alicealamo Alice Alamo

"Cansou-se de ser um fantoche, Capitão?" O visitante, ou invasor (quem sabe), sentou-se ao seu lado, e, mesmo sem o olhar, Steve sabia que ele estava sorrindo de maneira cruel, irônica ou debochada.


Fanfiction Movies For over 18 only. © Todos os direitos reservados

#Yaoi #Lemon #TheAvengers #OsVingadores #Loki #Loki/Steve #Steve
Short tale
9
7.6k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Capítulo Único


O som do sapato italiano caro fazia eco na cabeça de Steve, entretanto ele não se importou de levantar os olhos para saber quem era o invasor em seu apartamento.

O eco era algo que ocorria normalmente, visto que sua nova moradia ainda não estava totalmente mobiliada e apenas algumas pequenas caixas demarcavam o território como seu. Desde que voltara do gelo, Steve tentava se adaptar à modernidade, porém isso já fazia dois, três, quatro anos...

Esse era seu sétimo apartamento em um sétimo país. Embora o nacionalismo ainda fosse inerente a ele, nada mais o conseguia prender aos EUA, àquele país de sonhos e oportunidades que entrava em decadência a cada guerra desnecessária que criava.

Não... Não fora por esse país que havia vivido, lutado e morrido. Só serviria de novo à pátria quando esta voltasse a sê-la.

— Cansou-se deste mundo, Capitão?

Steve manteve os olhos tristes no chão. O vento entrou pela janela, eriçando-lhe os pelos e arrepiando-lhe a pele. Bebeu os últimos goles do refrigerante que trazia na mão e jogou a lata pelo apartamento.

— Cansou-se de ser um fantoche, Capitão?

O visitante, ou invasor (quem sabe), sentou-se ao seu lado, e, mesmo sem o olhar, Steve sabia que ele estava sorrindo de maneira cruel, irônica ou debochada.

— Cansou-se de ser hipócrita e de lutar por aqueles que não merecem sua atenção, preocupação ou respeito?

— Cansei-me de ouvir sua voz, Loki — Steve respondeu.

Ele se levantou sem dizer mais nada, caminhou até a janela aberta do apartamento e mirou as estrelas.

— E você? Cansou da prisão, "deus"?

— Ironia mergulhada em tristeza não me atinge. — Loki riu. — Se quer me ferir, precisa de um pouco mais de maldade e acidez — ele falou, aproximando-se e parando atrás do herói. — Seu verme, estou falando com você! Olhe para mim! — gritou, ouvindo uma sonora risada do outro.

— Já percebeu que até mesmo as estrelas perdem o brilho com o passar dos anos?

Loki olhou para o céu entediado. Para ele, as estrelas brilhavam da mesma forma... O céu era mais poluído, mas o que ele tinha a ver com isso? Nem da Terra ele era mesmo.

— Acho que foram os seus olhos que perderam o brilho, Capitão. — riu debochado. — Você não se encaixa esse mundo, Steve. Ele já não é seu, e você já não pertence a ele.

— Prefere que eu morra? — Steve virou-se, parando de frente para Loki e o mirando amargamente.

Os olhos verdes do deus brilharam perigosamente assim que ele ouviu a pergunta. A resposta estava na ponta da língua: sim. Ora essa, e por qual outro motivo ele estaria ali senão para dar o último tiro em uma vítima agonizando?

— Sim, você adoraria se eu me jogasse desse andar... — Steve sorriu, voltando a debruçar-se sobre a janela. — Por que acha que vim até aqui? Está fácil agora, não? Empurre-me, e será menos um para quando você e seus planos "mirabolantes" voltarem à Terra.

— Ora, ora.... E quem diria que o famoso Capitão América pediria pela morte? Estou surpreso! — disse, aproximando seu corpo das costas dele, sentindo a musculatura se contrair e seu corpo se endireitar. — No entanto, gosto de jogos que me apresentem a diversão pela dificuldade, Steve.

