Stay by my side Follow story

misayama Misayama

Stay by my side, never let them go ( Fique ao meu lado,nunca deixe-os ir) Stay by my side, for I love you so, oh ( Fique ao meu lado,porque eu amo você,oh) You're like the alpha and omega ( Você é como o alfa e omega) You're my queen I’m your king ( Você é minha rainha e eu sou seu rei) Like solomon and the queen of sheba aha ( Como Salomão e a rainha de Sheba) Just like the yang and the ying ( Assim como o yang e o ying)


Fanfiction All public.

#boku no hero academia
2
6706 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Flores de Cerejeira

Não sabia como e quando começou, seus sentimentos eram turbulentos e se negava a aceitá-los. Todoroki Shoto era uma pessoa difícil de se lidar, sem deixar aberturas para se aproximar dele.

O mesmo estava em uma guerra interna consigo, não entendia aquelas reações de seu corpo. Está na presença do baixinho o tirava do sério, não conseguia controlar seus instintos, e muitas vezes o ignorou completamente pois sabia que a qualquer momento poderia atacá-lo.

Sentado no sofá vermelho da sala observava ao longe a pessoa que tirava seu sono e ocupava seus pensamentos. Uma vez ou outra suspirava por ser tão patético, se apaixonar por um amigo, onde já se viu?

Deixou-se cair no sofá colocando seu braço sobre o rosto e em meio a tantos pensamentos se rendeu ao sono. Tranquilamente e silenciosamente.

— Todoroki... — Uma voz barítono, nem tão grave, nem tão aguda. Podia ser escutada ao longe.

—Todoroki, acorde — O chamava novamente.

Ao despertar, seus olhos bicolores encontraram-se com o rosto da pessoa que perturbava sua mente dia e noite. Seus cabelos encaracolados e esverdeados, as sardas nas maçãs de seu rosto, o meio-sorriso que sempre dava.

— Midoriya... — Disse, o fato de poder chamá-lo o deixava feliz.

Não sabia o que fazer, Midoryia  ainda o encarava, parecia que tinha algo para perguntar e não fazia questão de falar. Aquela situação estava ficando desconfortável para os dois lados.

O coração de Shoto estava martelando loucamente , sentou no sofá novamente, passando as mãos em seus cabelos tendo seus gestos acompanhados pelo olhar de Izuku.

— Midoryia, se você tem algo a me falar — Disse. — A hora é agora.

Todoroki ficou encabulado por ter dito aquilo, não era sua intenção pressionar ele.

Suspirou baixinho.

— E-eh Todoroki...

— O que?

— V-você gostaria de ir ver as flores de cerejeira comigo?! — Exaltado, perguntou de uma vez.

O ruivo estava sem palavras, surpreso por assim dizer, Midoryia não era o tipo que dava a iniciativa para algo. Achava que estava em um sonho, aquilo não poderia ser real.

— V-você irá, né?

Seus olhos verdes o encaravam, carregados de duvida e receio. Midoryia não sabia se Todoroki aceitaria, porém, ele tinha algo importante para dizer ao ruivo.

— Urgh... — Grunhiu. — Tá bom, eu irei.

Midoryia não conteve sua alegria, levantou-se do chão e abraçou Todoroki, o mesmo ficou sem reação não sabia se devolvia o abraço ou não. Rodeiou os seus braços lentamente sobre as costas do pequeno, dando um pequeno aperto. Midoryia tensionou-se ao sentir o contato, caindo a ficha do que havia feito.

Seu coração batia descompassadamente, não resistiu a aspirar um pouco de seu cheiro, o que acabou deixando um ruivo totalmente arrepiado. Desfazendo  rapidamente do abraço.

— Desculpa — Murmurou envergonhado. — Me encontra lá fora em dez minutos, ok?

Saiu do cômodo rapidamente, suas orelhas e rosto estavam queimando, tinha certeza que estava parecendo um pimentão ambulante.

Todoroki estava no mesmo estado, com suas mãos em seu rosto, escondia um sorriso de felicidade.

— Já decidi — Murmurou. — Midoryia Izuku, você será meu...

Algumas trocas de roupa ali e aqui Todoroki já estava à espera de Midoryia em frente aos dormitórios. Ele estava atrasado, sendo que o mesmo havia marcado para se encontrarem em tal horário.

Enquanto se distraia em seu celular não percebeu a chegada de Midoryia.

— Todoroki? — O chamou.

Levantou a face e deu de encontro com os olhos esverdeados, deu  um sorriso mínimo e guardou seu celular em seu bolso.

— Vamos? — O ruivo perguntou.

— Ok — Respondeu. — Quero te levar em um lugar especial.

— Lugar especial?

O ruivo estava curioso, de qual lugar especial ele estava falando?

Seguiam lado a lado, conversando sobre coisas triviais, falando das tarefas que tinham que terminar e sobre as habilidades que eles viam aprimorando com o tempo.

Depois de vários assuntos discutidos pelo caminho, pararam em frente à uma praça, com os dois lados compostos por enormes árvores de cereijeiras que desabrochavam, os banquinhos eram situados em ambos lados das calçadas.

O céu não podia ser visto por conta das flores das árvores que o cobriam, porém, os raios de sol passava por entre as pequenas aberturas. As pétalas caiam como se fossem uma chuva, caindo lentamente sobre as cabeças dos dois.

— Isso é lindo — Murmurou o esverdeado.

— Verdade...

Midoryia estava admirado que quase esquecia de seu verdadeiro objetivo.

— Todoroki — Chamou o ruivo. —Você sabe sobre a lenda desse parque?

— Lenda? — Perguntou, curioso.

— Unrun, dizem que se um casal vier aqui, nesse parque, na época das flores de cereijeira e derem seu primeiro beijo, eles irão ficar juntos para sempre.

Todoroki não entendia o ponto em que Midoryia queria chegar contando sobre essa lenda.

— Ei, Todoroki — O chamou novamente.

— Hum?

O esverdeado havia se aproximado do ruivo e estavam a poucos centímetros de seu rosto.

— Eu amo você... — Murmurou. — Fique ao meu lado para sempre...

Shouto estava surpreso com aquela repentina confissão, não acreditava que aquilo estava realmente acontecendo. Seu coração acelerado, suas mãos trêmulas, não sabia se sorria ou chorava. Eram tantas emoções ao mesmo tempo, tantos pensamentos...

— Midoryia... — Disse.

Pegou o rosto do pequeno entre suas mãos e colou suas testas, Midoryia segurava seus pulsos, não conseguia esconder o enorme sorriso em seus lábios.

— Ficarei sempre ao seu lado.

Com um selar de seus lábios em um beijo tímido e aos poucos se tornando um beijo mais intenso, a mistura de sabores era indescritível, as carícias que as mãos do ruivo fazia nos cabelos de Midoryia deixava ele arrepiado da cabeça aos pés.

— E eu pensando que faria você ser meu — Shoto murmurou. — Mas foi você que acabou me fazendo seu.

Naquele momento o único pensamento deles era que essa lenda, que foi criada há vários séculos , se concretizasse para ficarem juntos para sempre, que suas felicidades perdurasse por eras.

Não se sabe se realmente possa se realizar, no entanto, eles fariam de tudo para que desse certo.

Afinal, é isso que chamamos de amor.

Feb. 26, 2018, 12:15 a.m. 0 Report Embed 2
The End

Meet the author

Misayama É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante. - Friedrich Nietzsche

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~