Short tale
0
1.8k VIEWS
In progress
reading time
AA Share

Colina

Naquela manha sai bem cedo pois tinha muito que andar.

meu alvo estava bem distante

a colina precisava chegar.

Entao conferir se tudo estava ali.

Como forasteiro daquela terra.

Pouca coisa eu tinha para levar.

Um bornal um pouco de agua

carne seca, pois precisava me alimentar.

No caminho me pus a questionar, obervava o campo os passaros no ceu a voar.

O que mesmo eu vim aqui fazer, pois se todos os meus sonhos, projetos, uma vida toda eu mal consequia compreeder.

Lembrei-me de Dante que perdido na vida, Procurou sua vida refazer.

Foi no Inferno e no purgatorio.

Precisava o caminho de volta encontrar.

Ate que no ceu pode seu amor denovo achar.

Comecou a esfriar ja era tarde da noite.

Parei debaixo de uma grande arvore para descansar.

Com um bom descanco pude o calor do sol sentir.

Era mais um dia que surgia e falava para min.

Anima-te voce ainda tem muito que subir.

Pude bem longe a colina avistar.

Um caminho dificil mas estava determinado, a colina eu vou chegar.

Eu vi muitas pessoas fazendo um caminho de volta.

Desistindo da estrada que se propuseram a sequir.

Perguntei a um desistinte, o que houve.

ele falou que nao dava mais um passo que ia parar ali.

Pois na frente havia um Gran Vizir.

Desiludido de tudo, o meu caminho tinha que seguir.

Gran vizir, demonio seja qual o obstaculo, nada mais. iria fazer eu desistir.

Ao longe avistei o portao da colina, estava bem na minha frente, mais alguns passos eu finalmente poderia dizer.

Foi uma longa viagem mais a colina chequei.

O maior dos obstaculos, consequi vencer.

Porem algo notei.

Eu havia me perdido de min,

Me lembro bem de onde eu cai.

Entao voltei para me buscar, ate que vi no chao caido eu estava la.

Eu disse; levanta vamos, temos muito para andar.

Entao eu falei: daqui nao saio nao tenho vontade de chegar, estou muito cansado.

Entao o meu braco eu peguei e do chao me levantei e comecei a andar.

Entao vi os portoes.

Da colina que estavam para fechar.

Encontrei o Gigante Grand Vizir, com ele me pus a lutar, busquei forcas de longe.

Ate que o gigante eu pude derrotar, cortei sua cabeca.

As pessoas que viram logo para a colina comecaram a voltar.

Fui amparado e os portoes eu

consegui ultrapassar.

Cansado levei muito tempo para recuperar, da viagem, da luta com o gigante.

Nao sei de onde forcas tirei.

Entao te digo nao desanime, persista ate a colina voce chegar.

Fiquei caido no chao demorei

muito para as forcas recuperar.

Mais valeu a pena pois cheguei na colina, agora poderia descancar.

Estava junto comigo e poderia me ajudar, ainda bem que voltei a tempo do portao fechar.

Fiz a melhor escolha de ter voltado e do chao eu pude me levantar.

God Bless You



Dec. 4, 2022, 1:16 a.m. 0 Report Embed Follow story
0
To be continued...

Meet the author

Yuri Santos O escritor junio santos batista e formado em gestão de segurança, casado com Lenita e tem uma filha Beatriz, e um filho de outro casamento, Fernando

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~