Os olhos azuis se fecharam pesados e a cabeça tombou para o lado, encontrando o ombro de Loki, onde repousou sem preocupação alguma.

— Não espera que eu lute, não é mesmo?

— Ah, Steve... — Loki sussurrou, rodeando a cintura do outro com os braços e levando sua boca à orelha dele. — Posso forçá-lo a oferecer resistência.

Steve sentiu quando Loki o empurrou para frente, prendendo-o contra a parede com firmeza. Adiante, a janela; atrás, um corpo que se acomodava ao seu. Suas mãos, por um infeliz reflexo, seguraram nas laterais da janela para evitar qualquer queda. Seu cabelo foi puxado violentamente para o lado enquanto sentia os lábios frios beijarem sem pressa o pescoço.

Suspirou. Não se debateu. Relaxou. Não se defendeu.

— Oh! — exclamou Loki, surpreso, mordendo a pele de Steve, vendo-o se arrepiar e inclinar a cabeça por vontade própria. — Eu nunca desconfiaria que o orgulho da América gostasse de ser fodido, ou só está carente a esse ponto, Steve?

— Por que você fala tanto?

Loki mordeu o lábio, passando as mãos despudoramente pelo corpo à sua frente. Apertou-lhe as coxas, sentiu o abdômen definido pelo excessivo treino, segurou com força os glúteos e parou uma mão no pescoço, e a outra, sobre a ereção já formada de Steve.

Um suspiro de puro prazer escapou pelos lábios de Steve que, afoito, movimentou-se contra a mão do vilão.

— Será do meu jeito, Capitão. — Loki ditou, retirando a mão do membro desperto e ajudando o outro se livrar da blusa de frio azul.

Bruscamente, Steve foi virado contra Loki, sentindo a invasão da língua gélida em sua boca quente. Gemeu leve, segurando os cabelos compridos do deus entre os dedos, puxando-os às vezes. O beijo de Loki era frio, ainda que doce. A boca fina seduzia, encaixava-se na sua e lhe atraía. Era um beijo entre luxúria e gula, beirando a perfeição.

Tentou dar um passo à frente, sendo empurrado novamente contra a parede, saindo da janela. As ereções se roçavam enquanto Loki se deliciava com a sua pele imaculada. O pescoço de Steve já continha suas marcas, mordidas e chupões, os ombros também, porém ele era Loki, e tudo sempre lhe parecia pouco.

Forçou o Capitão para baixo, ajoelhando-o sem fazer muito esforço. Livrou-se da capa rapidamente e abriu a calça sem cerimônias, expondo o membro e, segurando os fios loiros brutalmente, forçando Steve a engoli-lo sem lhe dar tempo para contestações que certamente nem viriam.

Embora soubesse que teria prazer, surpreendeu-se. Loki afundou-se calmamente naquela cavidade quente e úmida, gemendo de olhos fechados. Não precisava olhar para ver a bela cena do Capitão América o chupando.

A parede, contra a qual Loki ainda o prendia, dificultava os movimentos, mas Steve já havia desistido de sair de lá, de tantas vezes que Loki o empurrava de volta.

A língua de Steve percorria o membro em toda a sua extensão, demorando-se na glande por ter gostado do sabor natural do deus. Os gemidos de Loki vinham raros, porém roucos, excitantes e repetidos graças ao eco. Os lábios finos curvavam-se em um sorriso sacana típico, e os olhos abriam-se fracamente enquanto as mãos empurravam mais a cabeça de Steve contra o sexo pulsante.

Em um desses momentos, Loki encarou Steve sadicamente, começando a estocá-lo de modo rápido e profundo, engasgando-o, fazendo sua respiração ficar ainda mais difícil e seus olhos lacrimejarem. Puxou a cabeça dele, fazendo-a bater na parede. Masturbava-se com uma mão enquanto apreciava o quadro mais belo que poderia fazer.

Tentando respirar, Steve lambeu os lábios, apertando a própria ereção, infelizmente, ainda dentro da calça. A parede fria arrepiava sua pele, ainda que esta também estivesse gelada. Abriu o zíper da calça devagar, analisando os olhos felinos maliciosos acompanharem seu movimento.

