrou o professor de cabelos grisalhos – Sou Kakashi Hatake, desculpe-me pelo atraso, hoje eu me perdi no caminho da vida.

– Seu mentiroso! – berraram alguns alunos – Sempre as mesmas histórias malucas! – completou Naruto.

– Sr. Uzumaki vá se sentar por favor e leve seu amigo junto – depois ele olhou para a porta – Srta. Senju não precisa me pedir desculpas, pode entrar – juro nem ter escutado a voz dela.

– Vamos nos sentar logo – cutucou-me Naruto – Esse daí quando fica bravo gosta de passar trabalhos impossíveis – sentei-me logo na última fileira perto da janela – Vou ficar do seu lado teme.

– Acabou de tricotar Naruto? – disse em tom irônico – Como quase todos já sabem, eu sou professor de matemática e enquanto estive perdido no caminho da vida a mesma me deu isso – pôs a pasta na mesa e retirou um monte de papéis.

– E o que tem esse monte de papéis? Vai nos ensinar a fazer origamis por acaso? – o dobe adora provocar os professores, não mudou nada pelo visto.

– Melhor sr. Uzumaki – riu - Trago aqui a liberdade de um aluno, quem acertar o maior número de perguntas estará livre de minhas aulas pro resto do bimestre, não terá faltas e a nota desse teste entrará como a média final desse bimestre, perguntas?

– E para os demais que não conseguirem? – uma garota loira ao lado da misteriosa garota de cabelos rosados perguntou – Isso contará alguma coisa?

– Claro que contará srta. Yamanaka, esse teste irá avaliar suas competências na minha matéria, são 30 perguntas, quem acertar menos de 15 irão para a classe de reforço, quem acertar mais do que 15 questões ganhará 2 pontos na média e terá que assistir todas minhas aulas.

– O senhor enlouqueceu?! – Naruto berrou –Estamos no primeiro dia de aulas! Nem lembro do que almocei ontem, como irei me lembrar de matemática?

– Como irá se lembrar eu não sei, só quero saber quanto trabalho vocês me darão nesse ano – suspirou brevemente – Vocês tem exatamente uma hora para me entregar isso, quando o segundo sinal bater e quem não conseguir fazer tudo a tempo irá para o reforço também. Comecem!

Peguei a folha com as perguntas, preenchi o cabeçalho e comecei a fazer o teste, aos poucos entendi a intenção do professor, as perguntas tem níveis de dificuldade diferentes, as 15 primeiras questões são referentes aos anos escolares anteriores, perguntas do 6° ano do fundamental ao 1° ano do ensino médio, claro que são perguntas bem elaboradas, “quem acertar menos de 15 perguntas irão para a classe de reforço”, ele se referia à essas 15 perguntas, os idiotas que não acertarem elas farão reforço, quanto as outras perguntas tem coisas que serão dadas nesse ano, 7 perguntas aliais, outras 7 referentes ao ano seguinte e a última pergunta é do nível de vestibular. Ele está nivelando os alunos, quer saber quem são os idiotas, medianos e os gênios. Acho que me sairei bem porque costumava acompanhar meu irmão estudando, sempre tive facilidade para aprender. Faltando 30 minutos para o término, muitos entregaram as provas desistindo, Naruto foi o primeiro, me levantei ao mesmo tempo que a garota de cabelos róseos, ela entregue a prova primeiro e eu entreguei em seguida e nós fomos para nossos lugares esperando pela correção. E alguns minutos depois o sinal toca.

–Bem, vocês que não me entregaram nem precisam mais, estarão no reforço sexta-feira às 15:30 – disse enquanto entregava as outras folhas corrigidas – Será um prazer vê-lo sr. Uzumaki, já que não quis responder nenhuma questão – boa parte da turma riu – Muitos aqui conseguiram os 15 acertos o que é bom, teve uma diferença boa entre a segunda colocada srta. Hyuuga que foi muito bem com 23 acertos para os primeiros colocados.

– Teve empate? –exclamou uma ruiva de óculos – Essa prova estava impossível!

– Srta. Uzumaki, a prova não estava impossível para esses dois – entregou a prova dela que fez uma expressão de descontentamento – Nada mais justo do que chamá-los aqui, sr. Uchiha e srta. Senju parabéns! Vocês fizeram os 30 acertos e estarão livres de mim, se quiserem é claro.

Naquele momento todos se levantaram em direção à saída abismados com aquilo, deixando apenas eu e a garota de cabelos rosados na sala com o professor.

– Esse foi um resultado impressionante, vejo que ambos descobriram o objetivo do teste – felicitou-nos – Foi um nivelamento e vocês ficarão livres de mim nas aulas normais – suspirou – Claro que se quiserem me ajudar na classe de reforço será muito bom.

– Eu passo essa – dispensei esse convite absurdo e observei o que a garota iria fazer ela falou com ele por sinais.