— Loki...

O deus o olhou, atraído pela sensualidade que seu nome tinha ao ser preferido por aquela boca cálida. Loki o ergueu como faria a um boneco, jogando-o contra a parede, de costas para si, e abaixando-lhe as calças apressadamente.

— Você quer isso mais do que eu, não é, Capitão? — perguntou, acariciando o corpo junto ao seu.

As mãos de Loki ora subiam, ora desciam, ora o apertavam; elas estavam estranhamente quentes, agora estimulando Steve e permitindo-lhe gemer a seu bel-prazer.

— Rápido...

— Não.

— Loki...

Ele virou a cabeça para o lado, encontrando os lábios quentes de Loki, beijando-os desejosamente e sentindo o deus o penetrar sem delicadeza. Em uma única estocada, esta acompanhada de dois gritos de prazer e dor, Loki adentrou a cavidade, iniciando, sem pausa alguma, seus movimentos.

A visão de Steve falhava, suas pernas estavam fracas, seus gemidos excitantes, embora sem muita voz. Loki o forçou mais contra a parede, evitando a queda dele, atingindo-lhe a próstata com penetrações rápidas e certeiras. Via o suor escorrer pela pele do outro e o lambeu, ouvindo-o chegar ao clímax e se contrair deliciosamente, resultando em uma aceleração por sua parte que, em pouco tempo, também de desfez com um grito rouco.

As respirações estavam descompassadas. Loki apoiava Steve na parede sem ter saído do corpo do vingador. Não se falaram por alguns minutos, Steve tentando recuperar a sanidade, Loki, a calma.

Loki acariciou a cintura de Steve, subindo os dedos pelo tórax desnudo para enfim pousar no pescoço. O toque gelado dos dedos sobre sua pele fez Steve enfim compreender que havia chegado a hora, morreria...

— Irá me matar agora, Loki?

— Eu já o fiz assim que entrei aqui.

— Isso é uma ilusão?

— Não. — Loki riu, retirando-se de Steve e ajudando-o a sentar no chão com ele.

— Como o fez?

— Veneno. — explicou simplório.

— Ah, entendo... O refrigerante — Steve disse, sorrindo suave, apoiando a cabeça e mirando o teto. — Estou com frio... Vai doer, não é?

— Eu prefiro vê-lo morrendo de tristeza a vê-lo morrer de dor, Capitão — Loki disse, arrumando o cabelo desalinhado dele. — É muito mais bonito assim.

Mirou os olhos azuis, agora calmos, e, um pouco antes de eles se fecharem completamente, ouviu o herói lhe agradecer.

E agora?

Simples, agora se encontrava já vestido, olhando o morto e decidindo entre deixá-lo no chão mesmo ou jogá-lo da janela, como no plano original. Pensou e sorriu... Adorava janelas!

Feb. 25, 2018, 1:26 a.m. 4 Report Embed Follow story
6
The End

Meet the author

Alice Alamo 24 anos, escritora de tudo aquilo em que puder me arriscar <3

Comment something

Post!
Way Borges Way Borges
AAAAAAAAAAAAAA... Eu já tinha visto o Loki com o Tony, mas nunca com o Steve Rogers, até que é interessante 🤔 Gostei muito 👍
August 04, 2018, 23:48

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Mano, eu nem sei de onde veio esse ship hahahahaha. Nunca vi fic deles tbm não e nem sei porque escrevi hahahaha. Fico feliz que tenha curtido <3 muito obrigada pelo comentário! Beijoss August 04, 2018, 23:53
One Nightmare One Nightmare
O que essa obra de arte está fazendo fora (da tela do Destino cof cof) do museu!? *^*
February 26, 2018, 04:26

  • Alice Alamo Alice Alamo
    Ahhhhh sua linda!! Olha essa referência <3 muito obrigada pelo comentário! Fico feliz que tenha curtido a fic August 04, 2018, 23:50
~