– Desculpe srta. Senju, esqueci que é voluntária nesses dias para dar aulas na oficina de arte para o ensino elementar (Ens. Fundamental). Visite-nos quando puder e Uchiha quando resolver reconsiderar sua resposta sabe onde me encontrar. Dispensados.

Ela logo apressou-se e saiu pela porta praticamente correndo, saí tranquilamente e escuto o dobe berrando no corredor.

– Parabéns Sakura-chan!!! Não acredito que conseguiu gabaritar aquele teste impossível! – Naruto é muito escandaloso – Agora vamos comer!!!

– Naruto ninguém aqui é surdo! – berrou a loira de cabelos longos furiosa – A Sakura pode te ouvir perfeitamente então não berra perto do ouvido dela – disse em tom ameaçador.

– Fique calma Ino-chan – a garota de cabelos longos preto-azulados e olhos perolados se pronunciou em tom baixo – Naruto-kun não vai fazer isso de novo, né? – disse docemente com os olhos voltados para ele, acho que ela gosta do meu amigo.

– Pera aí pessoal! – ele correu até mim – Teme! Chega junto da galera, irei te apresentar o pessoal enquanto vamos pro refeitório.

– Ok dobe – disse sem ter muita opção, ficar sozinho nesse colégio significa que muitos tentarão ficar em cima de mim, a melhor estratégia é ficar ao lado de meu amigo que tem um grupo fechado, assim espero – Iria ficar perdido tentando achar o refeitório nesse colégio enorme.

– Então vamos! Galera esse aqui é o meu melhor amigo que eu tinha falado pra vocês antes – disse me fazendo correr atrás dos amigos dele me puxando pelo braço – Façam as honras de se apresentarem pro meu amigo Sasuke.

– Sou Ino Yamanaka – disse a loira de olhos azuis a mesma que tinha brigado com o dobe há alguns minutos atrás – Vai ser bom ter mais um amigo, Naruto falou bem de você – Ele falou bem de mim pra alguém? Estou sonhando.

– Prazer, sou Hinata Hyuuga – disse a mesma tímida – O restante dos nossos amigos irão nos encontrar no refeitório.

– E essa aqui é minha amiga ... – Naruto foi interrompido pela garota que levantou sua mão para o alto.

– Prazer, sou Sakura Senju – uma voz robótica tipo do google tradutor saiu do celular dela – Desculpe-me por ter que usar esse aplicativo para falar com você – via que os olhos dela estão tristes e os amigos dela também estavam assim tensos por isso como se quisessem abraça-la e não podem – Eu não consigo falar normalmente como os outros.

– Está tudo bem – falei em tom compreensível por me lembrar de meu irmão que é surdo – Pode falar por sinais, eu irei te entender, tenho um irmão surdo – iria tocar na mão dela e ela se esquivou.

– “Entendo um pouco do que seu irmão passa, espero que ele consiga ser feliz” – disse ela com uma expressão um pouco mais calma por sinais – “Fico contente por fazer um novo amigo”.

– Você nasceu assim ou foi um acidente como o do meu irmão? – quando perguntei todos me olharam mais tensos ainda.

– Ontem sonhei que era uma ostra gigante – Naruto tentando mudar de assunto – É sério gente!

– “Não precisa distraí-lo por mim Naruto, obrigada” – a expressão dela passou a ser tensa – “A vida me fez assim”.

– Você fez um voto de silêncio ou algo do tipo? – estava começando a ficar estressado com essa situação – Vamos me diga.

– “Não”.

– Você pode falar?

–“ Teoricamente sim mais eu não consigo” – peguei no braço dela.

– Como assim não consegue? – apertei o braço dela tentando fazer com que falasse – Quem você pensa que é para fazer isso? Não entende a dor de quem quer e realmente não pode falar? – ela estava chorando e emitia sons fracos de soluços.

– Sasuke solte-a agora por favor – Hinata tentou interferir – Você não sabe de nada ainda, deixe-a em paz.

– Solta ela teme antes que algo pior aconteça – Naruto tentou me puxar pelo ombro quando agarrei o outro braço dela e prensei-a a mim.

– Essa é sua última chance Sakura – a sacudi –Fale! – naquele momento ela ficou mole e desmaiou em meus braços, livrei-me dela a deitando no corredor.

– Sakura! – Ino ajoelhou-se no chão para ver como estava – Viu o que você fez Uchiha?! A gente te avisou!

– O que eu fiz? Ela zomba com todos aqui e faz essa cena dramática e eu que sou o errado? – estava indignado porque todos estão do lado dela.

– Ela é diferente de nós Sasuke – disse Naruto pondo ela em seus braços – Ninguém aqui sabe da história dela toda e respeitamos suas limitações.

– Leve-a para enfermaria Naruto, nós falaremos um pouco sobre ela para Sasuke – olhou Ino para mim – E você terá que nos ouvir.

Feb. 28, 2018, 4:46 p.m. 0 Report Embed 0
Read next chapter Pensamentos

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 19 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!